Na aridez do deserto do Atacama, em meio a uma imensidão de terra, areia e sal, escondem-se pequenas lagoas tão azuis que até parecem um pedaço do céu! Difícil de acreditar, né?! Pois saiba que este lugar existe e tem nome: Lagunas Escondidas de Baltinache! 

Conhecer as Lagunas Escondidas de Baltinache foi mais uma das várias experiências inesquecíveis que tivemos no Atacama. E lendo este post você vai entender o motivo!Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Este é um passeio relativamente novo no Atacama, e não são todas as agências que fazem. O nome “Lagunas Escondidas” tem uma razão de ser: realmente as lagunas ficam bem escondidas mesmo! Estão a mais de 60km de San Pedro do Atacama, em uma estrada de terra cheia de pedrinhas que podem estourar o pneu do carro – os vários restos de pneus pelo caminho podem comprovar isso.

Mas o esforço para chegar lá é recompensado por uma vista que parece ser de outro planeta! Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Sobre as Lagunas Escondidas

Para quem chega no Atacama, conhecer as Lagunas Escondidas de Baltinache é uma boa pedida para os primeiros dias no deserto. Isto porque elas estão na mesma altitude que San Pedro de Atacama (2.400 m), então a chance de sentir algum desconforto pela altitude é bem pequena.

Ao todo são 7 lagunas diferentes. As cores e tamanhos delas variam. Algumas tem coloração azul mais escuro, outras puxam mais para o verde e tem também aquelas que sempre vemos nas fotos, que são de um azul-turquesa simplesmente deslumbrante.Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

É importante saber que as lagunas não são naturais. Na verdade, elas são resultado da exploração de mineradoras que, nos anos 80, perfuraram o solo em busca do lítio da região. Naturais ou não, isso não tira a magia do lugar!  

O caminho entre as Lagunas Escondidas é todo formado por ondulações de terra salpicadas de sal. Já no entorno das lagunas fica uma grossa camada de sal branquinha. E pra completar, ao redor de todo este lugar fascinante, a  vista para as cordilheiras e vulcões impressiona, e muito!Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na JanelaLagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Das 7 lagunas, somente duas delas estão liberadas para banho: a primeira e a última. Vale lembrar que, assim como na Laguna Piedra, a gente não afunda devido a imensa quantidade de sal. Se você não sabe nadar, pode cair na água despreocupado(a) 🤣🤣🤣

E por falar em cair na água, vou deixar algumas dicas para aqueles mais destemidos que pretendem entrar nas Lagunas Escondidas:

  1. Fomos no verão e no dia do nosso tour estava um dia bem ensolarado,  então entrar na laguna não foi tão difícil. Mas saiba que a água delas é um tanto quanto fria. Se você for no inverno, prepare o psicológico! Só não vale desistir, hein?
  2. Como eu já disse, você só poderá entrar na primeira e na última laguna. E para chegar na última laguna é necessário percorrer um caminho delimitado por pedras. Este caminho é um pouquinho extenso. Para se  ter uma ideia, levamos 40 minutos da primeira até a última laguna – mas muito deste tempo gastamos tirando fotos :D.
  3. Como a última laguna não é muito perto, eu aconselho que você vá direto até ela, e no caminho veja e fotografe todas as outras lagunas. Aproveite para nadar na última e, se animar, na volta entre na primeira. Desta forma você poderá administrar melhor seu tempo.
  4. Por causa da alta concentração de sal, não é nem um pouco aconselhável molhar o cabelo ou os olhos. Então, pelo seu bem, não chegue pulando de ponta na água, ok?
  5. Tenha muito cuidado com os cristais de sal que ficam na beira e no fundo das lagunas. Eles podem cortar.
  6. Quando sair da laguna, não vista as suas roupas, caso contrário elas ficarão duras de tanto sal. Leve uma toalha ou uma canga para se enrolar. 
  7. Como o solo é todo desnivelado, é essencial ir com um calçado fechado. Mas leve também chinelos, já que calçar botas/tênis com o pé molhado e salgado é desconfortável.
  8. Na entrada das Lagunas, onde é controlado o acesso de visitantes, existe uma estrutura com duchas para tirarmos o sal do corpo.

Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Nossa experiência

Contratando o passeio

Como vocês já devem saber, contratamos o passeio com a agência 123 Andes e, mais uma vez, fizemos o tour com o melhor guia do Atacama: o Ricardo.

+ uma dica: Se você tá chegando no blog agora, o Ricardo é um cara muito gente fina, alto astral e entende muito do deserto. Fizemos os tours Valle de La Luna, Laguna Cejar e Salar de Tara com ele e foi tudo sensacional! Caso você também contrate os passeios com a 123 Andes, vá por mim e exija pelo menos um passeio com o Ricardo! Tenho certeza que o Rafael e o Elias, que atendem na agência (e que também são pessoas incríveis),  vão te alocar em pelo menos um tour com ele.

Fizemos este passeio no período da tarde do nosso 4º dia no Atacama. Pela manhã conhecemos os Geysers el Tatio, outro passeio imperdível!

O passeio estava marcado para as 14h, partindo da Agência 123Andes. Esta história de sair de um tour, almoçar rapidão e já emendar com outro só é aconselhável se você quiser aproveitar ao máximo o dia (e esse era o nosso caso!)

Chegamos na 123 Andes e conhecemos o nosso grupo. Na verdade era praticamente um tour exclusivo, já que além de mim, da Geisi, do Fábio e da Mônica , só havia mais uma pessoa!

De San Pedro até a entrada das Lagunas Escondidas levamos aproximadamente uma hora.Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na JanelaChegando lá, fizemos o pagamento do ingresso: foram 5.000 pesos por pessoa, o que dá mais ou menos R$ 30,00.

Depois o Ricardo explicou alguns detalhes sobre as lagunas e combinou  de irmos até a última. Cada um foi no seu ritmo.

As lagunas estavam bem vazias! Tinha um ou outro turista apenas. E este é um ponto bem legal da 123Andes: como saímos mais cedo de San Pedro, pegamos o lugar bem mais tranquilo.Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Fizemos algumas fotos na primeira laguna e seguimos para as próximas.

Quando chegamos na última laguna já tratamos logo de entrar na água. Realmente a água estava fria, mas isso nem foi problema. O que me incomodou mesmo foi o sal! Poucos minutos dentro da água e já estava com o corpo todo pinicando.

Ficamos boiando um tempo, curtindo o lugar e, quando já não estávamos aguentando mais o sal no corpo, saímos.Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Ficamos mais um tempinho nos aprontando para o caminho de volta e, neste momento, o lugar começou a lotar. Em poucos minutos, o que era um paraíso particular se tornou uma muvuca de turistas do mundo inteiro.

Fomos voltando e, quanto mais andávamos, mais gente vinha. Dei graças aos deuses atacamenhos por termos vindo mais cedo!

Chegamos na primeira laguna (que também já não estava vazia) e ninguém quis entrar. Partimos logo para o banho.

Depois que tiramos um pouco do sal do corpo e retornamos para a van. Era hora de conhecer outro lugar incrível!Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela


Vallecito: onde fica o famoso ônibus abandonado

Sim! Esta última parada do passeio foi exatamente no famoso ônibus abandonado! 😍

O lugar onde este ônibus está é um vale cercado por várias montanhas encobertas de sal, conhecido como Vallecito ou Valle del Bus, então já dá pra se ter uma noção de que a paisagem é [email protected]!Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na JanelaLagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

O ônibus é um verdadeiro instagram spot no meio do deserto. As fotos de lá ficam incríveis! Então prepare sua câmera e confira estas dicas de fotografia! 😉

O ônibus todo destruído dá aquela sensação de estarmos em um cenário de filme, só não sei se está mais para Into the Wild ou Mad Max! 😀Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Para nossa sorte, não tinha uma alma sequer por lá, então deu para aproveitar ao máximo

Depois de entrar no ônibus, subir no teto, fazer mil e uma fotos nele e explorar os arredores, já era hora de partir. 


Ufa! Este foi um dos dias mais intensos e mais inesquecíveis do mochilão!

pra recapitular: acordamos de madrugada, começamos o dia em meio a gêiseres, com temperatura negativa e a mais de 4000 mil metros de altitude, e no final, terminamos flutuando em lagunas azulzinhas.

Vários lugares únicos, várias experiências e o mochilão estava só começando!

No próximo post, vamos contar no detalhe como é o tour até Piedras Rojas. Siga nossas redes sociais para não perder!

Abçs!

Lagunas Escondidas de Baltinache | Viajando na Janela

Informações Gerais

O que levar no passeio

  • Câmera/Celular;
  • Água mineral – pelo menos 1,5l por pessoa;  (também pode ser uma boa para tirar o sal das mãos e dos pés depois do mergulho)
  • Snacks (caso queira beliscar algo no caminho);
  • Roupa de banho (já vá com ela por baixo);
  • Toalha;
  • Sacola para levar a roupa molhada;
  • Chinelo;
  • Chapéu/boné;
  • Óculos de sol;
  • Papel higiênico;
  • Dinheiro para entrada.

Preços

Passeio: 25.000 pesos por pessoa.
Entrada nos Geysers: 5.000 pesos por pessoa.
*** preços de março/2018

Contato da Agência 123Andes

email: [email protected]
Whatsapp: +56 9 5238 6850


Programe sua viagem com a gente!

Fazendo sua reserva através do banners abaixo, você não paga nada a mais por isso e nós recebemos uma pequena comissão que ajuda na manutenção o blog! Agradecemos de ❤

Hospedagem

Reserve sua hospedagem no Atacama pelo Booking

Seguro Viagem

Faça sua cotação com a Real Seguro!

Author

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

19 Comments

  1. Quando fui ao Atacama em 2009 realmente nem tinha ouvido falar dessas lagunas. Espetacular, mesmo não sendo naturais! uma boa desculpa para voltar e explorar esse outro lado! Amei as fotos!

    • Flávio Borges Reply

      oi Flávia!

      Pelo o que ouvi falar, a visita nas lagunas é algo recente mesmo! Qdo você voltar, faça o tour que você vai curtir demais!

      Abçs

  2. Gabriela Torrezani Reply

    É realmente um passeio imperdível! As lagunas são lindos e é super divertido nadar ai! Mas nosso passeio não parou no ônibus!!!! Droga! Super lindas as fotos. Queria também.

    • Flávio Borges Reply

      O ônibus é tipo um easter egg deste passeio rsrsrs

  3. Lindas fotos! Deslumbrante o lugar. Adorei conhecer pelo post a Laguna Escondida. Muito boas as dicas de como conhecer (indo primeiro para a última). Realmente ajuda a otimizar o tempo.

    • Flávio Borges Reply

      Oi Lulu!

      Pessoalmente estas lagunas são ainda mais bonitas, acredita?

      Abçs

  4. O Atacama parece mesmo um lugar de outro planeta! Esta Laguna parece um olho!
    Estava planejando ir para lá e acabei comprando passagens para Bolívia para Setembro para visitar Uyuni e o deserto boliviano!

  5. As fotos estão incríveis! Achei esse passeio um dos mais lindos e imperdíveis do Atacama. É uma mistura de cores que nos deixa hipnotizados. Parabéns pela matéria, muito completa.

    • Geisiele Carvalho Reply

      Olá, Cristina!
      Também gostamos muito desse tour, quase não dá pra acreditar nas cores das lagunas, né?
      Obrigada <3 <3

  6. Dois comentarios sobre esse post: 1) que azul maravilhoso é esse dessas lagunas? Lindo e inesquecível! 2) só tenho um arrependimento no Atacama, não ter visitado esse ônibus mágico! As fotos de vocês ficaram lindas demais! Parabens !

    • Flávio Borges Reply

      Este lugar é lindíssimo, Klécia. Em uma próxima oportunidade, vá conhecer. Tenho certeza que você vai adorar!
      Abçs

  7. Essa fez parte da mais estimulante viagem da minha vida… paisagens simplesmente sublimes… Belo post, fantásticas fotos.. apetece voltar!

  8. Já li vários posts sobre o Atacama mas este é o primeiro sobre as lagoas escondidas. Deve ser complicado chegar lá, com esse terreno. Mas, como diz, vale muito a pena pois é um cenário do outro mundo. As fotos estão maravilhosas. E como é que a água se mantém fria? Que coisa.
    Abraço

    • Flávio Borges Reply

      Quando fomos o clima estava bem quente! Realmente não sei como a água se mantém fria rsrsrs

  9. Nossa essa é uma viagem que eu ainda quero muito fazer. Deve ser muito impressionante tudo isso ao vivo. E esse post ficou incrível, um super guia. Parabéns!

    • Flávio Borges Reply

      Por essas e outras, este é mais um tour imperdível no Atacama 😉

Write A Comment