Na primeira vez, fomos à Ibitipoca MG para fazer as trilhas do Parque Estadual e também pra curtir um final de semana de muita cachoeira. Já com altas expectativas, sabíamos que Ibiti era bem legal e recomendada para todo de viajante que gosta de natureza e tranquilidade. Só o que não sabíamos era que Ibitipoca se tornaria tão especial pra gente, que nos deixaria morrendo de vontade de retornar…

E de fato retornamos! Outras duas vezes, já com planos para uma próxima. 😊


Leia também: Pousadas em Ibitipoca confira as melhores opções


Mas porque Ibitipoca MG é tão especial?

A começar pelo Parque Estadual do Ibitipoca: uma área florestal protegida que, apesar de ser pequena, possui trilhas incríveis, cachoeiras refrescantes e uma biodiversidade imensa!

O Parque em si é lindo. Muito verde, muitas cavernas e gigantescos paredões de rochas que impressionam!

Mas, o que mais chama a atenção mesmo são as cachoeiras e riachos com água super concentrada em matéria orgânica e minerais. Estas propriedades fazem com que a água fique com uma cor de coca-cola, algo bem diferente de tudo o que já tinha visto.

Parque Estadual do Ibitipoca
Parque Estadual do Ibitipoca, MG

Outro atrativo natural que desperta o desejo de quem se amarra em ecoturismo é a famosa “Janela do Céu“, uma cachoeira que despenca de um paredão gigante!

Só as belezas naturais da região já são motivos suficientes para você se apaixonar por Ibiti e querer voltar sempre. Mas, indo além do Parque, o distrito de Conceição de Ibitipoca é um charme que só vendo!

Com suas ruas de paralelepípedo e construções rústicas, o Vilarejo é uma delícia para passear depois de um dia de muitas trilhas.

Por lá a galera se reúne à noite para tomar uma cerveja artesanal (ou um suco natural😉) e aproveitar o melhor da gastronomia mineira.

Ibitipoca MG é um lugar apaixonante e, lendo este post até o final, você vai ter uma ideia melhor do motivo de ser um destino tão buscado por turistas – além, é claro, de pegar as melhores dicas para que você também possa programar a sua viagem!



Neste post você verá:


Igreja do Rosário, em Ibitipoca
Igreja do Rosário

Onde fica Ibitipoca MG?

Ibitipoca está na Zona da Mata Mineira. “Pertim” de Lima Duarte (28 km) e de Juiz de Fora (100 km).

A cidade do Rio de Janeiro também não está tão longe (+ou- 250 km), então é comum encontrar muitos cariocas pelas trilhas do Parque.

Carro ou ônibus? Qual a melhor forma de conhecer Ibitipoca?

Que dá para chegar em Ibitipoca de ônibus, até dá! Mas a logística para chegar é um pouquinho complexa e envolve mais de um ônibus: um pra Juiz de Fora, um pra Lima Duarte e outro para Ibitipoca, MG.

Outro ponto desfavorável em ir de ônibus é que o Parque Estadual não fica tão próximo do vilarejo (3 km) e algumas pousadas e campings ficam mais longe ainda.

Então, na minha opinião, a melhor opção é ir de carro, próprio ou alugado.

Mas se você não tiver carro e não puder alugar um, vá de ônibus mesmo! O importante é não deixar de ir.

Alugando um carro

Se sua opção for alugar um carro, minha dica é: faça uma pesquisa no site da RentCars e compare os preços de várias locadoras.

Lá você tem a praticidade de alugar seu carro online, pagando o menor preço e ainda com a opção de parcelar em até 12x no cartão!

Espécie de lagarto fotografado no Parque Estadual do Ibitipoca
Um dos vários moradores do Parque

Como é a estrada entre Lima Duarte e Ibitipoca?

Digamos que os 28km entre Lima Duarte e Ibitipoca não foram uns dos melhores trechos em que já passei na minha vida… 😅

Na verdade a estrada é de terra e um tantinho precária.

Indo em época de seca, a probabilidade de pegar poeira no caminho é alta, e se você for no período de chuva, vai pegar “um pouco” de lama e a estrada mais esburacada.

Nós já fomos tanto na seca, quanto na chuva e deu pra chegar lá tranquilamente com um carro de passeio.

O segredo é não ter pressa… Fomos bem devagar, desviando dos buracos, curtindo a paisagem e quando percebemos já estávamos em Ibitipoca, MG.

Importante: na cidade não tem posto de gasolina e muito menos caixa eletrônico. Então, se for preciso, abasteça o seu carro e saque dinheiro em Lima Duarte.

Como é o clima?

Ibitipoca está em uma região de serra, a mais de 1200 metros de altitude, e possui um clima tropical de altitude.

No verão, os dias são quentes e as noites são frias. No inverno, os dias são frios e as noites geladas (podendo chegar a 4 ou 5 graus)!

Então, não importa a época do ano que vá, sempre leve com você roupas quentinhas.

Leia também: O que fazer em Carrancas (MG)?

Ibitipoca MG: Cachoeira dos Macacos
Cachoeira dos Macacos

Qual a melhor época do ano para ir a Ibitipoca MG?

Ibitipoca é marcada por dois períodos bem diferentes: o inverno seco e frio e um verão quente e chuvoso.

O período de chuvas estende-se de outubro a meados de abril, e se intensifica entre dezembro e fevereiro.

Uma grande desvantagem de ir nos meses mais quentes é que a chuva pode atrapalhar um pouco o seu passeio.

Por outro lado, o período de calor é o melhor para quem quer tomar um banho nas cachoeiras e piscinas naturais do Parque. Lembrando que água de cachoeira já é fria, em lugares de altitude então ficam geladas!

Se você quiser evitar o frio e se arriscar nos meses mais quentes e chuvosos, minha dica é: acompanhe as previsões e, se próximo à sua viagem estiver chovendo muito, considere cancelar a ida e remarcar a viagem.

Se você pretende fazer as trilhas do Parque e não quer arriscar (ou arriscar menos), considere ir entre maio e início de setembro.

Lado bom de ir no inverno:

Muitos viajantes optam por ir no inverno para curtir o friozinho da serra e também para pegar os festivais que agitam Ibitipoca MG neste período.

Tanto o Ibitipoca Jazz quanto o IbitiBlues ocorrem no meio do ano. Outro festival bem animado que rola no Vilarejo é o Ibitipoca Offroad.

Ibitipoca MG: Parque Estadual

E se chover?

Infelizmente, se chover não dá para visitar o Parque. ☹

A incidência de raios nos descampados é gigantesca, o que se torna um perigo para visitantes desavisados.

Em dias de chuva, a melhor opção é aproveitar a gastronomia do vilarejo ou mesmo curtir um dia preguiçoso na pousada.

Em Tupi-guarani, Ibitipoca significa “serra que estoura”. O nome é devido à grande incidência de raios e trovões na região.

Final de semana, dia de semana ou feriado?

Ibitipoca, há uns 5 anos atrás, era um lugar bem menos conhecido. Mesmo nos finais de semana o Parque não enchia muito…

Mas agora, a vila e o Parque estão cada vez mais populares e todo mundo quer conhecer a famosa Janela do Céu (e tirar uma muitas fotos, é claro).

Nos feriadões então, o Parque, que tem limite de visitantes, enche rapidamente. Resultado: quem gosta de dormir até mais tarde fica de fora.

durante a semana, o Parque fica bem mais vazio e a vila praticamente parada. Lembrando que o Parque não abre nas segundas-feiras.

O comércio começa a funcionar mais regularmente a partir de quinta-feira, sendo que sábado e domingo fica tudo mais movimentado, inclusive muitos bares tem música ao vivo.

Da última vez que estivemos em Ibiti, fomos em uma terça-feira e quase não encontramos restaurantes e bares abertos à noite.

Eu prefiro lugares mais vazios, mas também acho que conhecer e passear no vilarejo vale muito a pena. Então, minha dica é: se programe e vá numa sexta-feira, assim você pode fazer uma das trilhas logo na sexta, que é um dia mais tranquilo e ainda aproveitar o final de semana mais movimentado de Conceição do Ibitipoca.

Quanto tempo é suficiente pra conhecer Ibitipoca MG?

Três dias são o suficiente para fazer os três principais circuitos de trilhas do Parque.

Se o seu preparo físico for muito bom, até dá pra fazer 2 circuitos em um dia só.

Onde se hospedar?

Apesar de seu clima mais “roots”, Ibitipoca MG oferece opções de hospedagem para todos os tipos de bolsos e gostos.

Para escolher um lugar ideal para a sua estadia, considere que no centrinho tem várias opções muito boas e ficando por lá você não precisará se deslocar de carro para ir em um restaurante ou no mercado. Por outro lado, se preferir ficar em um lugar mais afastado do centro terá toda a paz e sossego do mundo!

Na nossa última vez por lá, preferimos a comodidade de ficar no centrinho e optamos pela Pousada Chalés Alternativas Centro.

Os chalés de lá são simples, mas bem agradáveis e com uma vista linda para o por do sol.

Pra quem quiser lugares mais econômicos, pode optar pelos Chalés Belo Vale ou pela pousada Chalé Canto da Vila.

Se a ideia é ficar em uma pousadinha mais confortável, dê uma olhada na Pousada Poente (já ficamos lá e foi ótimo!) ou nos Chalés VN.

Agora, podendo gastar (bem) mais, sem dúvidas eu ficaria no Reserva do Ibitipoca. Alem de ser luxuoso e contar com uma estrutura incrível, este hotel oferece um atividades exclusivas para seus hóspedes, entre elas ioga e passeios guiados pela propriedade, que além de ser uma área de preservação ambiental, possui cachoeiras particulares.

Se o seu negócio é acampar, em Ibitipoca existem alguns campings, mas o mais concorrido é o camping que fica dentro do Parque. Estando lá, você terá a oportunidade de iniciar as trilhas mais cedo que as outras pessoas, o que irá garantir maior tranquilidade em pontos concorridos como a Janela do Céu.

O preço do camping é R$ 60,00 por pessoa (em março/2019) e deve ser agendado previamente pelo telefone (32) 3281-1101.

Para mais opções, dê uma olhada no nosso guia de hospedagem em Ibitipoca MG.


Sobre o Parque Estadual do Ibitipoca

Como comentei no início do post, o Parque é principal atrativo turístico da região e suas trilhas, apesar de serem cansativas, proporcionam contato direto com muito verde, muita natureza e paisagens lindas.

A portaria do Parque está localizada a 3km do centro do vilarejo, e para chegar nela é bem simples. Basta seguir por uma via toda calçada.

Por questão de proteção ambiental, o número máximo de pessoas que podem acessar o Parque é de 1000 visitantes por dia. E ainda não tem como fazer reserva antecipada… o negócio é chegar cedo para garantir.

Por falar nisso, o Parque abre de terça a domingo, das 7h às 18h. Quando há algum feriado emendando com a segunda-feira, o Parque funciona também.

Atenção: Com as novas regras do Parque (jul/2019), o limite de visitantes que podem acessar a Janela do Céu passou a ser de 200 pessoas por dia. O acesso é garantido pela ordem de chegada.

Ibitipoca MG: Portaria do Parque
Portaria do Parque

Preços

O ingresso em dias de semana custa 20 reais e nos finais de semana e feriados o valor sobe pra 25 reais.

Crianças de até 5 anos não pagam e estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada.

Uma informação importante: dentro do Parque há estacionamento, porém com vagas limitadas e custa R$ 25 para carros e R$ 20 para motos.

Existe também a opção de deixar o carro de fora do Parque, porém a portaria fica a mais ou menos 1,5 km do início das trilhas, o que pesa bastante no final do dia.

Acredite, o estacionamento será o melhor investimento da viagem!

Quanto à estrutura, o Parque fornece o essencial para o turista.

Tem um centro de informações logo no começo das trilhas, onde a gente pode ver o mapa das trilhas, uma lojinha, banheiros com ducha e lanchonete.

Durante todo o trajeto das trilhas há placas (bem fotogênicas 💚) indicando o caminho e as atrações.

Agora que você já sabe como o Parque funciona, vamos ver como são os circuitos:


Circuito das Águas

Vamos começar com o mais fácil e o mais bonito – pelo menos pra mim 🙂

O Circuito das Águas é o menor dos trajetos (cerca de 5km, ida e volta), e também é o mais indicado pra quem quer aproveitar ao máximo as águas (geladas!) de Ibitipoca MG.

Ele tem um formato circular, e pode ser feito tanto em sentido horário (começando pela prainha) quanto anti-horário (sentido ponte de pedra).

Nós já fizemos das duas formas e achei que em sentido horário tem mais subidas e cansa mais. Pode ser só impressão, mas deixo registrada a dica! 😅

Além de muitas cachoeiras e lagos para nadar, neste circuito a gente passa por grutas e também pela famosa “Ponte de Pedra”, que é uma passagem imensa que as águas abriram em um paredão.

Por baixo da Ponte de Pedra, em Ibitipoca MG
Por baixo da Ponte de Pedra

Independente do sentido que você escolher para fazer o circuito das águas. Tire um tempo para curtir a cachoeira dos Macacos, que, na minha opinião, é o melhor ponto para nadar no Parque.

Para aproveitar bem este circuito, considere tirar um dia inteiro só para ele. Os 5km podem não parecer muito, mas são tantas paradas, tanta coisa para ver e fotografar que a gente acaba se perdendo nas horas e quando menos espera o dia já passou.

Circuito Pico do Pião

A maioria dos viajantes que passam por Ibitipoca MG ficam por lá só durante o final de semana e geralmente separam um dia para o Circuito Janela do Céu e um dia para o Circuito das Águas. O Circuito Pico do Pião quase sempre fica de fora do roteiro da galera.

Mas, apesar de ser menos famoso, o Pico do Pião também guarda lugares incríveis e paisagens lindas. Então, se você puder, considere faze-lo também.

O Circuito tem 11 km de extensão (ida e volta) e é feito em 4 ou 5 horas – acho que levamos bem mais que isso 😅.

As principais atrações deste trajeto são a Gruta do Monjolinho, a Gruta do Pião, a Gruta dos Viajantes e o próprio Pico do Pião.

Dica 1: leve com você uma lanterna para poder entrar nas grutas.

Dica 2: se quando entrar em alguma caverna encontrar bichos voando que pareçam morcegos, das duas uma: podem ser morcegos mesmo, ou podem ser uma espécie de andorinha bem comum na região e que nidifica dentro das cavernas. (Por isso a importância de levar lanterna hehe)

As trilhas que levam ao Pico do Pião são de fácil acesso, o que pega mesmo é que o caminho é íngreme, o que torna a caminhada um tantinho (nem tão pouco assim) cansativa.

O Pico do Pião é o segundo ponto mais alto do Parque (1.720 metros) e lá do alto você terá uma visão de todo o Parque. No topo há também a base e o altar do que foi uma capelinha, construída na década de 30 e que não resistiu ao tempo.

Nós nos esforçamos, subimos o pico e no final demos um azar bem grande: a neblina encobriu toda a paisagem e simplesmente não nos permitiu ver nada… Tudo bem, quem sabe na próxima 🙂

Na volta, a melhor opção é tomar um banho no Circuito das Águas e renovar as energias para sair à noite no Vilarejo.

Janela do Céu + Pico do Pião

Se você estiver muito animado(a), mas muuuuuito animado(a) mesmo, há a opção de fazer o “combo” Janela do Céu + Pico do Pião em um mesmo dia.

Geralmente as pessoas mais destemidas e que encaram este desafio fazem todo o Circuito da Janela do Céu e, uns 2km antes do final do percurso, desviam para o Pico do Pião.

Se você quiser encarar, é só seguir a placa que indica o início da trilha do Pico do Pião. Não tem erro.

Circuito Janela do Céu

O terceiro e último circuito guarda a principal joia de Ibitipoca: a Janela do Céu.

A gente anda, anda, anda… sobe, sobe, sobe… reclama, reclama, reclama… e quando pensa que tá chegando… ainda tem muito o que andar. 😓

O Circuito da Janela do Céu é o maior dos três e, de ida e volta, dá ao todo 16 km.

E se fosse só 16km andando já não seria pouco, mas pra pesar ainda mais, todo o percurso é praticamente composto de subidas e descidas (mais subidas do que descidas, pode acreditar 😂).

Quando a gente já tá quase jogando a toalha, a trilha pesada desvia do descampado e nos leva para uma descida.

Ufa! Até que enfim!

Ali, degraus de uma escada rústica feita de madeira nos conduzem por uma mata fechada que dá em um riacho. A água dele brota de uma nascente próxima, e vem tão fria que chega a dar arrepios.

Mesmo assim, o gelo da água acaba nem sendo sentido e todo o cansaço e o calor da subida desaparecem assim que nos deparamos com a Janela… A vista que se tem de lá é algo que nos deixa incrédulos!

Acho bem difícil que você nunca tenha ouvido falar da Janela do Céu, mas se realmente não conhece, saiba que o lugar é um paredão imenso de onde despenca este pequeno riacho frio.

No entorno da queda, a mata mais fechada forma uma moldura, uma espécie de “janela”, que dá vista para uma infinidade de florestas e morros. Daí o nome.

Ibitipoca MG: A famosa Janela do Céu
A famosa Janela do Céu

Depois de um tempo para recuperar o fôlego, fotografar e curtir o lugar, é hora de continuar a caminhada.

Você até pode retornar da Janela pela trilha que veio, mas o melhor mesmo é seguir em frente e retornar por outro caminho.

Saindo da Janela, poucos metros adiante você passará pelo alto da cachoeirinha, que tem cerca de 35 metros. O visual do alto também é lindo, mas o melhor ainda está por vir.

Continue andando e desça pela trilha que leva para uma mata. Após alguns metros você encontrará a cachoeirinha e sua “praia particular“. Este é mais um ponto super gostoso pra tomar um banho antes de retornar.

Além da Janela do Céu e da Cachoeirinha, também são pontos de interesse: o Cruzeiro, a Gruta da Cruz, o Pico da Lombada (ponto mais alto da trilha), a Gruta dos Três Arcos, a Gruta dos Fugitivos e a Gruta dos Moreiras.

É bom saber:

– Para fazer este Circuito, quanto mais cedo você sair, melhor. Começando a trilha cedinho, você terá mais tempo para curtir cada lugar e poderá passar em todos os pontos de interesse. Fora que chegando mais cedo, provavelmente encontrará a Janela mais vazia. (lembrando que o Parque abre às 7h!)

– Como comentei, Ibitipoca MG está cada vez mais conhecida e a Janela do Céu cada vez mais procurada. Dependendo da época (feriadões, por exemplo), mesmo com o limite de visitantes, a atração fica impossível – já li relatos de pessoas que passaram 4 horas na fila para conseguir chegar na Janela para tirar uma foto ou mesmo só para olhar a paisagem.
Moral da história: se puder, evite viajar em feriados. E se puder fazer esta trilha em uma quinta ou sexta-feira, melhor ainda. Tenho certeza que assim você vai aproveitar muito mais!

– Muito cuidado na hora de chegar próximo à borda da Janela do Céu. Em 2016, por exemplo, uma jovem caiu lá do alto ao posar para uma foto – Veja a matéria aqui.

Outras atividades

Além das trilhas do Parque, existem também outras atividades especiais oferecidas por agências de turismo da região.

Entre as opções estão tours de 4×4 nas estradas das serras e até mesmo um passeio que leva até a parte baixa da Janela do Céu, passando por uma propriedade particular.

Não fizemos estes passeios, mas caso se interesse, no TripAdvisor dá para encontrar algumas opções de agências.

Sobre o Vilarejo de Conceição do Ibitipoca

Sou suspeito pra falar sobre a vila de Conceição do Ibitipoca! Simplesmente adoro aquele lugar!

O espaço é pequeno e tudo é bem simples, mas o Vilarejo tem uma vibe tão gostosa, tão tranquila, que nos dá a impressão que o tempo por lá passa mais devagar e nossas preocupações diminuem.

Por ser uma vilinha de interior, acaba que falta uma ou outra coisa, é verdade.

Por exemplo, não há postos de gasolina ou caixas e eletrônicos ou bancos… Tudo isso só é encontrado em Lima Duarte.

Então, a melhor coisa a se fazer é ir para Ibitipoca já preparado (a). Leve dinheiro (grande parte dos lugares não aceita cartão) e abasteça o carro.

Sinal de celular, pega? Até pega, mas bem mais ou menos e a depender da operadora. Mas você nem vai sentir falta de internet, pode apostar!

Sobre a vila, a melhor dica que eu te dou é: explore cada cantinho de lá!

Entre nas lojinhas de artesanato, experimente a Ibit Beer (cerveja artesanal local), curta os bares e restaurantes, conheça o Portal da Serra (o “ibiti-shopping”), ande pelas ruazinhas de paralelepípedo, prove o famoso pão de canela, coma um docin de leite e vá conhecer a igreja de Nossa Senhora da Conceição e a Igreja do Rosário, que são super bonitinhas.

Candeias Blues Bar

Em Ibitipoca existe um bar que é praticamente uma lenda: o Candeias Blues Bar, também conhecido como Bar do Firma.

A pegada do bar é meio alternativa e sua decoração é bem inusitada.. se é que posso chamar aquele monte de objetos empilhados e espalhados de decoração kkk!

Tem pedaços de bonecas, sabugos de milho, garrafas vazias, recortes de revistas e jornais, discos arranhados, maços de cigarros e isqueiros, anões de jardim, pedaços de raízes e galhos, penas de aves, violões e tudo o que você possa imaginar pendurado ou espalhado pelo bar 🤣

Uma das atrações do lugar é um engenhoso sistema que distribui cachaça e licor para os visitantes. Por meio de cordas, as bebidas descem do teto do bar para cada mesa. Uma loucura!

O famoso pão de canela
O famoso pão de canela

Onde comer?

Existem vários restaurantes e bares em Ibitipoca,MG. E tem até bistrô, olha só!

Mas, de todos os lugares que visitamos, os que mais curtimos e indicamos são a Pizzaria Serra Nostra e o bistrô Serrafina.

Pizzaria e Restaurante Serra Nostra

Já estivemos na Pizzaria Serra Nostra para almoçar e também para aproveitar uma noite de pizza. Gostamos bastante!

O cardápio de pizzas é bem variado e os preços ficam entre R$40 a R$60 para as pizzas médias e R$60 a R$88 para as pizzas grandes.

Há outras opções como como lasanha, espaguete, porções e caldos.

Os pratos executivos custam em média R$30,00 e são bem servidos.

E se quiser aproveitar, pode experimentar na Serra Nostra a IbitBeer ou outras cervejas da região, como a Rio Preto.

Espaço Gastronômico Serrafina

Da última vez que estivemos em na cidade resolvemos dar um pulinho no Serrafina e gostamos bastante do bistrô.

O charmoso restaurante serve vários tipos de massas caseiras, mas também oferece a culinária mineira de forma leve e saborosa. Os temperos são todos orgânicos, colhidos na própria horta do restaurante.

O ambiente é todo decorado e o atendimento foi bem atencioso.

Minha escolha foi o fettuccine com tiras de alcatra, manjericão e tomates (R$ 45,00) e a Geisi foi de fettuccine ao funghi (R$42,00)

Quanto a sobremesa, ficamos tão satisfeitos que não pedimos, mas depois que retornarmos lá, volto aqui e conto como é o Moussecake de Chocolate à Serrafina, que quero muito provar! 🤤


Informações finais

  • Para as trilhas do Parque, leve água com você. Em média, levamos 1,5l por pessoa, por dia.
  • Vá com roupas leves para usar durante o dia e tênis para encarar as trilhas
  • Não se esqueça de levar lanche para o passeio!
  • Se proteja do sol: vá com óculos escuros, boné/chapéu e protetor solar. O sol em por lá é bem forte!
  • Ibitipoca costuma ser gelada à noite: não esqueça o casaco.
  • Apesar de muitas pousadas na cidade serem pet-friendly, o Parque não aceita a entrada de animais.
  • Se você se deparar com animais selvagens na trilha – como o famoso lobo-guará – não os alimente.
  • Não retire qualquer tipo de planta da Parque, além de ser ilegal, esta atitude causa danos à flora local.
  • Recolha seu lixo.
  • Não deixe de experimentar o pão de canela. 😉

Bom, reuni neste post todas as informações que foram úteis pra gente nas vezes que estivemos em Ibitipoca e que acredito que serão importantes para que você possa conhecer este lugarzinho especial também.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre Conceição do Ibitipoca ou sobre o Parque, deixe um comentário neste post!

E se você já conhece Ibitipoca e quer dar dicas ou deixar um relato, a caixa de comentários é toda sua! 😃


Tudo para a sua viagem

Hospedagem
Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o Booking você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.
 Seguro Viagem
Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo. Sempre reservamos nosso seguro através destes sites. Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros. Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!
Alugue um carro Alugue um carro
Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.
Passagens aéreas baratas
Procurando passagens aéreas? Dê uma olhada no Passagens Promo, que tem sempre ofertas imperdíveis! Através do Passagens Promo, você obtém uma relação atualizada instantaneamente por ordem de preços dos vôos. São milhares de trechos exclusivos, com tarifas diferenciadas e até 65% de desconto.

Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Author

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

33 Comments

  1. Boa tarde! Amei as infos!! Todas maravilhosas! Vou na semana que vem e soube que agora o parque passou a abrir as segundas. Obrigada por todas as dicas!

    • Geisiele Carvalho Reply

      Olá Mariana! Feliz em saber que curtiu 😍
      Obrigada pela info, vamos atualizar o post!
      Depois conte pra gente como foi sua viagem ❤️

  2. Vou pra Ibitipoca esse final de semana, e esse post foi essencial pra me programar e fazer desse passeio inesquecível como realmente parece ser. Obrigado pelas dicas. Ibiti aí vou eu! 😃

    • Geisiele Carvalho Reply

      Uhuu, que ótimo saber disso, Luan!
      Ibitipoca é um destino muito especial, tanto que já fomos 3 vezes e pretendemos voltar.
      Depois conta pra gente como foi sua trip!

  3. Ótimas dicas,estamos indo nesse fds e com todas essas dicas já preparei um roteiro pra aproveitar muito esse lugar espetacular.

  4. Me tire uma dúvida por favor, pra chegar na famosa Janela do Céu só é possível a pé e tem que andar 16 km, é isso mesmo? Estou querendo conhecer, mas isso me desanimou um pouco…rs

    • Flávio Borges Reply

      Olá Raul!

      Para chegar na Janela é só caminhando mesmo.
      Os 16km (8 ida e 8 volta) exigem um pouco da gente, já que tem bastante subida, mas no caminho tem alguns mirantes e também grutas, então você pode fazer algumas paradinhas para retomar o fôlego.
      No final você vai ver que o esforço vale a pena com certeza! Já fomos duas vezes e acho que voltaremos uma terceira hehe

      Um abraço

  5. Olá…
    Adorei as dicas, certamente me ajudará em minha ida a Ibitipoca!
    Pode me dizer se conseguimos fazer as trilhas sozinhos ou é necessário contratar um guia?

    Obrigada 🙏

    • Flávio Borges Reply

      Olá Renata.

      As trilhas do Parque são bem sinalizadas, não é necessário guia não 🙂

      Abraços

  6. O melhor blog que li, muito bom ,vamos pra lá em maio, vou pegar várias dicas aqui.

    • Flávio Borges Reply

      Opa! Valeu pelo retorno Marcos!

      Ibitipoca é show. Vocês vão curtir demais 😉

  7. Nossaaaaaa!!! Bateu saudade!!! Ibitipoca é realmente d ++++, vibe super alto astral. Vcs esqueceram de mencionar o Bar do Firma ou Candeias Blues, o bar mais legal do mundoooooo… quem for para Ibiti tem que conhecer!!! Astrilhas são lindas, a da Janela do Céu cansativa mas, vale muito a pena, inclusive ficar na fila para fotografar..ahahaaaa pq dependendo do período em for visitar, tem fila para fotografar. Resumindo, cidade lindaaaa!!! Só podia ser O Grande Artista!!! Deus!

  8. Viviane Carneiro Reply

    Ibitipoca é um verdadeiro paraíso para quem curti a natureza. Já fui duas vezes e simplesmente amei.

  9. Viajante Comum Reply

    Essa viagem está na minha lista! Talvez role na road trip das férias, então, já salvando essa lindeza de post! Beijos!

  10. Cada foto linda, hein? Lugar incrível, me lembrou um pouco a Chapada dos Guimarães.
    Não conhecia, mas agora coloquei na minha lista.

  11. Ótimas dicas, só estamos esperando o João Pedro crescer mais um pouco para levá-lo para conhecer nossos parques e chapadas! Parabéns pelo post!

  12. Diego Arena Reply

    Que lugar lindo! Adorei seu relato e suas fotos estão incríveis! Vontade de ir pra la .. Agora! Parabéns pelo post!

  13. Quanta foto linda! A vista dessas trilhas são maravilhosas! <3 Confesso que não sou a rainha da atividade física, então provavelmente me cansaria fácil haha porém essa vista com certeza compensaria!
    E essa pedra amarelada da janela do céu não escorrega não?? Dá muito medo olhando a selfie que vcs tiraram de cima hahaha Parece que se escorregar, já foi.. haha

    • Flávio Borges Reply

      Olha, nem vou falar que estamos esperando vocês aqui em Minas pra gente fazer este passeio, né?
      Ibiti realmente exige um pouquinho de esforço, mas nada sobrenatural (a Geisi tá ai de prova que dá pra sobreviver a ida à Janela do Céu 😂😂😂).
      Quanto à pedra amarelada, ela é amarela por causa da cor da água que possui uma grande concentração de minerais… ela não escorrega não (mas também não testamos muito! kk!)

      Um abraço!

    • Flávio Borges Reply

      Olá Michela! A vila de Conceição do Ibitipoca é superaconchegante mesmo.

      Abç!

  14. Achei as três opções de roteiro de percurso que vocês citam no texto bem atraentes, o que me leva a pensar que é um local para ser visitado mais de uma vez, exatamente como vocês fizeram.

    Achei a vista das fotos que vocês postaram magníficas! Além do mais, esse contato com natureza é energizante não é mesmo?!

    • Flávio Borges Reply

      Realmente, Analuiza! Um fim de semana para Ibitipoca é pouco. O negócio é ir com calma, conhecer o parque, tomar um banho energizante de cachoeira, comer um pãozinho de queijo quentinho com um cafézim, tomar uma cerveja artesanal…
      Acho que 5 dias por lá já está de bom tamanho pra curtir bem!

      Um forte abraço!

  15. Que lugares lindos!! Amei! Morro de vontade de conhecer Ibitipoca e esse artigo é um empurrãozinho pra realizar logo essa viagem! Muito bom!

    • Flávio Borges Reply

      Olá Alessandra! Ibitipoca é um destino brasileiro que vale o esforço para conhecer!
      Abraços!

Write A Comment