Puerto Varas fica no sul do Chile, na região dos Lagos, e é uma cidadezinha muito charmosa. Localizada às margens do Lago Llanquihue e com uma vista estonteante dos vulcões Osorno e Calbuco, é uma ótima pedida para desacelerar e aproveitar alguns dias de descanso e contato com a natureza. Confira agora o que fazer em Puerto Varas, com uma sugestão de roteiro de três a cinco dias pela região!


Salve a imagem no Pinterest e não perca estas dicas!

Puerto Varas, Chile

Puerto Varas, Chile: Sobre a cidade

A cidade de Puerto Varas fica às margens do Lago Llanquihue, o segundo maior lago do Chile, e tem estações bem definidas, que influenciam diretamente no turismo na região.

No verão a cidade é super movimentada, sol, céu azul, tudo conspira para quem quer fazer atividades ao ar livre.

No inverno as chuvas são mais intensas, o clima é bem frio e a cidade recebe menos turistas, o que torna os preços dos hotéis mais atrativos. Além disso, nessa época é possível esquiar no vulcão Osorno!

Se em Pucón não tivemos a chance de ver o vulcão Villarrica, por conta dos dias muito nublados, em Puerto Varas pudemos nos encantar praticamente o tempo todo pelo Osorno e pelo Calbuco, ambos ativos.

Puerto Varas - Vulcão Osorno
Vulcão Osorno com o cume encoberto por nuvens

O vulcão Osorno possui 2,652 metros de altitude e sua última erupção foi em 1869. Já o Calbuco quase atrapalhou os nossos planos de conhecer o sul do Chile, pois com a erupção no final de abril (2015), vários aeroportos foram fechados e os vôos cancelados devido a enorme quantidade de cinzas.

No final das contas deu tudo certo, e o único lugar que não conseguimos visitar foi a Reserva Nacional  Llanquihue, que se encontrava fechada por conta da erupção.


Navegue pelo post:


Como chegar a Puerto Varas, no Chile

Como disse ali no comecinho do post, Puerto Varas fica na região sul do Chile. O aeroporto mais próximo fica a aproximadamente 22 km, na cidade vizinha de Puerto Montt.

Para quem vem direto de Santiago (o que é o mais comum) essa é a melhor opção, por conta da distância entre as duas cidades: são mais de 1000 km!

Os voos são operados pelas companhias Sky, Latam e Jetsmart, duram menos de duas horas, e dá pra encontrar passagens por menos de R$200 ida e volta*!
*em dezembro de 2019

Dá pra ir de ônibus de Santiago para Puerto Varas? Dá! Mas se prepare, pois percurso dura quase doze horas. Algumas empresas que fazem esse trecho são a Pullman, a E.T.M, a Cruz del Sur e a Condor Bus.

Você também pode optar por dividir a viagem e conhecer algumas cidades pelo caminho, como fizemos: de Santiago fomos para Chillán (de trem), depois de Chillán para Pucón e de Pucón para Puerto Varas (de ônibus).

Em Pucón compramos as passagens com a empresa JAC, e levamos pouco menos de 5 horas para chegar a Puerto Varas (cerca de 340 km).

Puerto Varas à noite
Puerto Varas à noite

Onde se hospedar em Puerto Varas

Puerto Varas oferece uma grande variedade de hospedagens, entre pousadinhas mais simples à hotéis 5 estrelas.

No inverno as tarifas caem bastante, sendo possível ficar em excelentes hotéis por preços inacreditáveis!

O melhor lugar para se hospedar é próximo à orla do Lago Llanquihue, já que é por ali (ou a uma curta distância caminhando) que ficam as principais atrações e restaurantes da cidade, além da vista cinematográfica, é claro!

Veja algumas opções super legais:

Opções econômicas

Bom custo-benefício

Opções mais confortáveis

Hotéis de luxo

** Nós nos hospedamos no Cabaña del Lago e só temos elogios a fazer. A localização é privilegiada, às margens do Lago Llanquihue, com os vulcões ao fundo e próximo ao Mirador Puntilla.

O quarto que ficamos era bem grande (suíte del volcán), com uma enorme janela de vidro, mesinha e cadeiras, onde eu poderia ter passado todos os dias só admirando a paisagem <3

Também tem várias opções de bons restaurantes nas proximidades, além de ser super tranquilo ir caminhando até os principais pontos turísticos do centrinho.

O café da manhã é bem gostoso, com uma enorme variedade de kuchens (um bolo alemão que lembra a nossa cuca). Dentro do hotel há um bar e um restaurante, ambos com vista pros vulcões, assim como a piscina aquecida.


Puerto Varas - Lago Llanquihue

Qual a melhor época para visitar Puerto Varas?

Apesar de o verão ser considerado alta temporada, conhecer a cidade no inverno também pode ser uma boa opção: preços mais baixos, cidade vazia e paisagens nevadas <3

Durante o inverno as temperaturas são bem baixas (entre 3 e 11 graus), podendo atingir temperaturas negativas nos dias mais frios.

De forma geral, chove bastante na região (em média 200 dias por ano!), mas o inverno é o período mais chuvoso. Mas nada que possa estragar a viagem, já que normalmente as chuvas são fraquinhas e não duram o dia todo.

Nas outras estações do ano, a chance de dias claros e sem chuva aumentam, e consequentemente o número de visitantes (e os preços!) também.

Nós estivemos em Puerto Varas no mês de julho e não tivemos qualquer problema por conta do clima. Na verdade até preferimos os dias mais frios, pra tirar do armário aqueles casacões que raramente conseguimos usar no Brasil haha.

Falando nisso, confira o post “O que levar na mala em uma viagem para o Chile?”, com todos os detalhes do que levamos para 21 dias de viagem pelo país, durante o inverno.


Seguro viagem: é obrigatório?

Não é obrigatório, mas é muito importante fazer um seguro viagem para qualquer lugar, principalmente destinos internacionais.

Viajar com a tranquilidade que um seguro viagem proporciona pode evitar inúmeras dores de cabeça durante suas preciosas férias. Afinal, qualquer pessoa – e em qualquer lugar do mundo – está sujeita a contrair uma intoxicação alimentar, ter a sua bagagem extraviada ou sofrer algum acidente durante a viagem.

➡ Tem alguma dúvida sobre seguro? Confira todos os detalhes sobre Seguro Viagem na América do Sul neste post.

Para contratar um seguro com o melhor preço, existem sites que comparam diversas seguradoras e apresentam as melhores opções.

Nós sempre utilizamos os sites da Seguros Promo e da Real Seguros para isso.

Clicando nos botões abaixo, você pode cotar o seu seguro já com o cupom de desconto aplicado:

* Com a Seguros Promo, pague no boleto e ganhe +5% de desconto!


O que fazer em Puerto Varas, no Chile: roteiro de três dias pela cidade (e arredores)

Há muito o que se fazer na região de Puerto Varas! Vou deixar uma sugestão de roteiro de três dias, que são suficientes pra conhecer o básico, mas ao final fica também uma listinha com outros atrativos caso você possa ficar mais tempo, combinado?

Ah! E não se prenda à ordem dos passeios aqui. Vale fazer qualquer alteração no roteiro pra encaixar a volta ao Lago Llanquihue num dia de sol (ou menos nublado), já que a grande cereja do bolo nesse passeio é a vista pelo caminho!

Dia 1 – caminhar por Puerto Varas

No primeiro dia, aproveite para caminhar sem compromisso pelas ruas de Puerto Varas.

Passeie pelos extremos da orla do Lago Llanquihue. Nesse trecho você vai passar pela igreja Luterana, pelo museu Pablo Fierro, pelo centro de informações turísticas (onde é possível comprar um mapinha da cidade), pelo Muelle (píer), pela Plaza de Armas e pelo Cassino. 

Puerto Varas, Chile: escultura de ferro

Ao final da orla (próximo ao hotel Cabaña del Lago) está o Mirador Puntilla, onde há uma escultura de ferro que representa a princesa Licarayén – conto a lenda dela logo mais! –  que deixa a vista dos vulcões ainda mais bonita.

Subindo a rua Klenner, próxima ao Mirador Puntilla, está o Cerro Phillipi. Mais à frente, na mesma rua, fica o Centro Cultural Estación, uma estação de trem desativada e que hoje funciona como um espaço para apresentações culturais.

Continuando a caminhada, a próxima parada é o Cerro Calvário. A colina abriga uma trilha com as estações da via sacra, e ao final, a vista que é o cartão postal da cidade: a igreja do Sagrado Coração de Jesus vista do alto, com o lago e os vulcões ao fundo (foto de capa deste post!).

De lá, desça pela rua Santiago até a Iglesia Del Sagrado Corazón de Jesus, que foi construída entre os anos de 1915 e 1918 e declarada Monumento Nacional do Chile em 1992.

Nas proximidades da igreja fica o Paseo Puerto Varas, um shopping com várias lojas, mercado e praça de alimentação.

Ao longo de todo o trajeto você verá várias casas de arquitetura alemã. Elas fazem parte de um circuito de casas coloniais que datam da época de fundação da cidade, e algumas podem ser visitadas.

Dica: anote os principais pontos turísticos (ou salve este post!) no seu celular e, quando for fazer o roteiro, vá jogando cada lugar no Google Maps.

…e dar um pulinho em Puerto Montt!

Se sobrar um tempinho nesse dia, recomendo uma passadinha rápida por Puerto Montt. (Também dá pra passear por lá antes de ir pra Puerto Varas, caso chegue de avião e decida alugar um carro no aeroporto)

Puerto Montt é uma cidade portuária, não é tão interessante quanto as demais da região, mas ainda assim possui alguns atrativos que valem a pena conhecer.

O ponto turístico mais visitado de lá é o Mercado (ou Palafitos) de Angelmó, que fica no final da principal avenida da cidade, beirando o mar.

Puerto Montt, Chile
Puerto Montt, Chile

Antes do mercado tem uma feirinha de artesanato com muitas coisas típicas do Chile, mas nada com preço muuuito atrativo (optamos por comprar lembrancinhas em Puerto Varas mesmo).

No Mercado tem muita coisa: peixes frescos, mariscos, verduras, legumes, queijos, manteigas e outras comidas típicas chilenas. Mas o que mais chama a atenção são os inúmeros restaurantezinhos que existem por lá.

Dependendo do horário em que estiver visitando a cidade , almoçar em um destes restaurantes é uma parada obrigatória! E escolher entre um deles é um desafio, pois em TODOS tem uma pessoa com a missão de vida de te fazer entrar lá dentro!

Depois de desviar de muitas pessoas que nos convidavam (insistentemente!) para almoçar, escolhemos um que estava mais vazio, e apesar da excentricidade do lugar (é sério, tinha MUITA coisa estranha pendurada por todos os lados haha), no final das contas foi uma experiência bem legal!

Fomos muito bem atendidos pelas duas senhoras do restaurante, com direito a caldillo de congrio quentinho e uma dose de pisco como ‘regalo’, além dos pãezinhos de entrada, bem comuns em quase todos os restaurantes do Chile.

Pedimos salmão e veio acompanhado de MUITA salada e papas fritas :-D. No final das contas, acho que um prato só daria pra duas pessoas. Comida delícia e preço amigo, como não amar?

Ali na beira da água costumam ficar vários leões marinhos e pelicanos tomando um solzinho ou à espera de uma possível refeição (sobras de peixes) oferecida pelos pescadores.

Outras coisas pra ver na cidade: o muelle (um píer bonitinho), a Plaza de Armas, dar uma volta na Costanera e ver a escultura Sentados Frente al Mar.

Caso queira mais comodidade e não se preocupar em ir dirigindo, é possível contratar um city tour que passa pelas duas cidades, assim como outros passeios na região.

Nossa indicação é a agência Denomades, que possui mais de 6 anos de experiência e oferece os melhores serviços no Chile e em diversos outros destinos da América do Sul.

O pagamento pode ser realizado com cartões de crédito, via PayPal ou transferência bancária, e todo o suporte ao cliente é feito em português! Confira todos os passeios oferecidos na região de Puerto Varas aqui.

Dia 2 – Fazer a volta ao Lago Llanquihue

O segundo dia é todo reservado para conhecer as cidadezinhas às margens do Lago Llanquihue e se encantar com as paisagens pelo caminho!

É possível contratar um tour com agência ou fazer a volta com carro alugado. Nós escolhemos a segunda opção e foi uma excelente decisão!

A estrada ao redor do lago é lindíssima e é impossível não querer parar a cada curva pra admirar e, é claro, fotografar. Indo de carro você não passa vontade e ainda pode ficar o tempo que quiser em cada lugar.

Quer alugar um carro também? Compare os preços entre as melhores locadoras através da RentCars!

Você pode dividir o valor em até 12x no cartão de crédito, em Reais e sem cobrança de IOF! Se preferir, também dá pra pagar na hora de retirar o veículo! 🙂

Recomendo alugar o carro no dia anterior ao passeio, para poder começar a volta cedinho e sem preocupações!

Llanquihue

Começamos a volta saindo de Puerto Varas em direção à cidadezinha de Llanquihue, que leva o mesmo nome do lago.

A palavra Llanquihue é de origem Mapuche (povo indígena que viveu na região) e pode ser traduzida em algo como ‘lugar afundado’.

Segundo a lenda, há muuuito tempo atrás quem vivia aos pés do Piri Pillén (vulcão Osorno) era o povo Huilliche.

O cacique da tribo tinha uma filha, Licarayén. A bela jovem se apaixonou pelo valente toqui Quitralpique, e se casariam na primavera seguinte.

Porém o espírito maligno que habitava o vulcão não gostou nadinha de ver a felicidade alheia e começou a lançar fogo, fumaça e enxofre, fazendo o chão tremer e destruindo as plantações do povo Huilliche.

O povo então se reuniu para tentar achar uma solução e conter a ira de Piri Pillén. Um velho desconhecido surgiu durante o conselho e disse que a única forma de acalmar o espírito seria sacrificando a jovem mais bela e de coração mais puro da comunidade.

A escolhida foi Licarayén. A jovem disse então que morreria feliz em saber que ajudaria a livrar seu povo do sofrimento causado por Piri Pillén.

Seu coração foi levado até a colina Pichi Juan (hoje Cerro Phillipi), junto a um pau de canela. Um condor apareceu e devorou seu coração, e levou o galho sagrado para a cratera do vulcão.

Pouco depois começou a nevar, e a neve durou anos, até que as chamas de Piri Pillén fossem apagadas. Com o derretimento da neve, formaram-se rios e lagos na região, entre eles o Llanquihue.

Leia o texto completo sobre a lenda aqui (em espanhol).

Logo que entramos na cidade demos de cara com essa vista: 

Cidade Llanquihue
Paisagem vista na cidade de Llanquihue

Não parece um cenário de filme? E isso é só o começo!

Mais à frente paramos o carro na margem do lago e aproveitamos pra curtir um pouquinho a vista dos vulcões e observar algumas esculturas de madeira que haviam por ali.

De Llanquihue seguimos para Frutillar, uma das cidadezinhas mais fofas que já conhecemos!

Frutillar

Estacione o carro na Costanera e tire umas horinhas pra caminhar pela orla do lago e curtir o visual.

Se o tempo colaborar, a vista do lago com o vulcão Osorno ao fundo vai te deixar hipnotizado(a). 

Pier de Fruttilar com o vulcão Osorno ao fundo
Pier de Fruttilar com o vulcão Osorno ao fundo

Ali na orla você vai encontrar casinhas em estilo alemão, vários cafés, igrejas, restaurantes, lojinhas, o muelle (píer) de 60 metros de extensão, que é o cartão postal da cidade, além de diversas esculturas, como um piano, uma harpa e notas musicais.

Avançando sobre as águas do Llanquihue está o belo Teatro del Lago, onde acontecem apresentações artísticas durante todo o ano. 

Aproveite para tomar um chocolate quente enquanto aprecia a paisagem!

Eu sei, dá vontade de passar o dia todo em Frutillar, mas temos muitos quilômetros (e paisagens de tirar o fôlego) pela frente!

Siga pela rodovia (e pare quantas vezes forem necessárias, afinal, é pra isso que alugamos um carro, né? hahah) até chegar em Puerto Octay.

Puerto Octay

Puerto Octay é mais uma cidadezinha com forte influência da colonização alemã.

Suas casinhas em estilo colonial, ‘praias’ de água doce e um mirante com vista para o Lago Llanquihue e para os vulcões são os principais atrativos.

Las Cascadas

Depois é a vez de passar por Las Cascadas, um pequeno povoado com cerca de 700 habitantes, às margens do Lago Llanquihue.

O grande atrativo aqui é uma cachoeira incrível de quase 50 metros de altura, ladeada por musgos e samambaias.

Se ainda tiver tempo, faça uma paradinha nos cafés ou quiosques à beira da rodovia entre Ensenada e Puerto Varas e experimente os deliciosos sanduíches de salmão e as kuchens, bolos de origem alemã e que fazem parte da gastronomia local.

Dia 3 – Conhecer o Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

Separe o terceiro dia na cidade para conhecer o incrível Parque Nacional Vicente Pérez Rosales!

É o parque nacional mais antigo do Chile e fica a aproximadamente 50 km de Puerto Varas. Entre suas principais atrações estão o vulcão Osorno, o Lago de Todos los Santos, o Cerro Tronador e os Saltos del Petrohué.

Você pode chegar lá dirigindo (e ter a chance de pegar o sol nascendo no caminho, atrás do vulcão Osorno, como fizemos!), com agência ou de ônibus.

Puerto Varas, Chile - Parque Nacional Vicente Pérez Rosales
Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

O Parque possui uma boa estrutura (recepção, banheiro, lojinhas e lanchonete) e a cor das corredeiras é algo hipnotizante, variando entre o verde esmeralda e o azul piscina.

Vale levar água e um lanchinho na mochila, além de estar com calçado fechado (e sem salto, de preferência) por conta das trilhas de terra/areia.

Confira mais informações sobre o parque neste post (em breve!).

Tarifas: crianças até 11 anos não pagam. De 12 a 17 anos 3.000 CLP (+/-R$17). Acima de 17 anos 6.000 CLP (+/-R$35)*
*valores consultados no site do CONAF em dezembro/2019


Puerto Varas - Chile

Tem mais dias disponíveis no roteiro?

Confira abaixo algumas sugestões de outras atrações próximas a Puerto Varas:

Esquiar no Vulcão Osorno – não é todo dia que temos a oportunidade de esquiar, ainda mais na encosta de um vulcão, né?

Rafting no rio Petrohué – para os amantes de uma boa aventura!

Cruce Andino – uma ótima opção de passeio pra quem quer dar uma esticadinha até Bariloche, na Argentina

Chiloé – um arquipélago formado por 30 ilhas, e entre elas a maior ilha do Chile!

Parque Nacional Alerce Andino e Parque Nacional Puyehue – para quem não abre mão do contato com a natureza. Percorra trilhas, bosques e se encante com a paisagem natural do sul do Chile!


Dicas de restaurantes e cafés em Puerto Varas

Cassis

O Cassis é um restaurante/lanchonete/café super concorrido em Puerto Varas. Fica à beira do Lago Llanquihue e possui dois pavimentos, inclusive mesinhas do lado de fora.

Fomos lá no final da tarde para um lanche e tivemos que esperar uns cinco minutos por uma mesa, e mesmo sendo baixa temporada estava LOTADO. Mas, como lemos boas recomendações do lugar, decidimos conhecer.

Primeira dica: um pedaço de torta/bolo dá tranquilamente para duas pessoas. Não consegui comer metade da que pedi. Os sucos também são bem grandes, tudo meio que proporcional ao preço haha.

O atendimento não foi tão bom, seria necessário o dobro de funcionários para conseguirem atender toda aquela gente… Mas é um lugar que vale a visita, tudo muito gostoso e bem servido.

Parentesis

Durante a viagem bateu aquela vontade de comer pizza. Encontramos o Parentesis pelo TripAdvisor e lá fomos nós.

Ele fica próximo ao Cassis, possui dois andares e o ambiente é bem agradável. A pizza tem a massa bem fininha e crocante, e uma leve camada de recheio, mas muito gostosa.

Estávamos com muuuita fome e tivemos que pedir duas grandes (pra duas pessoas). Se tiver a oportunidade de ir até lá, recomendo muito a pizza de camarão (deu água na boca só de lembrar *-*).

A pizza grande custa aproximadamente 8.000 pesos. O pisco de lá é bem gostoso e as cervejas artesanais, idem! Voltaria, sem dúvidas!

El Retorno

Depois de rodar todo o centrinho procurando lugar para almoçar, acabamos entrando no El Retorno. Foi uma pena ter descoberto o restaurante no final da viagem, pois foi o melhor custo-benefício da cidade.

Os pratos eram muito bem servidos e gostosos (creio que um prato dê para duas pessoas), o atendimento muito cordial e rápido na medida do possível.

Mais algumas opções de restaurantes em Puerto Varas:

  • Costumbrista Restaurant Casavaldes
  • Mesa Tropera
  • Sushi Bay
  • Vagli’s
  • El Pan de la Pao
Puerto Varas | Créditos: iStock

Compras

Puerto Varas é uma cidade meio cara, não espere encontrar preços melhores que os de Santiago (não que os preços lá sejam bons, né?).

Mas se estiver procurando por lembrancinhas, próximo à Plaza de Armas há uma feirinha de artesanato que vende todo o tipo de bugiganga que a gente quer comprar quando viaja. Tem ponchos, chaveiros, enfeites e outros tipos de suvenires, num precinho razoável.

Uma lojinha que também me encantou foi a Remember Me Chile, que fica na Rua San Francisco. Lá tem muuuitas opções de canecas, camisetas, tudo muito criativo e de muito bom gosto. O preço é mais salgadinho, porém acho que vale a pena.


Confira outros destinos imperdíveis no Chile:

Santiago | Atacama | Pucón


O que achou do post? Qualquer dúvida, dica ou informação adicional é super bem vinda! A caixa de comentários é toooda sua!


Siga nossas redes sociais para não perder nada do que rola por aqui!


Créditos foto de capa: iStock.


Tudo para a sua viagem:

Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o BOOKING você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.


Fique em lugares privativos e confortáveis com espaço para você, família e amigos!
Cadastre-se no AIRBNB usando esse link, faça sua primeira reserva com 130 reais de desconto!


Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo.
Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros.
Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!


Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.


Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Mineira, é formada em Sistemas de Informação com Pós em Administração e Marketing. É apaixonada por conhecer culturas diferentes e passa horas na internet programando as próximas viagens. Adora dividir suas experiências no blog e ajudar outros viajantes a conhecer novos lugares!

Escreva um comentário