Câmeras, lentes, filtros, celular, GoPro, drone, carregadores, notebook, baterias e muitos cartões de memória. Fotografar viagens, além de ser algo que adoramos, é também essencial para mantermos este blog funcionando. Por isso, acaba sendo inevitável: sempre que pegamos a estrada, a nossa mochila de equipamentos acaba indo cheia.
Quer descobrir tudo o que levamos dentro dela? Vem comigo que te mostro!


Salve no Pinterest para ler mais tarde!

Equipamentos fotográficos - fotografia de viagem - pin

Por muito tempo, tudo o que levávamos para fotografar viagens era uma câmera compacta e o celular. O objetivo até então era somente registrar as nossas viagens e compartilhar as fotos com nossos amigos e familiares.

Em 2015 resolvemos criar o Viajando na Janela e tudo mudou. O blog, que inicialmente era para ser somente um hobby, se tornou uma profissão. Por consequência, veio também a necessidade de adquirirmos equipamentos melhores para conseguirmos capturar imagens com mais qualidade para ilustrar as nossas publicações.

De lá pra cá, nos dedicamos a aprender sobre fotografia e, pouco a pouco, compramos câmeras e assessórios mais avançados. O que antes cabia no bolso, agora ocupa uma mochila inteira.

Mas, veja bem, você não precisa de tantos equipamentos enquanto viaja. Nós só carregamos tantas coisas por que realmente é necessário para nosso trabalho. Câmeras e assessórios não são objetos baratos (muito pelo contrário!), e por isso vale a pena pensar bem antes de dar um upgrade nos equipamentos. Sem falar que viajar com câmeras pesadas e muitas lentes não é nada prático.

Equipamentos fotográficos - fotografia de viagem

Confira abaixo tudo o que usamos para registrar as nossas viagens e algumas dicas sobre equipamentos e acessórios fotográficos:


Equipamentos fotográficos - fotografia de viagem - camera 6d

CÂMERA PARA VIAGEM
Canon 6D Mark

O corpo é um pouco mais leve do que outras câmeras da mesma categoria (770 gramas) e ela é bem rápida. Dá para segurar o dedo no botão do clique enquanto a câmera faz um montão de disparos sequenciais.

Se por um lado a Canon 6D é grande e um pouco pesada, por outro ela entrega fotografias com uma qualidade incrível, tem preço mais acessível do que outras câmeras fullframe e possui recursos modernos como wi-fi e gps.

A Canon 6D Mark é a nossa principal câmera de viagem e, mesmo sendo uma fullframe de entrada, ela supera todas as expectativas. Com sensor grande, a câmera apresenta um bom desempenho mesmo em ambientes com pouca iluminação.

A questão do custo x benefício foi um dos principais motivos que nos fizeram optar pela 6D e não nos arrependemos nem um pouquinho!


Curiosidade: Por muito tempo, a Canon T3i – que é uma câmera cropada mas que também tem uma qualidade muito boa para fotos e videos – foi a nossa câmera principal.

Suas versões posteriores são equipamentos perfeitos para quem está querendo iniciar na fotografia.


LENTES E FILTROS PARA VIAGEM

24-105mm f/4 L

Versátil, resistente e com qualidade de primeira. Muitos fotógrafos utilizam a 24-105mm f/4L em viagens e nós também estamos nesse grupo. Se destacando também pela praticidade, a 24-105L favorece a fotografia em diversas situações.

Com o zoom que os 105 milímetros proporciona, é fácil buscar objetos mais distantes ou mesmo conseguir capturar um detalhe com um belo desfoque de fundo usando aberturas maiores (efeito bokeh). Já com a distância focal de 24mm, temos uma lente grande angular que favorece o enquadramento de paisagens ou um grupo de pessoas e/ou objetos em uma cena.

A construção da lente também é um ponto positivo. Em viagens é comum estarmos expostos à poeira, chuva, neblina, areia… mas a 24-105 possui o corpo selado, ou seja, suas aberturas são vedadas por borrachas que impedem a entrada de pequenas partículas e até mesmo de água! Isso impacta diretamente na durabilidade do equipamento.

Como desvantagem, a lente não é pequena e também não tem grande abertura (f/4).

Mas, assim como a câmera 6D, as vantagens da 24-105 se sobressaem em relação às suas desvantagens, por isso tantas pessoas tem essa lente no seu kit.

Na prática, se estamos viajando por alguma cidade, com a 24-105 conseguimos registrar o movimento dos carros nas ruas, fazer retratos de pessoas, fotografar comidas, detalhes de edifícios ou até mesmo prédios inteiros sem ter que ficar trocando lentes. A 24-405 é uma verdadeira lente coringa!

Filtro Polarizador

Para reduzir reflexos em superfícies (como a água e o vidro) e trazer mais cores e contraste para as fotos, usamos um filtro polarizador na 24-105. Além disso, o uso do filtro ajuda também na proteção do vidro da objetiva.

Usamos um filtro da Hoya e indicamos a marca de olhos fechados.

E aqui fica mais uma dica: não adianta ter câmera e lente de primeira linha e querer economizar comprando um filtro de baixa qualidade.

50mm f/2.8

Não considero a lente 50mm como uma lente essencial para se levar em uma viagem, mas como é pequena e leve, muitas vezes ela acaba indo com a gente.

Essa é uma das lentes mais baratas da Canon e mesmo assim é um equipamento muito bom.

A 50mm é considerada uma lente ideal para retratos e a sua abertura grande proporciona um efeito lindo. Dominando a técnica é possível conseguir fotos criativas com um primeiro plano bem nítido e aquele belo desfoque ao fundo.

Por outro lado, a 50mm é uma lente fixa, ou seja, não tem zoom. Isso torna o seu uso um desafio maior!

Dica: A 50mm é uma lente perfeita para fotografar comida!

Canon 70-300 IS Usm

A 70-300 IS Usm entrou para o nosso kit para suprir a necessidade de zoom em situações em que não podemos chegar muito próximos do que estamos fotografando. Um exemplo são as ocasiões em que queremos fotografar a vida selvagem.

Além do zoom potente, a 70-300 tem a capacidade de aproximar os planos, dando uma perspectiva de que o fundo está mais próximo e maior do objeto a ser fotografado. Você já viu aquelas fotos em que a lua fica imensa na imagem? Geralmente elas são feitas com lentes assim.

Mas assim como a 50mm, a 70-300 não viaja com a gente todas as vezes. Além de ser grande e pesada, seu tamanho chama a atenção, o que não é conveniente e nem muito seguro em determinados lugares.

Foto com a lente 70-300 mm

DRONE|
Mavic Air

Imagens super interessantes por perspectivas diferentes. Com um drone somos capazes de fazer capturas inspiradoras, mostrando paisagens cênicas de um ponto de vista bem incomum. Não tenho dúvidas de que do chão a gente consiga fotos incríveis, mas o drone leva a fotografia de viagem a um outro nível!

Foto com Mavic Air

Compramos um drone há pouco mais de um ano, o Mavic Air, e simplesmente adoramos. As fotos que fazemos com ele nos permite dar uma noção melhor para as pessoas dos destinos que visitamos, além de serem chamativas, por mostrarem a paisagem de um ângulo diferente.

E porque escolhemos o Mavic Air? Porque ele é leve (pesa 249 gramas) e pequeno (tem cerca de 14 cm). O preço também é mais baixo do que outros drones.

O mercado de drones está evoluindo muito rápido e já existem vários tipos no mercado. Mas, atualmente, o Mavic Air ainda é considerado um dos melhores drones para viajantes.

Outras boas opções são o Mavic Air II (versão mais recente do nosso) e o Mavic Mini , ambos da DJI.

fotografia de viagem - drone mavic

Vale a pena adquirir um drone pra fotografar viagens?

Depende. Se você não trabalha com fotografia/video ou se não curte muito fotografias de viagem (e quando falo muito, é muito mesmo!), talvez seja melhor pensar bem antes de comprar um drone.

Como comentei, adoramos fotografar e filmar com o Mavic Air, mas ele (assim como qualquer outro drone) tem alguns contras.

O primeiro é que, apesar de ser pequeno e caber na palma da mão, muita gente não sabe que com ele é fundamental levar ainda baterias extras (temos 3 e cada uma dura +ou- 20 minutos), carregador, fios, bolsa, estojo e também filtros. No final, tudo isso acaba ocupando bastante espaço e fazendo peso.

O drone também não é um equipamento muito prático. A gente acaba perdendo tempo para montar, fazer as fotografias, desmontar e guardar tudo. Em passeios mais corridos – com alguma agência de turismo, por exemplo – pode ser que nem dê tempo de voar.

E por fim, não são todos os lugares em que se pode levantar voo com um drone. Em alguns países como o Egito e Marrocos não é permitido nem mesmo entrar com um sem autorização. E se você tentar, provavelmente terá seu equipamento retido no aeroporto.

Se mesmo com os contras, você realmente quiser adquirir um drone, pesquise sobre restrições de voo sempre que for sair do país.


Leia também: Drone para viajar – dicas para iniciantes


ACTION CAM|
GoPro Hero 7 Black

Mergulhando, pedalando, remando ou percorrendo uma trilha, a GoPro sempre vai com a gente quando resolvemos encarar alguma aventura.

Assim como outras câmeras de ação, a GoPro é resistente e pequena. A possibilidade de combiná-la com incontáveis acessórios também torna essa camerazinha um objeto super adaptável e, na nossa opinião, um item perfeito para todo viajante.

Para quem curte filmagens, a GoPro já conta com tecnologias como a estabilização de imagem embutida (adeus gimbal!) e a filmagem em 4k. Já para quem é mais adepto à fotografia, a GoPro permite a fotografia em formato RAW, o que dá mais possibilidades na hora da edição, e traz alguns plus como o modo de fotografia noturna.

Nossa GoPro atual é a versão Hero 7 Black e os nossos acessórios prediletos são:

  • Dome – permite fazer aquelas fotos com efeito aquário, metade dentro d’água, metade fora.
  • Bastão flutuante – um bastão pequeno para dar mais segurança quando estamos com a GoPro na água.
  • Bastão para mergulho – que é mais fino e mais longo que um bastão normal.
  • Bastão 3 way – tem 3 articulações para dobrá-lo e dá mais opções de ângulo.
  • Caixa estanque – apesar de a GoPro 7 ser à prova d’água, quando mergulhamos com cilindro, colocamos ela dentro da proteção.
  • Filtro vermelho – para corrigir as cores no fundo do mar.
  • Pastilhas anti-embaçantes – para garantir que a caixa estanque não fique embaçada enquanto estamos mergulhando.

A GoPro já possui duas versões mais recentes que a nossa: a Hero 8 e a Hero 9 – essa última possui visor frontal e facilita MUITO na hora das selfies!

Dica: Você já reparou que muitas fotos e videos feitos com a GoPro no fundo do mar ficam azulados? Esse problema pode (e deve!) ser corrigido com a utilização de um filtro específico. Filtros vermelhos (como o que está na primeira foto acima) devem ser utilizados em lugares com águas mais azuladas, já o magenta corrige a distorção de cores em águas esverdeadas.


SMARTPHONE
Iphone / Samsung

Quando comparadas com os smartphones, câmeras DSLR e mirrorless ainda estão em vantagem em qualidade de imagem. Mas não podemos negar que os celulares estão cada vez mais potentes e com mais e mais funcionalidades.

Fotos cada vez mais nítidas e mais vivas somadas à facilidade de fazer a edição no próprio celular e já subir tudo para as redes sociais, são razões suficientes para que muita gente prefira registrar as suas viagens com um smartphone ao invés de carregar uma câmera.

Nós usamos bastante o celular para subir fotos e stories para o Instagram durante nossas trips. Também tiramos fotos nossas para guardar de recordação. Mas para ilustrar o blog, ainda damos preferência para as fotos feitas com a Canon 6D.


Equipamentos fotográficos - fotografia de viagem - foto com celular


TRIPÉ |
PrimaPhoto

Acho que todo viajante fotógrafo tem uma relação de ódio e amor pelo tripé.

Amor porque sem ele fica bem difícil fotografar em situações em que é necessário fazer uma longa exposição ou clicar em locais com pouca luz. O tripé também favorece quando queremos sair na foto sem precisar de pedir para um estranho fazer o clique – o que, convenhamos, nem sempre dá certo!

Por outro lado, um tripé de qualidade é um objeto pesado, ficando entre 1kg e 2kg. E isso porque estou considerando os tripés mais leves, que muitas vezes são feitos de carbono.

No final, pelo peso e tamanho do tripé, muita gente desiste de levá-lo por aí.

Mas é justamente o peso do tripé que permite que a câmera fique estável sobre ele. Um tripé leve acaba não servindo para a sua finalidade, além de colocar em risco sua câmera e lente, que podem cair junto com ele.

Quase sempre estou com a bolsa do tripé nas costas ou presa na mochila. Só mesmo quando me sinto muito cansado ou estou indo em algum lugar que não é permitido levar tripé, que acabo deixando ele na hospedagem.

Nosso tripé é da marca PrimaPhoto. Ele tem uma construção muito boa, é durável, pesa 1,65 kg e mede 42 cm quando dobrado. Ele foi feito especialmente para atender ao público viajante.

Dica: Desconfie da qualidade de tripés muito baratos. Um bom tripé não custa menos do que 300 reais.


Baterias e powerbank

Ficar sem bateria na câmera ou no celular pode ser frustrante, por isso sempre carregamos baterias a mais.

Para a câmera e para a GoPro temos duas baterias e para o drone temos três. Já para garantir a recarga do celular, sempre andamos com um powerbank (com carregamento rápido) na bolsa.


Cartões de memória e HD

Assim como as baterias, também levamos vários cartões de memória nas nossas viagens. Apesar de filmarmos bem pouco, sempre optamos por cartões de boa qualidade e preferencialmente com alta velocidade.

Nossos cartões são da SanDisk, uma marca que nunca nos deu problema. Mesmo assim, para minimizar perdas caso um cartão dê problema ou seja perdido, temos 3 cartões de 16 gigas para a câmera. Afinal, é melhor perder 16 gb de fotos do que 32 ou 64 gb logo de uma vez – na verdade, o melhor é não perder nada! 🙂

Já para o Drone e para a GoPro usamos 2 micro SD, cada um com 64 gb. Nesse caso escolhemos cartões maiores porque não é nada legal quando um cartão acaba em pleno voo ou quando estamos submersos. Mesmo assim, quando estamos fora de casa, faço o backup deles todos os dias.

E por falar em backup, HD’s externos são equipamentos essenciais para a gente. Como só fotografo em formato raw, é bem comum encher um cartão de 16 gb em dois dias – isso contando apenas as fotos da câmera.

Como os arquivos ficam bem pesados e como nem sempre temos internet para fazer backup na nuvem, sempre salvo as nossas fotos e vídeos no notebook e também faço uma cópia em um HD externo.

É quase um ritual: quando estamos viajando, todas as noites descarrego os arquivos dos cartões de memória no notebook e depois faço um backup no HD externo – dependendo da viagem, faço um backup do backup em mais um HD. É trabalhoso, eu sei. Mas essa é a melhor forma de manter nossos arquivos em segurança.

A depender da quantidade de dias viajando, levo um ou dois HDs de 1 Tb.


Notebook

Para mantermos nosso trabalho e também para fazer os backups de imagens e vídeos, o notebook é essencial.

Atualmente, tenho o notebook Dell da foto abaixo, mas penso em fazer um upgrade em breve e pegar um mais leve e melhor.

Para edição das nossas fotos, utilizamos sempre os programas Lightroom e Photoshop, ambos da Adobe.

Equipamentos fotográficos - fotografia de viagem - notebook

Esses são os nossos equipamentos atuais (2020). À medida que formos adquirindo novos, manterei o post atualizado.

Agora me conta ai: quais equipamentos você utiliza para fotografar as suas viagens? Você é do tipo que prefere câmera e vários acessórios para garantir o clique ou prefere a praticidade de fotografar com um celular?


Tudo para a sua viagem:

Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o BOOKING você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.


Fique em lugares privativos e confortáveis com espaço para você, família e amigos!
Cadastre-se no AIRBNB usando esse link, faça sua primeira reserva com 130 reais de desconto!


Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo.
Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros.
Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!


Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.


Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

Write A Comment