Destino certo para sufistas na Indonésia, Uluwatu conquista pelas areias brancas, pelas águas azuis, e claro, pelas ondas perfeitas.
Mas, se assim como a gente você não surfa, Uluwatu ainda deve estar no seu roteiro! Com uma vibe tranquila, totalmente fora da agitação caótica de lugares como Kuta ou Seminyak, Uluwatu é ideal para quem quer explorar praias desertas ou simplesmente relaxar em um bangalô à beira mar.


Neste post você vai descobrir o que fazer em Uluwatu em um roteiro completo de 3 dias!


Salve a imagem abaixo no Pinterest e não perca estas dicas!

roteiro uluwatu indonésia pinterest

Sobre Uluwatu

Uluwatu fica no sul de Bali, em uma região com enormes paredões de calcário que despencam em precipícios no oceano.

E é neste cenário cinematográfico que você encontrará algumas das melhores praias da ilha de Bali, seja pra surfar, seja pra relaxar.

Porém, já adianto: para colocar os pés na areia, será necessário descer alguns (ou melhor, vários) degraus de escadarias íngremes. Mas acredite em mim, no final todo o esforço valerá a pena!

Praia Dreamland - Uluwatu - Indonésia
Dreamland Beach

É bom saber – as praias de Uluwatu são lindas, mas grande parte delas não são indicadas para banho. Com ondas grandes, fortes e um terreno muito acidentado, a região se tornou uma meca para o surf, mas, por vezes, acaba decepcionando os banhistas.

Se você gosta de nadar, no post indicarei as melhores praias para banho, combinado?


– Dia 1 –

Separe o seu primeiro dia em Uluwatu para rodar as principais e mais badaladas praias da região, e reserve o final de tarde para dois espetáculos imperdíveis: o pôr do sol no templo de Uluwatu e a tradicionalíssima Kecak Dance!

1. Balangan Beach

Comece o roteiro em uma praia bem extensa. A Balangan Beach tem uma grande faixa de areia (cerca de 200m), onde alguns turistas aproveitam para esticar a canga e tomar um sol. Já outros preferem ficar de bobeira, tomando uma Bintang (cerveja local) embaixo dos guarda-sóis disponibilizados pelo vários restaurantes da orla.

Esta praia é ideal para surfe e, consequentemente, não muito favorável para banho. Seu fundo é repleto de corais e as ondas costumam quebrar com mais força.

Dica: Um dos grandes atrativos da Balangan Beach é um mirante localizado em sua ponta norte, de onde se tem uma vista incrível da praia. Para acessar o mirante, a melhor opção é contornar a praia por uma estrada que leva até ele. (Siga até o “Tebing Pantai Balangan” com o Google Maps para chegar lá)


➡ Reserve sua hospedagem em Uluwatu. Veja todas as opções.


Dreamland Beach, Uluwatu, Bali

2. Dreamland Beach

Segunda praia do dia: a popular Dreamland.

O acesso a esta praia é um pouco diferente: ele se dá por um corredor em que de um lado você verá inúmeras lojinhas e do outro um riacho.

Como em vários outros pontos de Bali, os vendedores vão oferecer seus produtos com “um certo grau de insistência”. Mas basta agradecer e seguir caminho que eles te deixarão em paz. Camisetas, óculos, cangas, bolsas, chapéus, colares… lá você encontrará de tudo um pouco.

Se o mar estiver tranquilo, esta praia pode ser propícia para banhistas. Mas não se arrisque se as ondas estiverem fortes, ok?

Pelo estacionamento pagamos 2k rúpias (+ou- 0,60).

A Dreamland não é a praia mais bonita de Bali. Seu acesso não é “muito atraente” e as grandes construções em seu entorno e a quantidade de turistas tiram um pouco do seu brilho, mas ainda assim vale a pena conhecê-la.

3. Bingin

Lembra quando eu falei que você teria que encarar algumas escadas para chegar nas praias? Em Bingin você verá que eu não estava exagerando.

Mas tudo bem, a escadaria que leva à Bingin Beach também faz parte do passeio e proporciona um visual incrível do mar. Esta praia, diferentemente da Dreamland, é mais vazia! (E quem não ama praia vazia? 💚)

Quando estivemos por lá, não entramos na água, mas vimos alguns turistas relaxando no mar.

Anote ai: alguns restaurantes na praia de Bingin possuem mais de um andar ou então em lugares mais altos, proporcionado uma vista panorâmica da praia. Considere almoçar por lá!

4. Pura Luhur, o templo de Uluwatu

Prepare-se para conhecer lugar que mais parece ser o cenário de um filme: em uma florestas tropical, lar de milhares de macacos, que termina em um penhasco à beira-mar, encontra-se um dos templos mais famosos de Bali. O Pura Luhur Uluwatu foi erguido bem na ponta de um precipício de mais de 70 metros de altura.

Tido como um dos mais sagrados templos hindus de Bali, acredita-se que o Pura Luhur protege toda a ilha das trevas e é habitado pelos espíritos do mar.

Segundo a lenda, os macacos que moram na floresta são os guardiões do templo, o protegendo de espíritos malignos.

E é neste lugar cinematográfico em que ocorrem diariamente duas atrações que considero imperdíveis:

A primeira é o sol se pondo atrás do Templo de Uluwatu e colorindo o céu e o mar de vermelho; o segundo é a Kecak Dance, que você confere no próximo item.

Pura Luhur, o templo de Uluwatu
Pura Luhur, o templo de Uluwatu

Fique sabendo

1) O Pura Luhur Uluwatu, apesar de receber muitos turistas, é um lugar de adoração. Homens e mulheres que estiverem usando roupas curtas (short, saia ou bermuda) só podem acessar a parte interna utilizando um sarong, uma espécie de canga para cobrir as pernas. Se você não tiver um sarong, ao lado da bilheteria do templo eles disponibilizam gratuitamente. Para quem estiver usando calça, saia longa ou vestido longo eles emprestam uma faixa de tecido, que deve ser amarrada à cintura.

2) A parte principal do templo é utilizada apenas para fins religiosos, e não pode ser acessada pelos turistas.

3) Os macacos podem parecer fofinhos, mas são bem malandros. Não os alimente e também não dê bobeira com seus objetos pessoais (óculos, brincos, chaves, celular e outros). É bem comum furtos por parte destes bichos levados.

4) A entrada do templo é paga. São 50 mil rúpias indonésias, o que dá mais ou menos 15 reais (preço de 2019). Também é cobrado o estacionamento (mil rúpias, certa de R$0,35).

5. Kecak Dance

Definitivamente a Kecak Dance tem que estar no seu roteiro!

Esta apresentação extraordinária acontece em um anfiteatro localizado dentro do Templo de Uluwatu, com o mar ao fundo. Neste cenário incrível, turistas e locais se acomodam nos degraus e assistem a uma apresentação impressionante.

A história do herói Rama tentando salvar a princesa Sita das garras do demônio Ravana é contada sem nenhuma palavra. Tudo é representado por meio de dança e gestos. O coro de mais de 70 homens, entoando sempre as palavras “cak cak cak“, dão ritmo à apresentação.

Não fique de fora!

As apresentações da Kecak Dance ocorrem diariamente, mas somente em dois horários: às 18h e às 19h.

Os ingressos para a apresentação são vendidos na parte interna do templo e se esgotam rapidamente. Se você quiser assistir ao primeiro espetáculo, chegue pelo menos uma hora antes, às 17h.

A entrada custa 100 mil rúpias por pessoa (cerca de 30 reais).

#Dica: assistindo ao segundo espetáculo, você terá tempo suficiente para fotografar o pôr do sol!


Leia também: Entendendo a Kecak Dance (em breve)


Siga nossas redes sociais para não perder nada do que rola por aqui!


– Dia 2 –

Bora pra mais um dia de sol, areia e mar? No segundo dia de roteiro por Uluwatu você conhecerá mais 3 lindas praias!

Padang-Padang, Uluwatu, Bali

6. Padang-Padang

A entrada para esta praia é sinalizada por um típico portal balinês, e seu estacionamento fica do outro lado da rua.

Após pagar o estacionamento (1k rúpias – R$0,35) e a entrada (15k rúpias por pessoa – R$5,00), basta seguir por uma escadaria até a faixa de areia. Neste trajeto também é bem comum encontrar alguns macacos. Pra evitar problemas com eles, a dica é a mesma de sempre: não ofereça comida e não deixe objetos à vista. Se você não interagir com eles, não será incomodado (a).

A Padang-Padang ficou bem popular por ter sido cenário do filme “Comer, Rezar, Amar” (Eat, Pray, Love), com a Julia Roberts, então não espere exclusividade.

A pequena faixa de areia branca sempre fica repleta de turistas. Alguns só pegando um bronze, outros nadando e muitos fazendo selfie próximo a algumas pedras, no exato local onde foi filmada uma das cenas finais do filme.

Apesar de ser um pouco mais movimentada, a estrutura da Padang-Padang é bem legal. Tem alguns bares, lugares para alugar equipamentos de snorkel e pranchas de surf e também guarda-sóis espalhados pela areia.

O mar nesta praia é bem calmo (próximo à areia) e você pode entrar na água sem medo. Aproveite para nadar!

7. Thomas Beach

Perto da Padang-Padang está a Thomas Beach, outra preciosidade de Uluwatu.

Do alto da escadaria que leva à praia, a gente dá de cara com um mar de mil tons de azul, barquinhos subindo e descendo com o balançar das ondas e uma longa faixa de areia.

Desça os (vários) degraus para acessar mais uma praia ideal para relaxar e também para nadar.

Thomas Beach está na seleta lista das praias mais vazias de Uluwatu e por isso é uma boa escolha para curtir um tempinho de preguiça.

Ah! E se você quiser tomar uma água de coco ou uma Bintang para refrescar, na praia tem vários restaurantes simplezinhos, mas que te atenderão bem.

8. Suluban Beach

Seguindo pela estrada e descendo pelo contorno da ilha, a última praia do dia será a Suluban Beach.

Desça as escadarias (que novidade! 😅) e chegue em uma praia cercada por gigantes paredões. Ali tenha acesso ao famoso Blue Point.

Suluban é um dos lugares mais procurados por surfistas em Bali.

Se você não tem intimidade com a prancha, ou mesmo se estiver apenas buscando um lugar para relaxar, caminhe para a esquerda, atravesse um pequeno vão entre as rochas (ou contorne pela beira do mar) e encontre um trecho menos movimentado da Suluban Beach, uma praia “quase secreta”. (Só dá para passar no vão das rochas se a maré estiver baixa).

A Suluban Beach além de ser bem fotogênica, ainda conta com os destroços grafitados de um barco naufragado, o que a torna ainda mais interessante.

O estacionamento 3k rúpias, cerca de 0,80 centavos.

9. Single Fin (Pôr do sol)

Nós (infelizemente) não tivemos tempo para comprovar, mas é um consenso geral de que um dos melhores jeitos de terminar o dia em Uluwatu é curtindo o final de tarde em uma mesa no Single Fin. Peça um drink (ou um smoothie) e assista os surfistas pegando as últimas ondas do dia, enquanto o sol se esconde no horizonte.

Se você incluir o Single Fin no seu roteiro, não se esqueça de contar a sua experiência pra gente!


Leia também: 12 coisas para fazer em Komodo


– Dia 3 –

Reserve seu terceiro dia em Uluwatu para visitar um Parque impressionante no centro da península de Bukit. De quebra, conheça duas praias no extremo sul de Bali.

10. Parque GWK

Sabia que em Bali está uma das maiores estátuas do mundo?

Localizada no Garuda Wisnu Kencana Cultural Park (GWK) e com mais de 120 metros de altura e 60m de largura, a escultura representa o deus Vishnu montando a águia mítica Garuda. A estátua é tão grande que de vários pontos da ilha você conseguirá avistá-la, inclusive do aeroporto.

O Parque GWK é imenso, então separe a manhã inteira para conhecê-lo com calma.

Espere encontrar por lá, além da gigantesca estátua de Vishnu e Garuda, várias outras estátuas enormes e jardins minuciosamente decorados. Também ocorrem, diariamente, apresentações de danças balinesas, incluindo a Kecak Dance, em horários pré-definidos. Confira a programação no site oficial.

O GWK abre diariamente das 8h às 21h. O ingresso custa 125 mil rúpias por pessoa (cerca de R$36,00) e o estacionamento 5 mil rúpias (R$1,50).

Você sabe qual a maior estátua do mundo?

A maior estátua do mundo é indiana e possui 182m de altura. Denominada “Estátua da Unidade“, ela representa Vallabhbhai Patel, líder da independência da Índia.
A estátua do GWK possui mais de 120 metros de altura (incluindo o pedestal), enquanto a Estátua da Liberdade tem 93m e o Cristo Redentor 38m.

11. Green Bowl

Seguindo para o sul de Bali, é hora de conhecer algumas praias que não estão tão na rota dos turistas (ainda!). A primeira será a escondida Green Bowl.

Para chegar nesta praia você precisará descer, adivinha? Sim, uma escadaria bem grande!

Mas pense pelo lado bom, como recompensa você vai encontrar uma praia linda, quase deserta 😀

No alto da escadaria que desce para a Green Bowl ficam alguns ambulantes, além de warungs simples e também um templo. Possivelmente, você vai se deparar também com alguns (ou vários) macacos.

A escada fica em meio a uma mata fechada, sendo que vez ou outra dá pra ver um relance de azul e verde água entre as folhagens. É o mar exibindo seu tons.

A praia é incrivelmente linda, mas sem estrutura turística. Pode ser que você encontre algumas mulheres por lá vendendo água, coco e cerveja. Mas aconselho que leve a sua própria garrafinha (reutilizável) já devidamente abastecida.

O mar aqui é repleto de corais, o que dificulta um pouquinho o banho. Ainda assim, vale a pena entrar na água (com cuidado pra não se machucar ou danificar os corais!).

12. Melasti Beach

Talvez a praia mais bonita e mais fotografada de Uluwatu!

A chegada na Melasti Beach é por uma estrada deslumbrante à beira mar. De um lado estão enormes paredões, de outro o mar (e um dos resorts mais exclusivos da região!).

E justamente pelo visual de cair o queixo que a Melasti é o ponto favorito dos asiáticos para fazer aquele ensaio de casamento ou 15 anos.

De tão inusitado, chega até a ser divertido: no calor implacável de Bali, as noivas lutam para manter a maquiagem intacta enquanto fotógrafos com equipamentos gigantes se contorcem para conseguir aquele clique, no meio da estrada. Para completar, na chegada da Melasti existe uma locadora de carros de época, onde vários fotógrafos estão disponíveis. É só chegar lá escolher a cor do seu calhambeque e partir para o ensaio.

Melasti Beach, Uluwatu, Bali
Melasti Beach

Voltando para a praia, a Melasti é bem diferente da Green Bowl. Com uma faixa de areia grande e mais movimentada, este ponto tem um mar mais calminho e menos corais, ideal para nadar.

Para acessar a Melasti Beach pagamos 5k rupias por pessoa (1,50 reais) + 2k de estacionamento (+ou- 0,60 centavos).

Dica: Prepare a câmera, a entrada da Melasti Beach tem três portais balineses bem fotogênicos.

Karang Boma Cliff

13. Karang Boma Cliff

Hora de mais um pôr do sol inesquecível! Coloque “Karang Boma Cliff” no Google Maps e siga para mais um paredão!

O Karang Boma Cliff (ou Uluwatu Cliff) fica a uma curta distância do Pura Luhur, inclusive dá para ver o templo pequenininho lá na ponta do outro penhasco.

Pelo visual fantástico, o Uluwatu Cliff é um dos spots mais “instagramáveis” de Bali, principalmente no por do sol. Mas cuidado para não se arriscar demais, já que não haverá qualquer proteção entre você e o abismo!

Para acessar o lugar é necessário pagar uma taxa de 10 mil rúpias – uns R$3,00 – em setembro/2019.

Importante: Como levamos o drone, foi cobrado 100 mil rúpias pra nós dois (já com as entradas), cerca de R$30,00.


Onde comer em Uluwatu, Bali

Onde comer em Uluwatu

Confira agora uma listinha dos lugares que comemos e aprovamos!

Latino Bingin – Pertinho da pousada que ficamos (Telaga Sari), o restaurante tem um clima bem agradável, com mesas iluminadas à luz de vela e bastante opções no cardápio (peixes, carnes, massas, saladas e mais!). Os drinks também são muito bons. Pedimos uma caipirinha de manga e adoramos!
#Dica: o Latino Bingin também serve café da manhã.

Bukit Cafe – Café da manhã, almoço e jantar. Se você curte comida saudável, o Bukit é uma excelente opção para qualquer refeição.

La Barraca – especializado em massas, o La Barraca é uma boa pedida para um jantar a dois.
#Dica: faça sua reserva com antecedência ou provavelmente terá que esperar um pouquinho para conseguir uma mesa. O La Barraca é bem popular.

Outras opções que não tivemos tempo de conhecer mas que são bem populares: Mango Tree (comida mexicana), Suka Espresso e The Loft.


Onde ficar em Uluwatu

Como sempre nos deslocávamos de scooter, optamos por ficar em um lugar um pouquinho mais afastado das praias, em uma vilinha super tranquila e aconchegante.

Nossa escolha foi o Telaga Sari, um lugar com uma piscina maravilhosa, bangalôs confortáveis e muito verde.

Nosso quarto tinha ar condicionado, wi-fi, água quente, roupas de cama e toalhas limpinhas. O staff foi muito solícito e educado.

Na tarifa que reservamos pelo Booking não estava incluso o café da manhã, mas acabamos tomando no restaurante do Telaga Sari e curtimos bastante. Tudo estava bem gostoso e a gente acabava economizando um tempo no roteiro quando tomamos café na própria hospedagem.

Dica: mande uma mensagem para o hotel com antecedência para garantir uma scooter!

Reserve o Telaga Sari pelo Booking!

Quer mais opções de hospedagem em Uluwatu? Confira:

Naturela (💲) – preço amigável e a 1,5 km da Padang-Padang.

Yoga Searcher Bali (💲💲) – clima zen e aulas gratuitas de yoga.

Melali Bingin (💲💲💲) – decoração minimamente pensada e quartos grandes.

Renaissance Bali Uluwatu Resort & Spa (💲💲💲💲) – todo o luxo e conforto de um hotel 5 estrelas.


Como chegar em Uluwatu

A menos de 1 hora do Aeroporto, você pode ir até Uluwatu de táxi ou Grab, um app tipo Uber (recomendamos!).


Como se locomover

Não existe transporte público em Bali, por isso você deverá escolher entre contratar um motorista particular, chamar um táxi, pedir um Grab (ou aplicativos do tipo) ou alugar uma scooter.

Se você tiver prática e segurança para pilotar, sem dúvida a melhor opção em Uluwatu será a scooter. Pagando entre 60 e 70 mil rúpias por dia (algo em torno de R$18,00 a R$20,00) você poderá ter a liberdade de explorar todas as atrações no seu próprio ritmo.

Não é necessário deixar nenhum documento ao alugar a moto ou scooter, e praticamente todas as hospedagens oferecem o serviço.

Grab também é uma boa opção. Mas se ligue! Por conflito entre motoristas de aplicativos e taxistas locais, não são todos os lugares em que dá para pedir o carro. Sempre pergunte na hospedagem ou em um comércio próximo se é seguro acionar o aplicativo por ali.

Taxi também é bem fácil de conseguir. Neste caso, uma boa opção é ver se a sua hospedagem oferece este tipo de serviço ou indica algum motorista.


Viaje sem preocupações: faça um seguro viagem!

Seguro viagem para a Ásia não é obrigatório, mas é indispensável! Se você pensa em alugar uma scooter então, nem se fala!

Vimos muitos turistas ralados e enfaixados por causa de tombos (muitas vezes bobos) com motos. Então, tenha máxima cautela na hora de pilotar, ok?

Mas às vezes, por mais que a pessoa seja extremamente experiente pilotando, não estará livre de sofrer algum acidente. Uma simples freada para desviar de um buraco ou de um animal pode ser o suficiente para derrubar alguém. Lógico que ninguém pensa que isso vai acontecer, mas, caso aconteça, ter um seguro viagem pode fazer toda a diferença.

Com um bom seguro viagem, você tem a tranquilidade de poder acionar a seguradora pelo celular (por aplicativo, ligação a cobrar, chat e outros) e ter todo o apoio necessário para que você seja atendido (a) o mais rápido possível e em qualquer lugar. Em algumas situações a seguradora pode acionar uma ambulância, te direcionar para um hospital ou até mesmo enviar um médico até você.

E o melhor, você não terá que arcar com as despesas do atendimento (que muitas vezes poderiam comprometer a sua viagem!)

Outra situação que pode acontecer, no quesito alimentação: por causa dos temperos diferentes e preparo “não muito higiênico” de alguns estabelecimentos, é comum que os viajantes tenham problemas com intoxicação alimentar (o famoso piriri).

Considerando todas as situações que estamos expostos em uma viagem assim e pesando no valor do seguro (que pra Ásia gira em torno de 8 reais por dia) não vale a pena viajar desprotegido (a).

Nossa dica para que você consiga um bom seguro viagem (e pagando o menor preço) é fazer uma cotação com a Seguros Promo.

No site da Seguros Promo você pode ver e comparar o preço de várias seguradoras e escolher a que melhor te atende.

Pra nossa viagem de 1 mês na Ásia (com escala na Europa), nós cotamos o seguro com a Seguros Promo e fechamos o plano Travel Ace TA 40 Especial (com a cobertura mínima de 30 mil Euros exigida para visitar os países do Tratado de Schengen) por R$278,00 por pessoa – o que deu pouco mais de R$ 8,00 por dia.

Dica: Leitores do Viajando na Janela possuem 5% de desconto com a Seguros Promo utilizando o cupom  NAJANELA5. Pagando no boleto você ainda ganha mais 5% de desconto!
(E se não quiser pagar no boleto, mas quiser dividir, com a Seguros Promo você parcela o valor do seguro em até 6x no cartão!)

Clique no link abaixo e faça a sua cotação sem custo:

QUERO MEU DESCONTO!


Quer mais uma opção? A Real Seguros também compara os preços das melhores seguradoras, funcionando como a Seguros Promo.

Faça sua cotação com a Real Seguros através deste link e aplique automaticamente 10% de desconto!


É bom saber…

Sobre as entradas e estacionamentos
É preciso pagar para acessar a maioria das praias. Algumas vezes é cobrado só o estacionamento, outras a entrada, outras o estacionamento e a entrada…
O lado bom é que os valores são baratinhos, sendo que em muitos lugares a entrada não passa de alguns centavos. A dica é estar sempre com dinheiro trocado.
(Todos os preços deste post são relacionados à 2019 e podem sofrer alterações)

Sobre corais
Uma boa maneira para evitar acidentes com corais é comprar uma sapatilha de mergulho. Elas são levinhas e flexíveis. (Mesmo com proteção, evite pisar e danificar corais!)

Sobre protetor solar
E por falar em corais, sabia que seu protetor pode causar um grande estrago para a vida marinha? Isto porque a maioria dos protetores possuem uma substância chamada oxibenzona que pouco a pouco matam os corais e, consequentemente, prejudicam peixes e crustáceos.
Protetores à base de minerais não são agressivos à natureza e não são difíceis de serem encontrados. Veja mais sobre este assunto nesta matéria da National Geographic.

Sobre locomoção
Para a gente, a melhor combinação possível para otimizar nossos deslocamentos foram uma scooter + o google maps. Uma boa ideia é baixar os mapas no celular, para que você possa ter acesso mesmo estando offline.

Bônus: Confira um mapa prontinho com este roteiro dia a dia. (clique no mapa abaixo)


Tudo para a sua viagem

Hospedagem
Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o Booking você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.
 Seguro Viagem
Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo. Sempre reservamos nosso seguro através destes sites. Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros. Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!
Alugue um carro Alugue um carro
Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.
Passagens aéreas baratas
Procurando passagens aéreas? Dê uma olhada no Passagens Promo, que tem sempre ofertas imperdíveis! Através do Passagens Promo, você obtém uma relação atualizada instantaneamente por ordem de preços dos vôos. São milhares de trechos exclusivos, com tarifas diferenciadas e até 65% de desconto.

Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Author

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

Deixe seu comentário!