Mar azul, águas cristalinas, muitas palmeiras, pores do sol de tirar o fôlego e um ritmo próprio. Essa poderia ser uma breve descrição das Ilhas Gili, um pequeno arquipélago formado por três ilhas minúsculas: Gili Air, Gili Meno e Gili Trawangan. Localizadas na costa noroeste de Lombok, na Indonésia, as ilhas formam um destino paradisíaco buscado por grande parte dos turistas que visitam o país.

Bom, mas destino paradisíaco é o que não falta na Indonésia, né?

Porém, alguns pequenos detalhes fazem as Ilhas Gili serem tão especiais, e você vai poder descobri-los agora! Continue lendo 😀


Salve a imagem no Pinterest e não perca estas dicas!

Ilhas Gili - Gili Air

Onde ficam as Ilhas Gili e como chegar lá?

As Gili’s ficam bem pertinho da ilha de Lombok e à leste da ilha de Bali.

Para chegar lá partindo de Bali é preciso pegar um barco rápido até uma das três ilhas. A viagem custa em média 400 a 600 mil Rúpias ida e volta (+/- 130 a 195 reais) e leva entre 1h15 e 2h.

O tempo de viagem depende das condições do mar e do porto de partida: Sanur, Padang Bai, Serangan ou Amed, que é o mais próximo das ilhas Gili.

Algumas empresas de speed boat confiáveis que operam esse trecho são a Eka Jaya e a Bluewater Express.

Também existe a possibilidade de pegar um ferry público que sai de Padang Bai (Bali) até Lombok. É a opção mais barata, porém leva em média de 5h a 8h no trajeto, e de lá é preciso pegar um outro barco até uma das três Gili’s.

Gili Air, Indonésia
Gili Air, Indonéisa

Qual a melhor época para visitar as ilhas Gili?

A melhor época é aquela que você pode viajar, certo? Mas para aproveitar da melhor maneira sua viagem, prefira evitar o período chuvoso, que normalmente vai do final de outubro até o final de março.

Se quiser fugir da muvuca (e dos altos preços) da alta temporada, tente se programar para visitar a ilha nos meses de abril, maio e setembro.


Por que escolhemos Gili Air

Escolhemos Gili Air por ser menorzinha e sem tanto agito como em Gili Trawangan (também conhecida como Gili T.), e por ter um pouco mais de estrutura que Gili Meno.

Não há transporte motorizado em Gili Air, mas é muito simples alugar uma bicicleta por lá, e em pouco mais de meia hora você consegue contornar toda a ilha.

O pôr do sol é sensacional, as praias são tranquilas e há uma boa variedade de restaurantes e hospedagens. Assim como em outros lugares na Indonésia, os moradores são super amáveis e dispostos a ajudar os visitantes.


Siga nossas redes sociais para não perder nada do que rola por aqui!


O que fazer em Gili Air

Agora sim, vamos às dicas do que fazer na pequena Gili Air (e em outras Gili’s):

1. Faça snorkel nas águas cristalinas de Gili

A visibilidade da água é muito boa e a abundante vida marinha tornam as ilhas Gili um destino incrível para os amantes de snorkeling.

Em Gili Air, a melhor área para fazer snorkel é o lado nordeste, na maré alta. Você verá muitos corais, peixinhos coloridos e até tartarugas!

Ilhas Gili - Gili Air esculturas

Também há diversas esculturas submersas, e uma das mais famosas fica em Gili Meno, chamada The Nest, do escultor britânico Jason deCaires Taylor.

A escultura fica em frente ao luxuoso (e sustentável) resort BASK, e consiste em 48 estátuas feitas com moldes de pessoas reais, em tamanho natural e posicionadas em círculo, a poucos metros de profundidade. A ideia principal é que elas se tornem recifes de corais artificiais.

Como a maior parte dos passeios de barco passam por lá, é comum que o lugar fique beeem cheio.

No nosso caso até desistimos de tentar chegar perto, já que quando fomos tinham dezenas de pessoas disputando espaço pra fazer foto.

A dica então é alugar um caiaque em Gili Meno e tentar chegar cedinho ou ir mais no final do dia pra tentar conhecer com mais tranquilidade.

Outro ponto famoso para snorkeling são as scooters presas no fundo do mar, que ficam em Gili T., em frente ao píer do hotel Vila Ombak.

Nos arredores das scooters também há diversas outras estruturas metálicas submersas com o propósito de criar recifes artificiais.

A forma mais fácil de conhecer alguns dos melhores pontos para snorkel nas ilhas é contratando um passeio. Há diversas lojinhas oferecendo e os preços são bem semelhantes.

Contratamos o nosso em uma barraquinha do lado leste de Gili Air, próximo à escola de mergulho Manta Dive. O passeio saiu no horário combinado e estava incluso os equipamentos de snorkel (máscara e nadadeiras).

Quanto custa o passeio para snorkeling: 150k IDR (+ou- 50 reais) | Todos os preços são referente a nov/2019.

2. Assistir ao pôr do sol

Taí um dos nossos programas preferidos durante as viagens: curtir o por do sol! Se você também gosta de terminar o dia assim, não deixe de se encantar com o entardecer de Gili Air, na costa noroeste da ilha.

Nosso lugar preferido na ilha pra isso era em frente ao hotel Pink Coco. Há várias espreguiçadeiras, tapetes e puffs na areia, e mesmo que você não esteja hospedado no hotel pode curtir o por do sol por ali.

Pink Coco - GIli Air
Final da tarde no Pink Coco

Os preços do bar não são tão baratos, mas é uma experiência que vale a pena, tanto pela vista quanto pelos petiscos e drinks servidos!

Se as nuvens colaborarem, de lá ainda dá pra ver a silhueta do Monte Agung, o vulcão que fica na região de Amed, em Bali.

Outros lugares recomendados para assistir ao por do sol em Gili Air são o Mowie’s Beach Bar (que também tem opção de hospedagem) e o restaurante Gili Lumbung.

3. Mergulhe com cilindro

Outro programa incrível na Indonésia – e também nas ilhas Gili – é mergulhar.

Há diversas empresas que oferecem a atividade em todas as três ilhas e em vários pontos mergulho (cerca de 30, no total) com possibilidade de ver naufrágios, tartarugas enormes, tubarões, peixe-leão, peixe-escorpião, polvos e diversos outros animais marinhos.

Como queríamos ver tartarugas, o local escolhido foi o Marlin Hill, também conhecido como Turtle Heaven, em Gili Meno.

Contratamos o fun dive com a empresa Manta Dive, que fica no lado leste de Gili Air. A empresa também oferece cursos para iniciantes e para mergulhadores avançados.

Quanto custa: pagamos cerca de R$170 por pessoa, mais uma taxa de mergulho de R$30,00.

Quer mais detalhes? Confira também nosso post sobre mergulho na Indonésia

4. Alugar uma bicicleta e percorrer toda a ilha

Andar de bicicleta pela ilha é uma delícia, além de ser a melhor forma de se locomover por lá, já que não existem veículos motorizados.

É bem fácil alugar uma em qualquer ponto da ilha e custa em média 13 reais por dia (ou 40k rúpias). Prefira as bicicletas com pneus mais largos, pois são melhores para andar na areia próxima às praias.

Durante a noite a iluminação das ruazinhas de terra não é das melhores, por isso vale a pena tentar alugar uma bicicleta com cestinho pra carregar suas coisas (como snorkel ou bolsa) e também improvisar um farol com a lanterna do celular.

5. Relaxar em um spa

O ritmo tranquilo da ilha é um verdadeiro convite para desacelerar e relaxar.

E que tal relaxar com uma autêntica massagem balinesa em um dos vários spas espalhados pela ilha, como o Slow Villas & Spa e o Coco Breeze Spa?

Além da massagem balinesa também é possível realizar outros tipos de massagens e tratamentos, como exfoliações, máscaras faciais e massagens com aromaterapia e reflexologia.

6. Ir à caça de balanços fotogênicos

Você já deve ter visto muitas fotos dos famosos balanços das ilhas Gili pelo Instagram a fora, né?

Na verdade, eles não são exclusividade apenas dessas três ilhas, é possível encontrá-los em outros lugares como Bali, Nusa Ceningan e Lombok.

Mas não há como negar que alguns dos mais charmosos ficam nas ilhas Gili e por lá vários bares e hotéis à beira-mar oferecem o atrativo aos visitantes.

O balanço rosinha das fotos abaixo fica em frente ao hotel Pink Coco, em Gili Air, e tem uma vista sensacional para o por do sol <3

Em Gili T. alguns são bastante populares, como os dos hotéis Ombak Sunset, The Exile e Pink Coco Gili T..

Mas atenção: durante por do sol os balanços são bem disputados. Se quiser mais exclusividade, vá até eles durante o dia.

7. Fazer uma aula de yoga ou meditação

Outra ótima opção é aproveitar a vibe tranquila da ilha para praticar (ou aprender!) yoga e meditação.

Para isso, há vários centros especializados, como o Flowers & Fire Yoga e o H2O Yoga, que oferecem aulas em vários horários ao dia. As aulas custam por volta de R$40, mas há a possibilidade de fechar pacotes maiores com desconto.

8. Fazer uma aula de culinária

Que tal aprender a cozinhar alguns dos principais pratos locais? Na Gili Cooking Classes é possível escolher entre três menus diferentes para aprender. Há opções para veganos e vegetarianos também.

Outro lugar onde é possível aprender mais sobre a culinária indonésia é o Warung Sunny, um restaurante local onde o chef também dá aulas.

Ilhas Gili, Indonésia - Warung Sunny, em Gili Air
Warung Sunny

O que NÃO fazer em Gili Air

Não usar as charretes para se locomover

Como comentei no começo do post, não há qualquer tipo de transporte motorizado nas ilhas Gili, apenas bicicletas e carroças.

Logo ao chegar na ilha você será abordado (a) por muitas pessoas oferecendo transporte com charretes (ou cidomos, como chamam por lá).

Praticamente todos os cavalos que vimos durante nossos dias em Gili Air pareciam extremamente abatidos e cansados, afinal, passam o grande parte do dia (e até da noite) carregando peso – desde moradores locais e turistas com suas bagagens enormes a outros tipos de cargas e materiais usados na ilha.

Junte a isso o fato de que faz muito calor e não há fonte de água doce em nenhuma das Gili’s, portanto alguns proprietários ainda oferecem água salgada ou salobra aos seus cavalos – o que já ocasionou a morte de vários animais por problemas renais. Leia mais sobre isso aqui e aqui.

Por isso, pedimos de coração que você considere isso na hora de se locomover por lá e não contribua com a exploração dos cavalos.

Fui até o hotel (que ficava do outro lado da ilha) puxando minha mala e o Flávio carregando o seu mochilão. Com um pouquinho de esforço, chegamos lá sem problemas.

Durante sua estadia na ilha alugue uma bicicleta: é uma delícia pedalar pelas ruazinhas estreitas e explorar cada cantinho de Gili.

Ilhas Gili - Charretes utilizadas para transporte em Gili Air
Charretes utilizadas para transporte em Gili Air

Onde ficar em Gili Air

Gili Air é pequenininha, mas se você não quiser andar carregando suas bagagens, o lugar ideal para se hospedar é no sul da ilha, onde fica o píer.

De lá, o deslocamento até os outros pontos da ilha, como pra ver o pôr do sol, no lado oeste, é bem tranquilo e pode ser feito de bicicleta em cinco minutinhos.

Se você estiver com pouca bagagem e não se importar em caminhar, há também opções outras boas opções que podem ser consideradas. Confira nossa seleção:

Salili Bungalow - Gili Air
Salili Bungalow

Opções econômicas

O Beranda Ecolodge fica na região central da ilha, o que significa estar pertinho de todos os serviços, como lavanderias, restaurantes, mercadinhos, e a uma curta caminhada do porto (5 minutos) e dos barzinhos pra ver o por do sol (10 minutos). A área externa da hospedagem possui piscina e você pode escolher entre reservar sua estadia com ou sem café da manhã.

Ilhas Gili - Beranda Ecologde em Gili Air
Beranda Ecolodge | Foto divulgação

Nós nos hospedamos no Salili Bungalow, que fica no norte da ilha, em uma área tranquila e a cerca de 20 minutos de caminhada do porto. A hospedagem possui piscina, ar condicionado, um café da manhã gostoso (que pode ser tomado em mesinhas na areia de frente pro mar).

Outras opções econômicas: Rangga Homestay | Tapada | Banana Cottages | Old Village | Begadang | Kaluku Gili Resort

Opções intermediárias

Quer assistir ao por do sol todos os dias, de camarote? O Gili Lumbung Bungalow é uma ótima opção, com direito a um dos balanços mais famosos da ilha! Localizado na costa oeste de Gili Air, a 10 minutinhos do porto, o hotel possui piscina, um beach bar, bangalôs com banheiro privativo e café da manhã.

Ilhas Gili - Gili Lumbung em Gili Air
Gili Lumbung| Foto divulgação

A decoração do Musa Villas and Bungalows é maravilhosa, toda em madeira e bambu. Os quartos são super espaçosos e o banheiro no estilo balinês, aberto, é um charme! O hotel fica no norte da ilha, a menos de dois minutos da praia, em uma região ótima pra snorkel!

Outras opções intermediárias: Cinta Palanta | Ombak Paradise | Captain Coconuts | Bambu Cottages | Gili Matiki | Jago Gili Air

Opções de luxo

Além de ser um dos melhores hotéis de Gili Air, o Pink Coco também tem uma localização privilegiada para o pôr do sol! O hotel tem quartos espaçosos e bem decorados, possui bar/restaurante, um spa, piscina e adota uma série de ações sustentáveis.

Ilhas Gili - Pink Coco em Gili Air
Pink Coco | Foto divulgação

O The Koho Air remete um pouco à Grécia, com suas paredes branquinhas e portas e janelas azuis. O hotel oferece piscina, restaurante, quartos aconchegantes e uma ótima localização, a apenas dois minutinhos de caminhada do píer.

Outras opções de luxo: Dolcemare Resort | Manusia Dunia Green Lodge | Stay Shark Villas | Samata Village | Gili Air Escape | The Amelya Hotel and Villa


Algumas dicas e informações úteis para quem pretende conhecer as Ilhas Gili

  • Leve uma sapatilha para mergulho, dessas emborrachadas, sabe? Fazer snorkel é uma delícia, mas em várias praias há MUITOS pedacinhos de corais e pedras e é preciso ir caminhando sobre eles até chegar a uma profundidade para conseguir nadar. Tenha cuidado para não se cortar e também tome cuidado também para não estragar os corais.
  • Diferente de Bali e das Nusas, o hinduísmo não é a religião predominante nas Ilhas Gili, e sim o islamismo. Não há templos hindus em Gili Air, mas ainda assim é possível encontrar cestinhas com oferendas espalhadas pela ilha.
  • Em Gili o tempo parece passar mais devagar, e isso também se reflete nos pedidos feitos nas lanchonetes e restaurantes. Respire fundo e encare isso como uma oportunidade para desacelerar e curta a vibe relax da ilha!
  • Reforçando: pra quem estiver com mala de rodinha, escolha uma hospedagem próxima ao píer. As ruazinhas são em grande parte de terra/areia, o que torna difícil a missão de arrastar a mala por distâncias maiores!
  • Não há fonte de água doce em nenhuma das três ilhas, por isso é comum que a água das torneiras e chuveiros da maioria das casas e hospedagens seja salgada ou salobra. Se isso for um problema para você, vale pesquisar se há comentários a respeito nas avaliações do Booking do hotel/hostel onde pretende ficar. Na nossa hospedagem a água era um pouco salobra, mas não a ponto de nos sentirmos “salgados” após um banho.
  • O wi-fi não funciona muito bem nas Gili’s e você tem duas opções: ou aproveita o detox forçado (ou não!) de redes sociais ou compra um chip local. Nós usamos o da Telkomsel durante toda a viagem e só temos elogios – tivemos sinal até no meio do mar, durante o liveaboard em Komodo.
  • Há caixas eletrônicos nas ilhas, assim como casas de câmbio, mas a cotação é inferior à de Bali.
  • Como a maioria da população é muçulmana, em sinal de respeito não ande pela ilha de biquíni ou sem camisa. Os sarongues (ou cangas) são baratinhos e são vendidos por toda a parte!
Ilhas Gili - comida local

Onde comer em Gili Air

Comida local: são servidas em praticamente todos os restaurantes, mas os warungs costumam ser as opções mais baratas. Para saborear os pratos típicos indonésios recomendamos o Warung Sunny, o Warung Alam Damai, o Warung Bambu e o Firda Warung.

É vegano(a) ou vegetariano(a) ou gosta de comidas saudáveis? Também há opções na ilha, como o Good Earth Café, o Pachamama, o Kenza Cafe e Musa Cookery.

Para quem prefere pratos ocidentais, massas e pizzas, inclua na lista o Chill Out Bar, o Biba Beach, o Mowie’s Bar e o Mama Pizza.

Itens essenciais para levar na mala

  • Roupas de banho (biquíni, maiô, sunga, canga, saída de praia…)
  • Toalha de microfibra, dessas de secagem rápida
  • Lanterna de cabeça (ou a do celular mesmo, pra andar à noite)
  • Óculos de sol / chapéu / boné
  • Protetor solar / protetor labial
  • Repelente
  • Sapatilha de mergulho (dessas de neoprene ou borracha)
  • Equipamento de snorkel (ou alugue nas ilhas)
  • Sua farmacinha com os medicamentos que normalmente usa
  • Garrafa reutilizável de água. Muitos hotéis oferecem recarga gratuita de água para os hóspedes.

Tudo para a sua viagem

Hospedagem
Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o Booking você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.
 Seguro Viagem
Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo. Sempre reservamos nosso seguro através destes sites. Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros. Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!
Alugue um carro Alugue um carro
Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.
Passagens aéreas baratas
Procurando passagens aéreas? Dê uma olhada no Passagens Promo, que tem sempre ofertas imperdíveis! Através do Passagens Promo, você obtém uma relação atualizada instantaneamente por ordem de preços dos vôos. São milhares de trechos exclusivos, com tarifas diferenciadas e até 65% de desconto.

Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Mineira, é formada em Sistemas de Informação com Pós em Administração e Marketing. É apaixonada por conhecer culturas diferentes e passa horas na internet programando as próximas viagens. Adora dividir suas experiências no blog e ajudar outros viajantes a conhecer novos lugares!

Escreva um comentário