O que era vale para plantio e colheita de arroz acabou se transformando em um dos lugares mais visitados – e fotografados – de toda a ilha de Bali! Os terraços de arroz de Tegallalang são realmente fantásticos e aqui vai a primeira dica sobre esse lugar: a experiência de visitar os terraços se torna ainda mais mágica pela manhã, quando os primeiros raios passam pelas palmeiras, e a luz difusa e suave traz vida e cor ao lugar.

Planejando a sua viagem para Bali? Este post foi feito para que você tenha as melhores informações e dicas para visitar os terraços de arroz de Tegallalang durante a sua viagem!

Vamos lá!


Salve a imagem no Pinterest e não perca estas dicas!


Navegue pelo post


Onde ficam os Terraços de Arroz de Tegallalang e como chegar lá

Os Terraços de Arroz de Tegallalang (ou Tegallalang Rice Terraces) ficam na ilha de Bali, a pouco mais de 15 km do centro de Ubud e 45 km de Canggu.

Se você já pesquisou alguma coisa sobre Bali, já deve ter visto que a ilha não tem transporte público. Ainda assim se deslocar por lá bem fácil.

Vista linda dos Terraços de Tegallalag

Se você tem experiência em pilotar moto, alugar uma scooter será a forma mais prática, fácil e barata de se locomover. O aluguel custa em torno de R$ 25,00 por dia.

Outras opções são contratar um motorista particular para um dia (eles estão disponíveis em toda a ilha) ou fechar o percurso com um taxista.

Aplicativos de transporte como o Grab e o Gojek (que são similares ao Uber) também funcionam em Bali, porém em alguns lugares este transporte não é bem visto pelos taxistas e até mesmo pela comunidade local, o que inviabiliza o seu uso. Na dúvida, pergunte no seu hotel/hostel se na área o app é permitido.

➳  Leia mais: Roteiro Indonésia – guia para 3 semanas

O que esperar dos Terraços de Arroz de Tegallalang

Em um vale úmido e repleto de palmeiras, o terreno foi recortado em vários degraus para possibilitar o cultivo de um dos grãos mais consumidos na Indonésia: o arroz.

Esse modelo de cultivo balinês, que se dá por meio da construção de terraços, é uma eficiente forma de irrigação conhecida como “subak“.

Primeiros raios de sol iluminando os Terraços de Tegallalang
Primeiros raios de sol iluminando os terraços

Se antes esses arrozais eram destinados somente para a agricultura, hoje os campos de Tegallalang se transformaram em uma atração certa para ser adicionada em um roteiro por Bali.

O que chama a atenção das pessoas é justamente a beleza sem igual do vale, em que as colinas oferecem uma vista panorâmica para a paisagem verde que se estende por uma longa área. Os coqueiros ao redor e as construções típicas dão um toque especial aos terraços.

Se você gosta de fotografar, os terraços de Tegallalang simplesmente não podem faltar na sua viagem. Vá por mim!

Entendendo os Terraços de Arroz de Tegallalang

Os terraços nem sempre foram uma atração turística. Na verdade a fama é recente, sendo que há cerca de 3 anos, a destinação deles era tão somente para plantio e colheita. Por isso não espere uma estrutura totalmente voltada para receber os visitantes durante o seu passeio.

Cada parte dos terraços é de uma família diferente. Por isso, é bem comum que durante o trajeto você se depare com lugares mais bem cuidados que outros e também lugares em que o acesso é proibido.

Para entrar nos arrozais e para acessar lugares específicos será necessário fazer um pagamento, que eles chamam de “doação“.

Outra informação importante é que como são de vários proprietários, se você estiver indo por conta própria, é bom saber que não existe uma única entrada para acessar os arrozais.

Ao chegar próximo dos Terraços de Tegallang você verá inúmeras lojinhas e cafés na beira da estrada. Ali você poderá encontrar um local para estacionar na rua mesmo ou procurar por um estacionamento particular que está do lado oposto da rua.

Em meio a essas lojinhas e cafés estão os acessos para os terraços.

➳ Leia mais: Pura Tirta Empul – o templo da água sagrada de Bali

Sobre as doações

Para que você possa acessar a área dos terraços terá que pagar 10.000 IDR por pessoa (+ou- R$3,50). Este valor não é considerado como um ingresso, mas sim uma doação para que os agricultores possam arcar com os desgastes nas plantações causados pelo turismo.

Já dentro do campo, você verá que alguns dos terraços estarão fechados por cercas de bambu. Para ultrapassa-las, é necessário pagar mais uma quantia de 50.000 IDR. Para quem curte fotografar ou para quem quer conhecer melhor os terraços, considero que vale a pena pagar.

Pelo grande volume de turistas que passam nos campos diariamente, imagino que os agricultores devem ganhar um bom dinheiro!

Balanços e lugares para fotos

Devido à crescente popularidade, algumas atrações foram abertas nos Terraços de Tegallalang e ficaram extremamente famosas no instagram.

As plaquinhas com os dizeres “love bali“, as molduras para fotos e os gigantes balanços são alguns dos famosos pontos instagramáveis.

Lógico que uma foto ou alguns minutos de balanço também serão cobrados. Espere pagar entre 100.000 a 150.000 IDR para se balançar por cerca de 5 minutos.

Qual é o melhor horário para visitar os terraços de arroz de Tegallalang?

O melhor horário para conhecer os terraços é no período da manhã.

Quanto mais cedo, mais vazio estará o lugar. Se você quiser um pouco de tranquilidade, saiba que por volta das 10h começam a chegar vans turísticas repletas de visitantes e fica mais difícil conseguir uma foto sem que apareçam um monte de desconhecidos.

Outro motivo para que você acorde mais cedo no dia da sua visita aos terraços é que essa região é extremamente quente e úmida. Em poucos minutos de caminhada, você estará se derretendo em suor, pode apostar!

Indo mais cedo, a temperatura é mais agradável e o sol não é tão forte.

Nós realmente madrugamos para visitar os terraços. Queríamos fotografar os primeiros raios de sol iluminando o lugar e por isso chegamos lá por volta das 6:50h.

Nossa experiência em chegar bem cedo teve pontos favoráveis e também desfavoráveis.

A parte boa é que nós fomos uns dos primeiros a chegar, ou seja, tínhamos os terraços praticamente só para a gente.

A parte ruim foi que alguns lugares ainda estavam fechados e nós não pudemos acessá-los.

➳ Leia mais:  13 coisas para fazer em Uluwatu, Bali

Letreiro "I Love Bali", nos terraços de arroz de Tegallalang
Letreiro “I Love Bali”, nos terraços de arroz de Tegallalang

Quanto tempo separar para conhecer Tegallang?

Separe entre 1h e 1h30 para que você caminhe pelos campos, faça fotos e até mesmo se aventure em um balanço.

Você pode combinar esta atração com cachoeiras (como a Tibumana), com visitas aos templos hindus e também com a Florestas Sagrada dos Macacos de Ubud.

Terraços de arroz em Tegallalang

Qual é a melhor época para visitar Tegallalang?

Você pode visitar os terraços o ano todo, mas eles estarão mais verdinhos nos meses após o período das chuvas.

A temporada chuvosa em Bali vai de dezembro à fevereiro.

Principais dicas

  1. Leve dinheiro trocado para pagar as entradas.
  2. Chegue cedo para evitar multidões e calor.
  3. Leve água em uma garrafinha reutilizável.
  4. Protetor solar e repelente também são importantes.
  5. Vá com calçados confortáveis e que possam se sujar. Os caminhos entre os arrozais são de terra e se tiver chovido terá barro também.

Onde ficar em Ubud

Escolher um bom lugar para ficar em Ubud é um diferencial para que os seus dias por lá sejam realmente inesquecíveis!

E a boa notícia é que em Ubud você terá opções excelentes a um preço bem interessante.

Confira abaixo as nossas indicações de hospedagem em Ubud:

Luxuoso Alaya Resort | Bem na região central de Bali e a menos de 1km do Ubud Art Market, o Ayala Resort é uma opção incrível! Pra começar, mesmo estando em uma região central, ele está situado em meio a um campo de arroz e possui duas piscinas externas lindas. Os quartos também são super confortáveis e decorados no estilo balinês. Para férias relaxantes, esse resort será uma das suas melhores opções.

Opção confortávelDewangga Ubud | Mais uma opção na região central de Ubud. Os arredores do Dewagga possuem uma boa área verde bem tranquila, o que garante um ambiente ideal para relaxar depois de um dia de passeios. O hotel também tem uma piscina bem bonita e quartos arejados e espaçosos.

EconômicosPutu’s Paradise | Se seu orçamento estiver mais baixo e você quiser economizar, achar uma boa hospedagem em Ubud não será problema. Uma opção que indicamos é o Putu’s Paradise, um guest house bem aconchegante cuja dona é super simpática e prestativa. Por lá você tomará seu café da manhã em uma varandinha desfrutando de uma vista linda para o jardim da hospedagem.

Para mais opções, dê uma olhada neste link!


Leia também: Onde ficar em Bali


Descubra um dos paraísos mais surpreendentes da Indonésia. Leia o post: 12 coisas para fazer em Komodo


Tudo para a sua viagem:

Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o BOOKING você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.


Fique em lugares privativos e confortáveis com espaço para você, família e amigos!
Cadastre-se no AIRBNB usando esse link, faça sua primeira reserva com 130 reais de desconto!


Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo.
Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros.
Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!


Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.


Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

Write A Comment