Assistir aos primeiros raios de sol revelarem um dos templos hindus mais deslumbrantes do mundo, rodar por estradas sinuosas para alcançar os mais belos mirantes do norte de Bali, percorrer trilhas entre bosques, florestas e campos de arroz para encontrar exuberantes cachoeiras escondidas, olhar o céu durante a noite e se dar conta de uma quantidade inimaginável de estrelas. Quer saber o que fazer em Munduk? Leia o post e descubra uma parte de Bali que muita gente nem sequer sabe que existe!


Salve a imagem no Pinterest e não perca estas dicas!

Munduk Bali

Navegue pelo post


Munduk, Bali

Sobre Munduk

Munduk é um pequeno vilarejo em uma região montanhosa no centro-norte de Bali.

Por ser um lugar fora da rota turística comum, em Munduk não há tantas facilidades como em outros locais mais populares da ilha.

A oferta de hotéis é bem menor se comparada com o leque de opções de outras regiões de Bali, como Ubud ou Seminyak. Os restaurantes também são mais simples sendo em sua grande maioria warungs (restaurantes que servem comida local) e o acesso aos pontos de interesse são mais difíceis devido à distância entre eles.

Por outro lado, a falta de uma estrutura turística também tem as suas vantagens: Munduk se mostra um lugar mais autêntico e tranquilo, ideal para quem quer passar um tempo em um ambiente em que a natureza prevalece.

O clima mais ameno e úmido das montanhas proporciona uma paisagem de um verde vivo e com uma variedade de plantas imensa. O relevo acidentado favorece para que as corredeiras que descem velozmente montanha abaixo despenquem em altas cachoeiras em meio à mata.

Se você ama o combo “hiking + cachoeiras”, Munduk não pode faltar em seu roteiro por Bali.


Onde ficar em Munduk

Apesar de contar com menos opções, não é difícil encontrar lugares legais para ficar em Munduk. E o melhor, tem opções para todos os tipos de viajantes.

Opção econômica | BALI BENING – essa pousada foi erguida na encosta de uma montanha em meio a um bosque. Com uma ótima avaliação no Booking, restaurante no local e uma vista linda, o Bali Bening é uma opção e tanto para quem busca um lugar barato e aconchegante.
Diárias a partir de R$118 para um casal com café da manhã. (RESERVE AQUI)

Munduk, Bali - hotel Bali Bening

Opção moderada | VILLA SANDE – bangalôs de madeira em meio a muito verde e com piscina. Para completar, lindos campos de arroz circundam a hospedagem proporcionando um visual perfeito no entardecer.
Diárias a partir de R$257 para um casal com café da manhã (RESERVE AQUI)

Munduk, Bali - Villa Sande

Opção luxuosa | MUNDUK MODING PLANTATION NATURE RESORT – Com uma piscina candidata a ser a mais fotogênica de Bali, o Munduk Moding Plantation é uma opção ideal para quem busca conforto para seus dias em Munduk. Os poucos bangalôs do resort estão dispersos entre um grande pomar e uma imensa plantação de café. Se você for se hospedar lá, não deixe de reservar um tempo do roteiro para explorar a área do hotel e também para participar das atividades que são oferecidas aos hóspedes (como aulas de yoga, caminhadas, degustação de cafés e outros) .
Diárias a partir de R$940 para um casal com café da manhã (RESERVE AQUI)

Munduk, Bali - Munduk Moding Plantion Resort

Já escolheu onde ficar em Bali?
Confira uma seleção completa com dicas de hotéis e hostels e dicas de regiões para ficar.
Leia: Onde ficar em Bali: opções para uma viagem inesquecível!


Munduk, Bali - mapa

1. Conheça as cachoeiras Sekumpul e Fiji

Se no litoral da Bali estão as desejadas praias que fazem os olhos dos turistas brilharem, é em Munduk e arredores que a gente encontra as cachoeiras que fazem o coração bater mais forte.

E se o assunto é cachoeira, duas das quedas d’água mais impressionantes de Bali estão em Munduk: a cachoeira SEKUMPUL e a cachoeira FIJI.

As duas quedas são enormes e despencam de imensas paredes rochosas emolduradas pelo denso musgo e pela vegetação tropical (a Sekumpul possui mais de 80 metros de altura!).

Próximo à elas ainda há várias outras quedas d’água que, apesar de não terem o mesmo porte, não podem ser desprezadas.

Pela distância que fica esse complexo (1h de viagem saindo de Munduk) e para fazer valer o valor da taxa para acessar as cachoeiras (que é um tanto inflacionada), aproveite ao máximo seu tempo por lá e separe pelo menos a metade de um dia para curtir as cachoeiras.


Sobre a taxa de visitação da Sekumpul

Por ser um lugar fantástico e cada vez mais famoso no Instagram, a Sekumpul – que fica em uma área privada – tem atraído mais e mais turistas para região. Diante do crescente movimento, os donos do local (que não são nada bobos) aproveitaram a oportunidade para dar um up uma taxa para a visitação das cachoeiras.

E junto com a exigência do pagamento para a entrada vieram também outras regras, entre elas a obrigatoriedade do acompanhamento de um guia.

E quanto custa? Depende do que você pretende fazer. De forma prática, existem três tipos de passeio:

Munduk, Bali - cachoeira

Trekking curto:

Custa IDR 300k (cerca de 94 reais).
Tem duração de 1 a 2 horas.
Apenas acesso às cachoeiras principais (incluindo Sekumpul e Fiji)

Trekking médio:

Custa IDR 375k (cerca de 118 reais).
Tem duração de 2 a 3 horas.
Dá acesso às cachoeiras e inclui uma caminhada por terraços de arroz e também a um balanço.

Trekking longo:

Custa IDR 500k (cerca de 151 reais).
Tem duração de 2 a 3 horas.
Além do que é incluído no trekking médio, dá acesso também a um escorregador natural e a uma pequena cachoeira de onde se pode pular (foto acima). Um almoço está incluído
.

Não acho que os preços sejam baratos, mas, por outro lado, o lucro obtido pela taxa auxilia na economia local e também ajuda na conservação, organização e limpeza do lugar.

Os preços são de novembro de 2019 e podem variar dependendo da época do ano.

2. Explore outras cachoeiras

Além das gigantes Sekumpul e Fiji, em Munduk ainda há várias outras cachoeiras (lindas, diga-se de passagem) para ocupar seus dias de viagem.

Aling Aling

A 40 km de distância do povoado de Munduk está mais uma joia escondida de Bali. Na verdade uma não, QUATRO!
ALING ALING, KROYA, KEMBAR e PUCUK garantem diversão certa pra todo tipo de viajante. As piscinas naturais são perfeitas para banho, a trilha para acessá-las é fácil. Há locais para saltos (para quem não tem medo) e também um escorregador natural (que é pura adrenalina!).

Nungnung

Assim como a Aling Aling, a cachoeira NUNGNUNG é outro lugar em que a natureza esbanjou capricho. Tá certo que para chegar nela é necessário um pouquinho de força de vontade, já que são mais de 500 degraus para descer e subir… mas no final, conhecer esta maravilha natural valerá todo o esforço.

Banyumala

Mais uma lindeza de Munduk! A BANYUMALA é uma grande cachoeira que se divide em duas quedas. As águas caem com força e formam um belo poção para banho e também uma hidromassagem natural. Para chegar nela é preciso percorrer uma trilha de cerca de 20 minutos.

Git Git

Uma trilha calçada leva à GIT GIT, uma cachoeira que está a cerca de meia hora da Aling Aling. Pelo seu acesso fácil, a cachoeira é bastante frequentada e pode ficar bem cheia em finais de semana.

Mais cachoeiras em Munduk:

  • Munduk / Red Coral Waterfall
  • Melanting Waterfall
  • Labuhan Kebo
  • Golden Valley Waterfall

3. Acorde cedo para ir ao Templo Ulun Danu Bratan

Um dos templos hindus mais famosos da Indonésia, o Pura Ulun Danu Bratan é o cartão postal de Bali.

E aqui vai a nossa principal dica sobre esse lugar: chegue o mais cedo possível para evitar o grande número de turistas o visitam todos os dias. Nós fizemos isso e pegamos o templo praticamente vazio.

O complexo do Pura Ulun Danu Bratan tem uma atmosfera tranquila e um visual incrível.

O destaque vai para uma bela construção de 11 níveis de altura e que se ergue praticamente dentro do Beratan, um imenso lago de superfície serena e lisa.

Em volta do lago, as nuvens baixas somadas à névoa que sobe de sua superfície escondem imensas montanhas, verdadeiras guardiãs do complexo de templos sagrados.

Munduk, Bali - Pura Danu Bratan
Templo Pura Ulun Danu Bratan

A taxa de entrada é de IDR 50.000 (± 15,70).

➳ Leia mais: 13 coisas para fazer em Uluwatu

4. Veja os Lagos Gêmeos do alto de um mirante

Se assim como nós, você também ama fotografar, não deixe de fazer uma parada nos mirantes da rodovia que contorna os imensos lagos Buyan e Tamblingan.

Munduk, Bali - Mirante
Mirante para os Lagos Gêmeos

O melhor mirante fica próximo ao Wanagiri Hidden Hills. Basta procurar por “Bali Twin Lake Trekking Point” no Google Maps que você chegará lá.

Fique sabendo: os lagos gêmeos, no passado, eram apenas um. Contudo, um deslizamento de terra por volta do ano 1600 acabou dividindo ele em dois. O menor recebeu o nome de Buyan e o maior é o Tamblingan.

Munduk, Bali
Munduk, Bali

5. Balance no Wanagiri Hidden Hills

Que em Bali existem vários balanços fotogênicos todo mundo sabe. Mas o que muita gente desconhece é que um dos melhores locais para fazer fotos em balanços, ninhos de bambu e outras “ornamentações balinesas” é ao redor dos Lagos Gêmeos.

Na rua do mirante que comentei no item anterior, existem vários pontos onde os moradores montaram cenários para que os turistas garantam a foto perfeita.

São cantinhos que dão vista para o lago e que parecem ter saído de um conto de fadas! Veja só:

Funciona assim: os balanços e ornamentos estão divididos em “parques” e cada parque é de um proprietário específico. Como não seria diferente, para acessá-los é necessário pagar um ticket.

Os balanços das fotos acima são chamados de Wanagiri Hidden Hills. Pagamos 100k IDR por pessoa (± R$ 31) e tivemos acesso a 7 spots para fotos.

Outro lugar que rende fotos lindas é o Menara Bambu Hitam.

Para ajudar que o clique saia perfeito, o pessoal que trabalha nesses lugares sempre dá uma mãozinha. Se a luz não estiver favorecendo eles trazem refletores. Se precisar subir em um balanço mais alto, eles correm e pegam um banquinho ou uma escada pra auxiliar. E para quem está sozinho ou quer uma foto em casal, sem problemas: eles até fotografam pra gente.

Dica para as meninas: se você não estiver com a roupa ideal para as fotos ou quiser variar o look, por IDR 75k (± R$ 24) é possível alugar um vestido lá mesmo!


➳ Leia mais: Tudo sobre Gili Air


6. Fotografe no Handara Gate

Outro ponto super popular para fotos: o Handara Gate. Basta procurar por Bali no Instagram que no feed pipocam fotos de lá!

E ao contrário do que muita gente acha, o portal não leva a um templo ou algo parecido. Na realidade ele é a entrada de um resort e clube de golf.

A fama do Handara Gate Bali não é por acaso. O lugar realmente é impressionante! O belo portal com suas laterais pontiagudas enquadra perfeitamente uma estrada que leva a um cenário cinematográfico de montanhas.

Há um tempo, o gigante portal que fica na estrada que leva ao Templo Ulun Bratan passava despercebido pelos turistas e quem transitava por lá conseguia fazer quantas fotos quisesse sem nenhuma interrupção. Mas, de uns dois anos pra cá o lugar ficou extremamente popular. Resultado: rolam filas para foto e é necessário pagar uma taxa (é claro!).

Fotos com câmera ou celular custam IDR 30k (± R$ 9,50) por pessoa.

Se você estiver com um drone a brincadeira sai mais cara: IDR 100 (± R$ 32).

➳ Leia mais: Roteiro completo Indonésia

7. Veja o sol nascer do alto do Mount Batur

Gosta de caminhadas e ama assistir o nascer do sol? Então talvez você queira encarar uma super aventura!

O trekking ao topo do Mount Batur para ver o sol nascer é algo oferecido por muitas agências de turismo de Bali e promete ser uma das experiências mais extraordinárias da ilha.

Lembrando que o Mount Batur é o segundo maior vulcão ativo de Bali e possui mais de 1700 metros de altura!

Quanto ao risco de erupção, não há o que temer. As atividades sísmicas do vulcão são monitoradas em tempo real por geólogos e outros profissionais e qualquer anormalidade é detectada com bastante antecedência.

Essa atividade não requer um condicionamento físico de atleta, já que a trilha é considerada fácil e é feita em menos de 1h30.

Mas prepare o psicológico para levantar bem cedo ou até mesmo nem dormir. Por volta de 2h da manhã, as agências de turismo começam a buscar as pessoas que partirão na expedição. A recompensa pelo esforço é uma vista surreal de 360º no momento em que os primeiros raios de sol inundam toda a região!


Siga nossas redes sociais para não perder nada do que rola por aqui!


Quantos dias ficar em Munduk

Separe pelo menos 2 dias completos em Munduk para conhecer o templo Pura Ulun Danu Bratan, os spots para fotos (como o Handara Bali Gate e os balanços ao redor do lago) e algumas cachoeiras.

Se for fazer também o trekking no Mount Batur, considere ficar 3 dias em Munduk.

Como é o clima em Munduk

Por causa da umidade, durante o dia costuma fazer bastante calor. Já à noite rola aquele friozinho característico de montanha. Leve um casaco na mala para garantir.

Munduk, Bali

Como chegar em Munduk e como se deslocar

Para chegar em Munduk, você pode optar por contratar um motorista particular ou chamar um motorista de aplicativo (Grab e Gojek são os apps mais populares).

Como referência, saindo de Ubud são mais de 80km de distância até Munduk e se leva em média 2h no percurso.

Já em Munduk, para fazer os passeios, você poderá optar por alugar uma scooter ou contratar um motorista. Apps de transporte quase não funcionam em Munduk, principalmente porque as atrações (que geralmente são cachoeiras) ficam isoladas.

É bem comum em Bali que as hospedagens disponibilizem motos para alugar por um preço bem pequeno (± U$5 a diária). Se essa foi a sua escolha, sugiro que entre em contato com seu hotel com antecedência e pergunte sobre a disponibilidade de locação. Uma boa dica é usar o campo de mensagens do próprio Booking.com para fazer isso.

Se preferir contratar um carro particular, em Munduk conhecemos um motorista bem legal e confiável que indicamos. O nome dele é Bagus e o contato é pelo whatsapp + 62 82147141036.

O Bagus é um cara bem humilde e trabalhador e que fala um pouquinho de inglês. Se caso ele não entender alguma palavra que você disser, certamente usará o tradutor do celular para tentar te compreender.

➳ Leia mais: 12 coisas para fazer em Komodo

Seguro viagem

Como em todo bom planejamento de uma viagem internacional, para fazer uma trip pela Indonésia um seguro viagem é muito importante.

Não que este seja um item obrigatório para entrar no país, mas como a Indonésia (e os países asiáticos em geral) são tão diferentes do Brasil, ter uma ajudinha quando algum imprevisto acontecer é algo que muitas vezes não tem preço.

E por falar em preço, uma boa notícia: seguro viagem não é caro e cobre uma quantidade imensa de situações. Extravio de bagagem, assistência médica e odontológica, reembolso em caso de cancelamento e atraso de voo, indenização ou custeio por gastos com despesas médicas durante a viagem, etc. Uma boa cobertura vai te garantir apoio para tudo isso.

Munduk, Bali - Placa

Para nossa viagem na Indonésia com escala na Europa (onde o seguro viagem é obrigatório), cotamos o seguro com a Seguros Promo e fechamos o plano Travel Ace TA 40 Especial (com a cobertura mínima de 30 mil Euros exigida para visitar os países do Tratado de Schengen) por R$278,00 por pessoa – o que deu pouco mais de R$ 8,00 por dia.

Quer entender melhor como funciona o seguro viagem?
Não deixe de ler: Seguro Viagem para a Ásia.

Dica: Para ganhar 5% de desconto com a Seguros Promo utilize o cupom  NAJANELA5. Pagando no boleto você ainda ganha mais 5% de desconto! CLIQUE AQUI PARA FAZER UMA COTAÇÃO.


Tudo para a sua viagem:

Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o BOOKING você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.


Fique em lugares privativos e confortáveis com espaço para você, família e amigos!
Cadastre-se no AIRBNB usando esse link, faça sua primeira reserva com 130 reais de desconto!


Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo.
Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros.
Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!


Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.


Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Créditos: as ilustrações do mapa “o que fazer em Munduk” foram retiradas do site flaticon.com | As fotos dos hotéis Bali Bening e Munduk Moding Plantion Resort são fotos de divulgação do Booking.com

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

Escreva um comentário