Depois de nos deslumbrarmos com o gigante e árido Atacama e nos sentirmos minúsculos na imensidão do Salar de Uyuni, confesso que quando conheci La Paz não morri de amores pela cidade.

O primeiro sentimento que a metrópole me despertou foi algo meio claustrofóbico… nos vimos cercados de concreto, barulho, correria…

Logo que botei os pés em La Paz, pensei comigo mesmo: “O que os mochileiros veem tanto nesta cidade para falarem que o lugar é imperdível?”


O primeiro contato

Chegamos na rodoviária de La Paz de madrugada, a cidade ainda estava acordando. Pegamos um táxi caindo aos pedaços e fomos até o hotel deixar nossos mochilões.

No percurso fui analisando onde tínhamos nos metido.

À primeira vista, a cidade não era nada bonita. Muito cinza, muito pobre, muitos prédios velhos, muitas casas sem pintura… A altitude também causava um certo desconforto, até mesmo para a gente que já estava há alguns dias viajando por lugares altos.

A viagem Uyuni/La Paz era longa e exaustiva. Tínhamos passado a noite toda dentro do ônibus.

Não tenho dúvidas de que o cansaço e a fome contribuíram para esse julgamento antecipado e negativo da cidade.

Tomamos um cafezinho reforçado e nosso ânimo já era outro.

Leia também: 7 coisas coisas sobre La Paz que você precisa saber antes de viajar


O outro lado de La Paz

Depois de nos recompormos, fomos conhecer La Paz de verdade.

Saímos perambulando pelas ruas principais do centro histórico para tentar nos situar e entender melhor a cidade.

No começo me sentia em outro planeta, e não em um país vizinho ao nosso.

Mas foi só começarmos a descer e subir as ladeiras de La Paz, que em poucas horas tudo foi ganhando outra cara.

O cinza começou a perder espaço para as cores, a pobreza foi ofuscada pela autenticidade das pessoas, e os prédios e casas velhos começaram a se tornar comuns para a gente, mesclando-se com a paisagem urbana.

No final, não posso dizer que compreendemos completamente La Paz. A cidade vive um ritmo próprio, possui uma história muito diferente da nossa e uma cultura pulsante.

Os três corridos dias que passamos por lá não foram bastantes para assimilarmos La Paz e, no final, a curiosidade por descobrir mais e mais sobre aquele lugar incomum nos incitava a pensar em passar mais alguns dias por lá.

Infelizmente viajávamos com prazo contado e, no nosso roteiro pelos Andes, ainda havia muito o que ver e descobrir… Nosso mochilão não estava nem na metade ainda!

No final, saí de La Paz sem compreender a sua essência, mas posso afirmar que consegui entender completamente o motivo de tantos viajantes concordarem que La Paz é mesmo um destino imperdível .


fotos de La Paz, Bolívia
A profissão de engraxate é muito discriminada em La Paz. Os engraxates, com vergonha de se expor, utilizam máscaras, bonés e toucas para cobrir os rostos e não serem reconhecidos.
fotos de La Paz, Bolívia
Os moradores de La Paz se orgulham dos teleféricos, o meio de transporte mais eficiente da cidade
fotos de La Paz, Bolívia
fotos de La Paz, Bolívia
fotos de La Paz, Bolívia
fotos de La Paz, Bolívia
Essa foi uma das cenas que mais me impressionou. Mas, saiba que é bem comum as cholas venderem todos os tipos de alimentos pelas ruas, inclusive carne.
fotos de La Paz, Bolívia
Não entendemos bem o que estava rolando, mas, em frente à Igreja de San Francisco encontramos um evento de xadrez
fotos de La Paz, Bolívia
Em outro dia, novamente em frente à Igreja de San Francisco estava acontecendo uma apresentação de dança de rua
fotos de La Paz, Bolívia
A Rua das Bruxas é um dos lugares mais estranhos de La Paz
fotos de La Paz, Bolívia
As cholas estão por todos os lugares da cidade…
fotos de La Paz, Bolívia
…e vendem de tudo um pouco.
fotos de La Paz, Bolívia
fotos de La Paz, Bolívia
A cidade de La Paz está encravada entre as gigantes cordilheiras. A população mais pobre vive no alto, enquanto os mais ricos estão na parte baixa, onde faz menos frio e a altitude é menor.
fotos de La Paz, Bolívia
fotos de La Paz, Bolívia
Turistas se misturam a locais no centro de La Paz

Já contratou o Seguro Viagem?

Seguro viagem é um item essencial para viajar pela Bolívia. O clima de lá é muito diferente do nosso e a altitude é um agravante. Viajar prevenido pode te evitar problemas caso precise de cuidados médicos. Nunca se sabe não, é?

Nossa dica para contratar o seguro é pesquisar preços e coberturas em sites que comparam os planos de várias seguradoras.
Para isso, sempre utilizamos os sites da Real Seguros e da Seguros Promo.

Benefícios:
Real Seguros – parcele seu seguro em até 12x no cartão e sem juros!
Seguros Promo – parcele em até 6x no cartão ou ganhe 5% de desconto pagando no boleto. Utilize o cupom NAJANELA5 e ganhe mais 5%


Leia mais:


Tudo para a sua viagem

Hospedagem
Reserve o melhor hotel para a sua viagem com o menor preço. Com o Booking você compara diversas opções e escolhe o hotel com melhor custo x benefício. Reserve agora mesmo, com opções de parcelamento e cancelamento grátis.
 Seguro Viagem
Não dá para viajar despreocupado sem seguro viagem! Compare os preços de seguros com os dois melhores sites no assunto: Real Seguros e Seguros Promo. Sempre reservamos nosso seguro através destes sites. Com a Real Seguros, você poderá parcelar o valor em até 12x sem juros. Com a Seguros Promo o valor pode ser dividido em até 6x no cartão de crédito e pagando no boleto, você consegue 5% de desconto. Utilizando o nosso cupom NAJANELA5 você ganha mais 5%. No final fica baratinho e viajamos tranquilos, sem medo de imprevistos!
Alugue um carro Alugue um carro
Nada melhor do que a liberdade que um carro alugado pode dar para uma viagem! Antes de alugar um carro compare os preços das melhores locadoras do Brasil e do mundo no site da RentCars e garanta o melhor preço. A cobrança poderá ser feita em reaissem IOF, e o valor dividido em até 12 parcelas no cartão de crédito.
Passagens aéreas baratas
Procurando passagens aéreas? Dê uma olhada no Passagens Promo, que tem sempre ofertas imperdíveis! Através do Passagens Promo, você obtém uma relação atualizada instantaneamente por ordem de preços dos vôos. São milhares de trechos exclusivos, com tarifas diferenciadas e até 65% de desconto.

Reservando com nossos parceiros, você garante o melhor serviço, consegue o menor preço e ainda ajuda na manutenção do Viajando na Janela (e sem pagar nem um centavo a mais por isso!).

Escrito por

Flávio é mineiro, formado em Direito e já morou em várias cidades diferentes. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

Escreva um comentário