Dicas de Viagem

O que levar na mala em uma viagem para o Chile?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Olá! Está de passagem comprada para o Chile? Então chega mais, que vou dividir com você algumas dicas sobre um dos momentos mais difíceis de tooooda viagem: fazer as malas!


Para começar, confesso que sou um tanto quanto exagerada e qualquer viagem de fim de semana já é suficiente pra me tirar o sono. Sou dessas que quer levar tudo com aquela desculpa de sempre: vai que precisa! 😁

Uma das primeiras coisas que é preciso se informar em caso de viagens de avião, é o limite de peso da bagagem a ser despachada de acordo com o seu destino e companhia aérea.

No nosso caso, voamos com a (até então) TAM – classe econômica – e o limite era de 23kg por pessoa para bagagem despachada e mais 5kg para bagagem de mão.

Passado o pânico inicial de que eu não seria capaz de levar tudo o que eu precisaria para 25 dias de viagem NO INVERNO, o primeiro passo foi providenciar uma balança de mão para não ser pega de surpresa na hora de despachar as malas.

Daí vem um fato que ninguém dá muita importância quando vai comprar uma mala: o peso dela vai influenciar diretamente na quantidade de coisas desnecessárias que você poderia levar, ou na hora de comprar aquelas lembrancinhas pra família inteira!





Depois de pesquisar muuuuuito sobre os vários tipos de malas existentes no mercado, optei por um modelo de policarbonato – as famosas malas rígidas – tamanho G, por ser relativamente leve e resistente.

Outro fator SUPER HIPER MEGA importante que na hora da compra pode parecer não fazer muita diferença, mas SIM, FAZ, são as rodinhas. Esse modelo que comprei possui 4, além de giro 360°, e facilita a vida DEMAIS.

Outro item que achei bastante útil (e na volta fez uma grande diferença) foram aqueles sacos a vácuo, sabe? Comprei  4 grandes, dois para mim e dois para o Flávio, e achei que foi o suficiente. Eles diminuem bastante o volume das roupas, especialmente aqueles casacões de frio que sozinhos já são metade da mala.

Agora vamos à parte mais impossível difícil:

O QUE LEVAR NA MALA?

O que levei:

Antes de qualquer coisa, me perdoe se esqueci  alguma coisa. Como já dissemos, a ideia de criar o blog veio depois da viagem então não nos atentamos ao fato de anotar e fotografar tudo, mas prometemos melhorar isso na próxima viagem)

Minha mala
• Dois casacos modelo trench coat (um preto e um verde militar) • Uma calça jeans preta mais arrumadinha
• Um colete de pêlo fake marrom (usei apenas uma vez) • Duas calças jeans (mais a que foi no corpo)
• Duas blusas manga longa fleece (uma preta e uma roxa) • Duas meia-calças grossas pretas (em Santiago comprei uma mais grossa, com pelinhos)
• 6 lenços de cores diferentes pra variar o look haha • 6 pares de meia (compramos um par de meias de ski em Chillán)
• 4 blusas manga longa de malha (uma cinza, duas pretas e uma branca) • Duas saias pra usar com meia-calça, usei só uma vez
• Duas blusas manga longa de linho (uma vermelha uma cinza) • Uma camisa social branca – não usei
• Duas blusas manga longa segunda pele (tipo meia-calça) • 1 pijama
• Um par de luva de ski • 10 calcinhas
• Duas leggings pretas • 2 soutiens
• Um par de palmilhas de lã • 1 biquíni
• Duas botas cano alto (uma preta e uma marrom) • Um par de chinelo
• Um sapato de salto para sair a noite (não levaria novamente, não usei) • 3 óculos de sol
• 2 cintos • 3 pares de brinco / 3 anéis
• elástico de cabelo / presilhas

 

obs.: em Santiago comprei uma jaqueta de couro fake preta e um casaco daqueles fofinhos cinza, muuuito quente e que me salvou em Pucón <3

obs2.: comprei um par de luvas em Santiago e um gorro em Pucón

Mala de mão (que no nosso caso foi uma mochila)
• uma troca de roupa • pasta de documentos
• carteira • money belt (doleira)
• câmera (Sx50) + carregador • Gopro + acessórios
• celular + carregador • bateria externa
• adaptador de tomada • snacks (chocolate, barrinha de cereal)
• fone de ouvido

 

Pastinha de documentos: levamos impressas todas as reservas em hotéis, do seguro, dos vôos e um mini guia com dias de viagem que montamos com os lugares que gostaríamos de conhecer, horário de metrô, agências, etc. Todos os papéis que recebemos durante a viagem também iam para esta pasta para não correr o risco de serem perdidos.

Necessaire  (foi dentro da mala de mão)
• 1 par de lentes de contato extra + caixinha pra guardar • Hidratante corpo (comprei o facial em Santiago)
• Desodorante • escova / creme dental / fio dental
• Shampoo/condicionador3 batons • pente
• BB cream • Shampoo seco
• Corretivo • Gilete
• pó compacto • Pinça
• lápis preto • lixa de unha
• rímel • lencinho removedor de esmalte
• blush • cotonetes
• Protetor solar • perfume
• Duo de sombras (marrom/bege) • Sabonete facial
• Pincéis

 

Mini Farmácia (foi dentro da mala de mão)
• Opti-free (para lente de contato) • colírio
• band-aid • band-aid
• dramin • simeticona
• sedilax • Rinosoro
• Resfedril • Eno
• Vitamina C • Imosec
• Loratadina • bromoprida
• Cataflan gel

 

Lembrando que todos os frascos com líquidos que vão na mala de mão devem ter até 100ml cada, não podendo ultrapassar o total de 1 litro, tudo acondicionado em embalagem plástica transparente e com dimensões máximas de 20x20cm. Eu comprei a minha no Ebay por menos de 10 reais.

Mesmo sem ter me desapegado de tudo que queria levar, minha mala pesou mais ou menos 14kg. Tentei levar peças de cores mais neutras e que rendiam mais combinações para não aparecer sempre do mesmo jeito nas fotos kkk. Poderia ter levado menos coisas, mas não tinha intenção de lavar as roupas durante a viagem.


Que tal usar as lembrancinhas de viagem na decoração da casa? Fizemos um post bem legal com 6 dicas de decoração com o tema viagem!


Deixei para comprar roupas de ski em Santiago por pensar que lá seria mais barato do que no Brasil – e não era – procurei em diversas lojas e achei bem caro.

No final das contas acabei alugando no hotel em Chillán mesmo, e se arrependimento matasse, eu não estaria escrevendo este post: se tiver espaço na sua mala, NÃO ALUGUE!

Além de não compensar financeiramente (paguei aproximadamente 400 temers por um casaco e uma calça por dois dias, e com esse valor dava para comprar as duas peças tranquilamente na Decathlon), tem um agravante: é nojento. Sério, nem gosto de lembrar. Parece que as roupas foram usadas uma temporada inteira sem lavar, aí dão aquela perfumadinha para disfarçar… ECA! 😖 Então, repito: COMPRE.

O equipamento, se você não é um praticante assíduo de ski ou snowboard, é melhor alugar por lá mesmo.


Mala do Flávio

A mala dele era menor e foi um pouco mais leve (sabe como são os homens né? Tão mais práticos! Kkk). Os itens de higiene pessoal foram praticamente os mesmos que da minha mala, portanto não listei novamente, ok?

Mala despachada
• Duas Calça Jeans • 8 Cuecas
• Calça de Brim (comprada na Decathlon) • 8 Camisetas
• Segunda Pele (2 blusas e 1 calça) • Dois Casacos (+ um de ski)
• Duas Blusas de lã com gola • Uma Calça de ski
• Um Fleece • Um Short (Para nadar)
• 5 Pares de meia • Dois pares de luvas (sendo um pra ski e outro para o dia a dia)
• Um Pijama • Um par de Chinelos
• Uma Camisa social (não foi utilizada) • Um par de Sapatênis
• Dois Cachecóis • Um par de Tênis
• Dois óculos escuros • Um par de botas
• Relógio • Cabo USB
• Pendrive • HD Externo
Luvas de ski
Luvas de ski

 

Mochila
• Carregador de Celular • Notebook (+ Carregador)
• Câmera Canon T3i (+ Carregador + lente 18-55) • Lente Sigma 10-20
• Lente 50 mm • 2 Cartões de Memória
• Filtros para lente 18-55 • Lanterna

 

o que levar na mala


Considerações finais:

Quanto menos bagagem levar, mais espaço vai sobrar para as comprinhas (esse foi sem dúvida o meu maior incentivo kkkkk 😆 ), principalmente quando o destino é o Chile e você é um apaixonado por vinhos! Nós trouxemos umas 5 garrafas apenas na mala despachada – li vários relatos de pessoas que trouxeram na mala de mão mas como não havia um consenso entre as informações, optei por não correr o risco. Dica esperta: enrolei as garrafas em fraldas e coloquei no meio das roupas, bem no meio da mala mesmo, para evitar surpresas na esteira do aeroporto.  Graaaaaças a Deus minhas preciosas garrafinhas chegaram intactas! 😋

Se tiver alguma dúvida sobre o post pode entrar em contato por aqui mesmo nos comentários ou pelas redes sociais, ok? E conta pra gente, o que não pode faltar na sua mala?

Um abraço!


Conheça Embalse El Yeso, nosso passeio preferido saindo de Santiago!

Mineira, 31 anos, formada em Sistemas de Informação com Pós em Administração e Marketing. É apaixonada por viagens, principalmente aquelas que possibilitam visitar novos lugares e conhecer novas culturas. Passa horas na internet lendo relatos de outros viajantes e adora contar suas experiências nas redes sociais e no blog.

18 Comments

  1. Realmente não é fácil organizar tudo o que precisamos. Muitas vezes não conhecemos o país e não sabemos bem o que podemos ter lá. Eu há 2 anos anos para cá também viajo com a minha filha e a dificuldade ficou maior! Mas agora já estou melhor e consigo não levar tanta coisa assim

  2. Muito legal seu post. Completíssimo hein? Quando fui pro Chile fiz a mesma coisa, tentei ir com a menor quantidade de coisas possíveis (até porque fomos viajando de ônibus de Mendoza – Argentina até o Chile, parando em todos os vilarejos no caminho da Cordilheira dos Andes), e no final, nos acabamos de comprar garrafas de vinho rs… Meu irmão tinha feito uma viagem pouco tempo antes e abriram as malas de todos os passageiros e confiscaram tudo possível, até doce de leite (véspera de Natal)… Fiquei chocada, mas resolvi arriscar mesmo assim… Mas também preferimos despachar na mala para evitar qualquer problema. =]

  3. Muito legal o seu post! Eu adoro fazer mala. Hoje em dia já consigo fazer umas bem compactas, mas sempre bom ter um check list assim para seguir!
    Obrigado por compartilhar.

  4. oi Geisiele… muita gente ainda sofre com o quesito mala né?! Conheço um par de gente assim! Eu mesma já fui assim! Minha mala era enoooorrrmmmeee…. rsrsrsrs Hoje, sou super compacta!!!! Acredita que geralmente eu a arrumo pocas (2 ou 3 horas) antes de ir para o aeroporto?!

    Gosto especialmente de viajar para lugar de frio porque aí minha mala é ainda mais compacta, levo bem menos coisas! Casaco, por exemplo: apenas 1! Sempre! Se você observar minhas fotos de viagem terá a impressão de serem todas no mesmo dia, pois, as roupas são poucas e portanto as repito inúmeras vezes. rsrsrsrsr

    Tenho certeza que este texto irá ajudar muito gente, então, parabéns por escrevê-lo e de maneira tão detalhada. Em tempo: melhor dica que você deu, ignorada pela maioria das pessoas. O peso da mala é sim levado em consideração na hora do despacho!!! beijocas

  5. Que post super importante! É pra salvar nos favoritos com certeza! Eu viajo pra lá esse ano, no inverno ainda, e tô tendo que comprar muita coisa. Bom ter uma base real do que será realmente necessário, pq essas roupas não são exatamente baratas. Obrigada pelo post!

  6. Oi Geisiele!!!! Quantaaaa coisaaaaa na mala, menina!!! Brincadeira, he he he… Eu sempre fico louca quando vou para um destino frio, porque realmente, as roupas ocupam muito espaço na mala. Achei ótima a dica da mala rígida. Para mim, elas eram mais pesadas (tolinha). As rodinhas de 360 graus são tudo de bom mesmo. Parabéns pelo post!!!
    Abraços
    Carolina.

  7. Para mim é sempre um parto fazer mala, também sou bem exagerada.
    Mas agora eu começo fazer uma semana antes e vou tirando aos poucos aquilo que eu acho superfluo.

    • Geisiele Carvalho Reply

      Ótima dica, Tati! Vou tentar aplicar já na próxima viagem! 😀

  8. Nooossa! Sua mala tem muito mais coisa que a minha que já estou viajando há quase 2 anos! hahaha
    Mas eu entendo também era assim e tive que mudar por necessidade. Lembro que passei uma friaca no Chile porque não tinha levado casaco apropriado. Suas dicas estão ótimas!

    • Geisiele Carvalho Reply

      Minha meta é ser igual a vc, Adriana!
      Essa foi nossa primeira viagem internacional, então a experiência com mala era zero… Hoje acho que levaria menos coisas, só pra poder trazer mais vinhos na volta! hahahaha
      Um beijo!

  9. Tá tudo bem detalhadinho, nem tem como errar! E com o frio que faz, é melhor deixar pra comprar jaquetas e afins por lá mesmo!

  10. Adoreeei o post, tenho uma dificuldade imensa em consegui arrumar uma mala pequena, principalmente quando é viagem pra lugares frios! Não conhecia esse saco a vácuo e foi uma dica excelente, já quero experimentar na minha próxima viagem! ^^

  11. Olá!
    Gostaria de saber se tiver q escolher entre visitar Vina del mar e Valparaíso ou Embalse, qual vc indica? E sobre o trem (ruta del vino) vale a pena eu adiantar a data da viagem pra poder ir nesse passeio 🚆? Ele só tem 2 x por mês …. Obrigada pelo post!!!

    • Geisiele Carvalho Reply

      Oi! Tudo bem?
      Poxa, são passeios tão diferentes! Maaas, eu escolheria Embalse! A paisagem pelo caminho é linda e é mais uma chance de contato com a neve haha.
      Porém, depende muito das condições climáticas no dia, se tiver muita neve na estrada não tem como chegar lá…
      Sobre o trem, não chegamos a fazer esse tour, mas pelo que pesquisei parece ser bem interessante! Só conhecemos a Concha Y Toro, mas fiquei com muita vontade de conhecer outras vinícolas.. Se fizer o passeio, depois conta pra gente como foi! 😀

  12. Adorei esse formato didático que vocês deram as dicas! Parabéns, o post está completíssimo e sem dúvidas está ajudando muita gente!

  13. Confesso que costumo viajar bem mais leve 🙂 Sou prático e minimalista. Depois, acredito que no destino consigo arranjar tudo o que eventualmente precisar :))) Ainda assim, belas dicas para malta que gosta de ser organizar. Principalmente se viajar com crianças. Belo post.

  14. Olá. Agradeço o post! Muitíssimo interessante.
    Iremos, meu noivo e eu, em lua de mel em julho deste ano (2017) para Santiago. Passaremos 6 dias e 6 noites lá.
    Programamos conhecer Valle Nevado, Viña del Mar e Valparaíso, bem como Cajon del Maipo. Quanto à este ultimo destino (Cajon del Maipo), vcs o conhecem? Vale a pena? Quais melhores restaurantes?
    Qual a quantia ideal para levarmos de dinheiro? estamos estimando R$ 1000/dia (fora estadia e passagens) para alimentação, passeios e comprinhas. O valor está fora da realidade? Melhor levar reais ou pesos chilenos? Onde fazer cambio (ficaremos em Providencia- Apart Hotel Cambiaso- conhece?)
    Se puder responder tb no meu e-mail eu agradeceria.
    Reitero a gratidão pelo post.
    Abraços.

    • Geisiele Carvalho Reply

      Olá Débora, tudo bem? Fico muito feliz que tenha curtido o post!
      Quanto às suas dúvidas, vamos lá:
      Acho que 6 dias em Santiago é o ideal, dá pra conhecer muita coisa sem correria! Sobre Valle Nevado, vcs vão se hospedar por lá ou vão fazer um bate e volta?
      Estivemos em Cajón del Maipo sim, alugamos um carro e chegamos até lá usando o GPS do celular. É muito bonito e com certeza vale a pena, mas depende das condições climáticas nos dias em que estiverem por lá… Em 2015 não havia muita neve e foi tranquilo chegar, mas este ano já vi muitos posts de agências que cancelaram o passeio alguns dias pois o caminho não estava seguro. Temos um post aqui no blog contando mais detalhes e com várias fotos de lá 🙂
      Sobre o dinheiro, acho até que vcs estão estimando muito por dia! Nos restaurantes mais turísticos, gastamos por volta de R$200 a R$250 o casal com bebida incluída (almoço ou jantar), mas em restaurantes menos famosos é possível fazer excelentes refeições por menos da metade disso. Os passeios também não são muito caros, o de Viña del Mar e Valparaíso, por exemplo, custou R$200,00 por pessoa (é possível conseguir um valor melhor em outras agências). Em relação a compras, não achei que os preços compensassem… não tinha muita diferença de preço em relação ao Brasil (exceto um shampoo maravilhoso da John Frieda que me arrependo até hj de não ter trago um estoque – custava uns R$25,00 lá e aqui é quase R$70,00 rsrs).
      É melhor levar Real e trocar em peso lá. A melhor região para fazer câmbio é a central, especialmente a rua Agustinas – tem muuuuitas casas de câmbio próximas e dá para pesquisar a melhor cotação. A região de Providência é ótima! Ficamos no centro mas me arrependi, a região de Providência e Bellavista são muito mais animadas e movimentadas!
      Se tiver qualquer outra dúvida pode entrar em contato que tentamos te ajudar!
      Tenho certeza que assim como nós, vcs vão amar Santiago!
      Um beijo e obrigada pelo comentário.

Deixe seu comentário!