Não há duvidas de que a região dos lagos andinos é linda. Mas, cá entre nós, as paisagens que você encontra no Parque Nacional Vicente Pérez Rosales são de cair o queixo!


O Parque fica pertinho de Puerto Varas, localizando-se a aproximadamente 50 km da cidade. Logo que você cai na estrada já se depara com paisagens deslumbrante. Os vulcões Osorno e o Calbuco dão aquele toque especial a tudo isto.

Parque Nacional Vicente Pérez Rosales


Fizemos este e outros passeios pela região com um carro alugado em Puerto Varas. Se você quiser saber em que agência alugamos e como foi esta experiência, em um post anterior contamos como foi.


Como saímos cedo, tivemos o privilégio de ver o sol nascendo atrás do vulcão Osorno, o que foi, sem dúvidas, uma experiência sensacional! Pra falar a verdade, acho que foi o nascer do sol mais lindo que já pude presenciar! 😀

Estacionamos o carro em um mirante na beira da estrada, que, por sorte nossa, não estava nem um pouco movimentada.

O momento nos rendeu essa linda foto:

Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

Chegamos ao Parque Nacional Vicente Pérez Rosales cerca de 10h30 e deixamos o carro em um estacionamento que fica bem pertinho da entrada.

Assim que saímos do carro já nos deparamos com um solo arenoso, de uma areia escura e grossa. Então lá vai a primeira dica: vá com calçado fechado para andar na areia. Como o lugar fica aos pés do Osorno, o terreno é todo formado por areia vulcânica e também por rochas.

Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

Na entrada do Parque existe uma recepção, umas lojinhas (que nem demos atenção 😆 ), banheiros (grátis!), uma agência de passeios e uma lanchonete.

Ah! Antes que me esqueça ai vai a segunda dica: para passar o dia no Parque, leve coisas para comer. Lá tem uma lanchonetezinha, mas os preços são salgados, não há variedade e as coisas não são gostosas.


Conhecemos também Puerto Montt, Puerto Varas, Llanquiue, Frutillar e Puerto Octay.  Clique aqui para ver como foi este passeio!


Na agência da entrada você pode contratar vários tipos de passeios: trilhas guiadas, rafting, passeios de barco, e outros. Nós optamos por não contratar nenhum serviço, simplesmente resolvemos passear pelo Parque por conta própria.

Logo após à portaria, começa uma trilha que segue diferentes caminhos. Mas, para ajudar, logo no início tem um mapa de todo o Parque.

Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

Pelas trilhas, quase sempre estávamos ladeando as águas do Rio Petrohué. Sério! Aquelas corredeiras são hipnotizantes! Uma água verde claro que corre volumosa pelo rio afora e que, certamente, pode levar qualquer coisa no seu caminho! Vimos inclusive árvores derrubadas na margem.  😯 

Uma das trilhas do Parque leva até um dos pontos mais visitados: as passarelas sobre o Rio. A demanda por este lugar é grande porque de lá se tem uma vista única do Rio Petrohué com o Osorno ao fundo. Essa vista é praticamente o cartão postal do lugar.

Quando estivemos por lá a passarela principal estava fechada para reformas 😥  , mas, como o Parque estava vazio, pudemos apreciar a vista do Osorno de um pequeno mirante, e o melhor: sem nenhuma concorrência.

Parque Nacional Vicente Pérez Rosales

A natureza de lá impressiona e certamente valeria um passeio mais demorado. Mas como aquele era nosso último dia em Puerto Varas, e como ainda queríamos aproveitar um pouquinho da cidade, não pudemos ficar muito tempo.

Então, fica a última dica: reserve um tempo e não deixe este paraíso fora de seu roteiro!

Escrito por

Flávio é mineiro, 29 anos, cursa direito e trabalha como administrador público. Mesmo com os estudos e o trabalho, sempre aproveita suas férias e feriados para dar uma esticadinha por ai. Tem a fotografia como hobby e o blog como forma de dividir com outros suas experiências e seus clicks.

4 Comments

  1. Caiu como uma luva no meu planejamento para lua de mel. Vou ler os outros posts ainda… Mas deixo a pergunta: quantos dias por lá vc indica? Vou ter 4 inteiros

    • Geisiele Carvalho Reply

      Oi Aninha! Que ótima notícia!
      A região é linda, vocês vão curtir bastante. Acho 4 dias o suficiente: em um vocês podem fazer a volta ao Lago Llanquihue, em outro ir até o parque, no terceiro passear por Puerto Varas e Puerto Montt, e no último ir até o Parque Alerce Andino, que não visitamos porque estava fechado na época (por causa da última erupção do vulcão Calbuco). Nós ficamos 4 dias também, mas o roteiro ficou meio bagunçado porque fomos no inverno e chuviscou quase que o tempo todo, aí acabamos voltando em alguns lugares quando o sol aparecia haha

      Caso precise de alguma outra informação é só falar!

      Beijo!

Deixe seu comentário!