Optamos por ir de de Pucón para Puerto Varas de ônibus. A viagem foi supertranquila, durou +ou- 4h30m e empresa que nos levou foi a JAC. (Em março/2016 a passagem custava 9.300 pesos).

Hospedagem

Decidimos nos hospedar em Puerto Varas e lá alugar um carro para conhecer as cidades próximas.

O  Hotel escolhido foi o Hotel Cabaña Del Lago, que fica bem de frente ao Lago Llanquihue e tem uma vista M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A dos vulcões Osorno e Calbuco. Nosso quarto era bem grande, com frigobar, cofre e mesinha com cadeiras ao lado da janela (onde eu poderia ter passado todos os dias só admirando aquela paisagem 😊).

O café da manhã do Hotel é dos sonhos! Muiiiiiito variado. Todos os dias tinham vários tipos de pães, bolos, tortas, sucos, queijos, ovos, nozes, castanhas, yogurt, e várias outras coisas que só de pensar já fico com fome!

A localização de lá também é ótima, sendo possível conhecer os principais pontos da cidade a pé.


Para consultar os preços atualizados do hotel Cabaña del Lago, basta acessar o link abaixo e efetuar sua reserva através do Booking. Utilizando nossos links você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a manter o blog com uma pequena comissão.
Quero reservar minha hospedagem!


Alimentação

Cassis

O Cassis é um restaurante/lanchonete/café super concorrido em Puerto Varas. Fica à beira do Lago Llanquihue e possui dois pavimentos, inclusive mesinhas do lado de fora. Fomos lá no final da tarde para um lanche e tivemos  que esperar uns cinco minutos por uma mesa, estava LOTADO. Mas, como lemos boas recomendações do lugar, decidimos conhecer.

 

Primeira dica: um pedaço de torta/bolo dá tranquilamente para duas pessoas. Não consegui comer metade da que pedi. Os sucos também são bem grandes, tudo meio que proporcional ao preço haha. O atendimento não foi tão bom, seria necessário o dobro de funcionários para conseguirem atender toda aquela gente… Mas é um lugar que vale a visita, tudo muito gostoso e bem servido.

Pim’s Irish Pub

Outro restaurante de frente para o Lago Llanquihue, ficava pertinho do hotel. Tem aquele climinha de pub, cerveja geladinha mas foi um pouco decepcionante pra gente, o prato que escolhemos era beeem pequeno. O atendimento foi ok e o preço na média dos outros restaurantes em que estivemos em Puerto Varas.

Parentesis

Durante a viagem bateu aquela vontade de comer pizza. Encontramos o Parentesis pelo TripAdvisor e lá fomos nós. Ele fica próximo ao Cassis, possui dois andares e o ambiente é bem agradável. A pizza tem a massa bem fininha e crocante, e uma leve camada de recheio, mas muito gostosa. Estávamos com fome e tivemos que pedir duas grandes (pra duas pessoas). Se tiver a oportunidade de ir até lá, recomendo muito a pizza de camarão (deu água na boca só de lembrar *-*). A pizza grande custa aproximadamente 8.000 pesos. O pisco de lá é bem gostoso e as cervejas artesanais, idem! Voltaria, sem dúvidas!





Kazan

Não conhecemos outro restaurante de comida japonesa em Puerto Varas, mas o Kazan é excelente! Foi um tanto difícil encontra-lo, não me lembro de ter visto placa do lado de fora, mas o GPS do celular é pra essas coisas, né? O ambiente é bem simples, mas os dois pratos que pedimos estavam simplesmente maravilhosos. Não é aquela amostra grátis de sushi, sabe? Haha

Lá também conhecemos uma cerveja chilena (muuuito boa por sinal!), a Austral, que é produzida em Punta Arenas, na Patagônia. O preço é super justo.

El retorno

Depois de rodar todo o centrinho procurando lugar para almoçar, acabamos entrando no El Retorno. Foi uma pena ter descoberto o restaurante no final da viagem, pois foi o melhor custo-benefício da cidade. Os pratos eram muito bem servidos e gostosos (creio que um prato dê para duas pessoas), o atendimento muito cordial e rápido na medida do possível.

 

Compras

Puerto Varas é uma cidade meio cara, não espere encontrar preços melhores que os de Santiago (não que os preços lá sejam bons, né?). Mas se estiver procurando por lembrancinhas, há uma feirinha de artesanato que vende todo o tipo de bugiganga que a gente quer comprar quando viaja. Tem ponchos, chaveiros, enfeites e outros tipos de suvenires, num precinho razoável.

Uma lojinha que também me encantou foi a Remember Me Chile, que fica na Rua San Francisco. Lá tem muuuitas opções de canecas, camisetas, tudo muito criativo e de muito bom gosto. O preço é mais salgadinho, porém acho que vale a pena.

Puerto Varas

Alugando um carro em Puerto Varas

Como queríamos conhecer as cidadezinhas ao redor de Puerto Varas e fazer a volta ao Lago Llanquihue, alugar um carro nos pareceu a melhor opção. E esta foi sem dúvida a melhor decisão da viagem! Nada se compara à liberdade de poder ir no seu ritmo e parar para tirar fotos quando sentir vontade.

Encontramos algumas indicações da Varas Car Tour em alguns relatos internet a fora e como não conhecíamos nenhuma outra empresa, decidimos arriscar.

A Varas Car Tour fica na rua San Pedro, 246, e é bem fácil de encontrar. Fomos super bem atendidos pelo Sérgio, e como não havíamos reservado, só havia um carro disponível no dia. Então já sabe, se não quiser correr o risco de ficar a pé na cidade, faça sua reserva com antecedência! 😀

O carro disponível era um Nissan Tiida, não me recordo o ano, mas era um pouco antigo. Só tivemos um probleminha com a trava da porta uma vez, no mais o carro nos atendeu super bem.

A cidade

Puerto Varas no verão é super movimentada, sol, céu azul, tudo conspira para quem quer fazer atividades ao ar livre.

No inverno as chuvas são mais intensas, o clima é bem frio e a cidade recebe menos turistas, o que torna os preços dos hotéis mais atrativos. Além disso, nessa época é possível conhecer o vulcão Osorno com neve.

Se em Pucón não tivemos a chance de ver o vulcão Villarrica, em Puerto Varas pudemos nos encantar pelo Osorno e pelo Calbuco, ambos ativos.

O vulcão Osorno possui 2,652 metros de altitude e sua última erupção foi em 1869. Já o Calbuco  quase atrapalhou os nossos planos de conhecer o sul do Chile, pois com a erupção no final de abril (2015), vários aeroportos foram fechados e os vôos cancelados devido a enorme quantidade de cinzas. No final das contas deu tudo certo, o único lugar que não conseguimos visitar foi a Reserva Nacional  Llanquihue, que se encontrava fechada desde a última erupção.

Bem próximo ao restaurante Cassis existe uma casa de atenção ao turista, onde é possível adquirir um mapa que indica todos os pontos turísticos da cidade.

Puerto Varas

 

No primeiro dia, aproveite para caminhar sem compromisso pelas ruas de Puerto Varas e conhecer o centro da cidade, o Lago Llanquihue, suas muitas casas históricas e a Iglesia Del Sagrado Corazón de Jesus, construída entre os anos de 1915 e 1918 e declarada Monumento Nacional  do Chile em 1992. Se o clima ajudar, a vista que se tem dos vulcões é algo que hipnotiza e com certeza vai fazer parte da maioria das suas fotos da cidade. 😉

Escrito por

Mineira, 31 anos, formada em Sistemas de Informação com Pós em Administração e Marketing. É apaixonada por viagens, principalmente aquelas que possibilitam visitar novos lugares e conhecer novas culturas. Passa horas na internet lendo relatos de outros viajantes e adora contar suas experiências nas redes sociais e no blog.

Deixe seu comentário!