Imagine estar em um país e dali conseguir avistar outros dois. Sabia que isso é possível, em pleno Brasil? Siiiiim! Estou falando de um lugar em Foz do Iguaçu que se chama Marco das Três Fronteiras, e que, como o próprio nome sugere, é onde o Brasil, a Argentina e o Paraguai se encontram.


Afinal, o que é o Marco das Três Fronteiras?

O Marco das Três Fronteiras é um complexo turístico em Foz do Iguaçu, bem na divisa com o Paraguai e com a Argentina.

O obelisco brasileiro que se encontra no Marco foi inaugurado em 1903, juntamente com o obelisco argentino, para celebrar a paz entre as duas nações. O obelisco paraguaio foi erguido somente em 1961.

Curiosidade: Obeliscos são monumentos arquitetônicos de origem egípcia, em forma de um pilar, normalmente feito de pedra, que marca um acontecimento ou homenageia alguém.

O lado brasileiro foi totalmente revitalizado em 2016 e desde então se tornou um dos pontos turísticos mais legais de Foz!

Hoje, muito além do que um ponto onde os países se encontram, o Marco das Três Fronteiras oferece entretenimento para toda a família, um ambiente super agradável com muita cultura e natureza, além de uma praça de alimentação com diversas opções: tem sorvete, tapioca, açaí, salgados e até chopp artesanal! 🤤

Centro de Visitantes, entrada do Marco das Três Fronteiras
Centro de Visitantes

Estrutura

Dos três marcos, estivemos apenas no do lado brasileiro, e pelas fotos que vimos dos outros dois, sem dúvidas é o que oferece mais atrativos e estrutura para os visitantes.

Logo na chegada, o Centro de Visitantes já chama a atenção: sua fachada é toda  inspirada nas construções das Missões Jesuíticas**, e abriga a bilheteria, a lojinha de souvenirs, o centro de informações turísticas e os banheiros.

** as Missões Jesuíticas eram povoados indígenas criados por padres jesuítas na época do Brasil Colônia, entre os séculos 16 e 18. O objetivo principal desses povoados era a catequização dos índios.

Logo depois de passar pela catraca fica a lojinha de souvenirs. São muuuuitas opções de presentes e lembrancinhas: ímãs de geladeira, canecas, chaveiros, camisetas, itens de decoração…

Eu, como sempre, fiquei bons minutos por lá na indecisão do que comprar hahaha. Acabei comprando mais um ímã fofinho pra nossa coleção 🙂


Já sabe onde ficar em Foz do Iguaçu? Confira as melhores opções do Booking aqui


Parede grafitada com um cocar no Marco das Três Fronteiras
No Labirinto Cultural existem várias paredes grafitadas como essa

Ao atravessar a lojinha, chegamos em um enorme pátio a céu aberto, cheio de atrações.

De cara, o que mais nos chamou a atenção foi um cantinho muito colorido e recém-inaugurado no complexo: o Labirinto Cultural das Três Fronteiras.

O labirinto foi todo grafitado por três artistas – um paraguaio, um argentino e um brasileiro.

Os desenhos são cheios de cores, e chamam muito a atenção pelo jogo de reflexos feitos com espelhos enormes colocados em pontos estratégicos dentro do labirinto.

As ilustrações representam a união dos três povos, sua cultura, suas tradições, fauna e flora.

Dá vontade de tirar uma foto em cada desenho!

Pessoal esperando para assistir o pôr do sol no mirante. Mais ao fundo, o obelisco verde-amarelo
Pessoal esperando para assistir o pôr do sol no mirante. Mais ao fundo, o obelisco verde-amarelo

Depois de percorrer o labirinto, seguimos para o mirante, onde fica a placa com os nomes dos três países e dá pra ver o encontro dos rios Paraná e Iguaçu. Do outro lado dos rios a gente pode observar os obeliscos do Paraguai e da Argentina.

Do mirante também é possível assistir ao pôr do sol (se o tempo colaborar!).

Nós não tivemos muita sorte, já que algumas nuvens insistiram em cobrir o sol, mas ainda assim o entardecer foi bem bonito.

Ao lado do mirante está o obelisco brasileiro, que fica no meio de uma fonte iluminada.

À noite ele fica ainda mais bonito! 💚

Dentro do complexo há ainda o Memorial Cabeza de Vaca, uma sala onde é exibida uma projeção de 5 minutos contando a história da descoberta das Cataratas por Álvar Núñez Cabeza de Vaca, em 1542.

No pátio do Marco das Três Fronteiras tem também um parquinho infantil, uma ótima opção para garantir a diversão e a interação da criançada.

Marco das Três Fronteiras com a roda gigante iluminada ao fundo
Marco das Três Fronteiras com a roda gigante iluminada ao fundo ❤

Quanto custa?

Tarifa integral: R$24,00 (R$22,00 + R$2,00 de contribuição voluntária para o Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu)

Tarifa reduzida: R$13,00 (R$11,00 + R$2,00 de contribuição)

Quem tem direito à tarifa reduzida: estudantes, professores do estado do Paraná, maiores de 60 e crianças de 6 a 11 anos. Crianças até 5 anos não pagam.

Estátua de um índio com o labirinto cultural ao fundo

Como chegar

O Marco das Três Fronteiras fica a aproximadamente 6 km do centro de Foz do Iguaçu, e assim como no Parque das Cataratas, existem várias formas de se chegar até lá:

De ônibus

Você deve pegar a linha 103, que sai do TTU (Terminal de Transporte Urbano), no centro.

O sistema de transporte público em Foz é bastante eficiente e se esperar um pouquinho pelos ônibus não for um problema, pode representar uma boa economia nos deslocamentos pela cidade.

Trocando de linha dentro do TTU, você não precisa comprar outra passagem, podendo atravessar a cidade pagando apenas R$3,75*.
(*valor em dezembro/18)

Com agência

Se você prefere comodidade, existe a opção de contratar um tour até lá, com o acompanhamento de um guia. O passeio dura em torno de 2h30. Consulte mais informações no site da TourOn.

Carro alugado

Quem é que não ama a flexibilidade que alugar um carro proporciona, né? Essa é uma boa opção para quem estiver com um grupo de amigos ou família.

Quando precisamos alugar um carro em viagens no Brasil ou no exterior, sempre fazemos a reserva com a RentCars, que é um site que faz a comparação entre diversas locadoras e aponta as diversas opções de preço.

Veja no link abaixo as opções para Foz do Iguaçu:

Ah! No Marco das Três Fronteiras há um estacionamento gratuito. 👍

Vista que se tem do Marco das Três Fronteiras do alto da roda gigante
Essa era a vista que se tinha lá no alto da roda gigante <3

Táxi ou Uber

Uber foi a nossa opção na maioria das vezes lá em Foz. Como estávamos em um grupo de 4 pessoas (eu, Flávio, Mônica e Lid), ficava baratinho e era bem mais rápido e prático do que o ônibus.

Só pra dar uma ideia, do Concept Hostel até o Marco das Três Fronteiras custou R$13,62, mais ou menos R$3,40 por pessoa 😁

Táxi costuma sair mais caro, e só usamos – pela necessidade – em algumas situações específicas, como para ir e voltar da Argentina e para ir para o aeroporto, já que nosso voo saía bem cedinho e poderia acontecer de não acharmos um Uber disponível nesse horário.

Reflexos dos espelhos no Labirinto Cultural
Os grafites e os reflexos do Labirinto Cultural

O melhor horário

O horário pode fazer toda a diferença na sua visita ao Marco das Três Fronteiras, sabia?

Nós chegamos lá por volta de 17h. Ainda estava bem vazio e conseguimos fazer as fotos com tranquilidade.

Lá pelas 18h30 o lugar foi ficando cada vez mais cheio, já que assistir ao pôr do sol no mirante é um dos muitos atrativos do complexo.

Dançarinos com roupas de época para a apresentação do Minueto
Dançarinos com roupas de época para a apresentação do Minueto

Chegou a rolar até fila pra tirar fotos na placa dos três países!

Meu conselho é simples: chegue mais cedo, explore cada cantinho com calma, tome um sorvetinho (ou um choppzinho hehe) pra rebater o calor insano que faz em Foz e assista ao pôr do sol.

Se a fome apertar, você pode optar por jantar no Restaurante Cabeza de Vaca ou fazer um lanchinho rápido nos diversos quiosques que existem por lá.

#Dica: De terça a domingo o Marco das Três fronteiras promove apresentações culturais:

  • 20h30 é a encenação do Minueto (uma dança de época)
  • às 21h o Show das Três Fronteiras, que homenageia o Brasil, a Argentina e o Paraguai
  • Em seguida tem a Lenda das Cataratas, que conta a história de Naipi e Tarobá (não vou dar spoilers 😊).
Vista do mirante. Argentina à esquerda do rio, e o Paraguai na margem direita.
Essa é a vista do mirante: a Argentina fica à esquerda e o Paraguai à direita

Ah! Sabe essa roda gigante que apareceu em algumas das nossas fotos?

Infelizmente ela não é um atrativo fixo do Marco das Três Fronteiras, mas em algumas épocas do ano você pode ter a sorte de encontrá-la por lá, assim como tivemos 💚

Mais informações

Endereço: Av. General Meira, S/N, Jardim Eldorado – Foz do Iguaçu/PR

Site | Facebook | Instagram | TripAdvisor

Horário de funcionamento: visitação – 14h às 23h | bilheteria: 14h às 22h | Restaurante Cabeza de Vaca: 16h às 23h

Por do sol visto do mirante do Marco das Três Fronteiras
O encontro dos rios Paraná e Iguaçu

Onde ficar em Foz do Iguaçu?

Nós nos hospedamos no Concept Design, um hostel super aconchegante com piscina, quartos privativos espaçosos e atendimento nota 10.

Você pode conferir nosso review de hospedagem ou pesquisar outras opções de hospedagem em Foz.

Nossa visita ao Marco das Três Fronteiras foi cortesia da empresa, mas mantemos o nosso compromisso com os leitores do Blog e garantimos total transparência e honestidade em nossas opiniões relacionadas aos serviços oferecidos pelo parceiro. Prezamos pela qualidade do conteúdo aqui publicado, divulgando apenas produtos/serviços que utilizamos e recomendamos.


Este post contém alguns links de afiliados. Isso significa que, a cada reserva efetuada através desses links, o Viajando na Janela recebe uma pequena comissão, que auxilia na manutenção do Blog e nos permite continuar trazendo informações completas e atualizadas aos nossos leitores. Mas não se preocupe, você não paga nada a mais por isso. 🙂


Escrito por

Mineira, 31 anos, formada em Sistemas de Informação com Pós em Administração e Marketing. É apaixonada por viagens, principalmente aquelas que possibilitam visitar novos lugares e conhecer novas culturas. Passa horas na internet lendo relatos de outros viajantes e adora contar suas experiências nas redes sociais e no blog.

5 Comentários

  1. Vanessa Rodrigues Responder

    Adorei sua postagem! Deu-me uma vontade enorme de ir agr! Suas fotos estão lindas, parabéns!

  2. Li com atenção do começo ao fim, fiquei encantada. Adoro viajar e lê as dicas e experiências dos outros. Vou a Foz dia 23/01/19 e ficarei até 29. Valeu as dicas! Muitíssimo obrigada!

  3. O começo da nossa aventura em Foz. Uma pequena amostra! Que tarde gostosa que foi essa (mesmo que quente…rsrs) Ainda me lembro do chopp descendo a garganta…huuummm!! heheheh..

    Ps: Óia, gostei muito das fotos maiores. Elas estão incrivelmente lindas!! <3 Já vou ter que visitar outros posts pra ver como ficaram! 🙂

Escreva um comentário