Pra quem ainda não conhece Tiradentes, saiba que a cidade é um verdadeiro paraíso para os amantes da gastronomia! A cidadezinha reúne tantos restaurantes, bares e docerias, que é até difícil se segurar e não dar aquela deslizada na dieta. 😅


E não vá achando que Tiradentes só se destaca pela culinária mineira, a cidade possui restaurantes conceituados e especializados em diferentes tipos de cozinhaCulinária italiana, tailandesa, portuguesa e francesa são só algumas das opções que se encontram por lá!

Na nossa última viagem para Tiradentes, ficamos apenas um fim de semana por lá. Mas, neste tempinho, pudemos aproveitar um pouco as delícias da cidade – que são irresistíveis, por sinal!

Com base nessa experiência que tivemos, vamos contar tim-tim por tim-tim sobre os restaurantes e docerias que visitamos e aprovamos. Bora conferir?

RESTAURANTES

Divino Sabor

O Divino Sabor foi nossa opção para almoçar em Tiradentes. Com aquele estilo bem mineiro, no fundo do restaurante fica um fogão à lenha onde tudo é servido bem quentinho.

A especialidade do lugar é comida mineira (é claro!), e o bônus é o preço: por lá se come muito bem e com um precinho bem menor se comparado com outros restaurantes da cidade. 

Então, se você estiver viajando no “modo econômico” não deixe de anotar o nome deste restaurante, hein?!

O restaurante é bastante agradável e você pode optar entre o sistema self-service a vontade ou a quilo com churrasco.

Nós preferimos manter a dieta (como se fosse possível kkk) e optamos pelo self-service a quilo. No final nosso almoço mais dois sucos custou R$45,70.

Endereço: Rua Ministro Gabriel Passos, 300

Gourmeco

Não sei o que elogiar primeiro: se o atendimento, impecável; se a decoração, de muito bom gosto; ou os pratos, que só de lembrar dão água na boca!

Escolhemos o Gourmeco pelas avaliações do TripAdvisor e também pela indicação de outros blogs de viagem que curtiram o lugar (um deles foi o Viajante Solo).

Queríamos jantar em um restaurante conceituado, com um ambiente gostoso, mas que também não fosse extremamente caro, e o Gourmeco se mostrou uma excelente opção!

Fomos no restaurante em um sábado à noite e chegamos cedo – por volta das 20:00hs. O restaurante é pequeno e bastante concorrido, por isso pode ser necessário fazer reserva.

Falando sobre a comida, pulamos a entrada e partimos direto para o prato principal: um risoto de gorgonzola com medalhões de filé mignon com tiras de bacon. Simplesmente D-E-L-I-C-I-O-S-O!

Fomos informados antes que o ponto do risoto da casa poderia ser um pouco diferente do que estávamos acostumados – um pouco mais al dente – e optamos que fosse servido assim.

Em menos de meia hora já estávamos sendo servidos: o arroz realmente é mais firme, mas, ainda com um ponto diferente do que estamos acostumados, o prato estava muuuito bom! Os medalhões que acompanham o risoto são deliciosos, o bacon que envolve o filé é super crocante e essa diferença nas texturas (oi, Masterchef 😄) deixa o prato ainda mais especial.

O Flávio pediu uma taça de vinho pra acompanhar e eu fui de Spritz.

Já estávamos super satisfeitos, mas resolvemos dividir uma sobremesa super elogiada do restaurante: a panna cota com calda de frutas vermelhas, também divina!

O Gourmeco não é um restaurante barato, mas também não é nada muito absurdo: o valor médio dos pratos (individuais) é R$60,00, taça de vinho ou Spritz R$25,00 e a panna cotta também R$25,00.

Pelo ambiente e qualidade da comida, consideramos um excelente custo-benefício.

Endereço: Rua Direita, 10 B


Veja também: Tiradentes – guia completo (com roteiro de 2 dias)


DOCERIAS

Chico Doceiro

De alguma forma, mesmo depois de tantas idas à Tiradentes, ainda não conhecíamos a lojinha mais famosa da cidade!

A doceira do Seu Chico Doceiro é um dos ícones da cidade, sendo procurada por quase todos os turistas que passam por lá.

Infelizmente não tivemos a oportunidade de conhecer Seu Chico, que faleceu no final de 2017, mas a tradição foi passada para a família e os docinhos são simplesmente irresistíveis!

Tudo fresquinho e a um preço bem acessível, é até difícil escolher o que comprar 😁😁😁.

Nós passamos na doceria em uma manhã do domingo. Levamos quatro canudinhos de doce de leite, quatro cocadas brancas e dois docinhos de amendoim, e tudo custou R$15,00. Um arrependimento? Não ter comprado mais! 😛

Endereço: Rua Francisco Pereira Morais, 74

Fábrica de Chocolates Puro Cacau

Atenção, chocólatras: essa dica é pra vocês!

A Fábrica de Chocolates Puro Cacau tem uma infinidade de opções em chocolates e também serve cafés especiais e sorvetes Alento.

Estivemos lá após o almoço no Divino Sabor para tomar um sorvetinho.

Os sabores dos sorvetes são bastante diferentes: eu fui de goiabada e palha italiana, e o Flávio escolheu chocolate belga e amora.

Pra ser bem sincera, achei o preço do sorvete um tanto alto: R$18,00 por duas bolas pequenas (repare no tamanho do potinho). O sorvete é bem gostoso, mas não vale o preço.

Na Chocolateria há uma área externa nos fundos com mesas, e é um ótimo lugar para se deliciar com as guloseimas da casa. Quanto ao atendimento, achamos que foi bom.

Endereço: existem duas lojas – uma no Largo das Forras e uma na Rua Ministro Gabriel Passos, 225 (fomos nessa última)

Doce de leite do Bolota

Na verdade não é uma lojinha, mas uma residência mais afastada do centro onde é vendido o famoso doce de leite do Bolota.

O sr. Bolota era um cozinheiro diabético e apaixonado por doces, então criou uma receita que ele pudesse saborear: 200g de açúcar para 15 litros de leite (só pra se ter uma noção, a maioria das receitas de doce de leite leva 200g de açúcar para apenas UM litro de leite).

O doce é vendido na casa da família, que fabrica também outros tipos de doce – no dia da nossa visita haviam doces de limão, de mamão verde e de figo. O doce de leite é leve e suave, super elogiado por todos, mas os de fruta são maravilhosos também 😍

A casa tem uma plaquinha e fica fechada, mas é só tocar a campainha e pela lateral da residência chegamos ao espaço onde os doces são feitos e comercializados. É possível degustar cada um deles antes de comprar.

Endereço: Rua Bias Fortes, 77, bairro Cascalho


Como recomendações de outros lugares para comer em Tiradentes, indico ainda a leitura dos posts:


✅ Do blog Matraqueando, sobre o CasAzul Bistrô, o Mandalum, o Bar do Celso e o Pau de Angu

✅ Do blog Meu Destino, sobre o Atrás da Matriz, o Estalagem do Sabor e o Hambúrguer do Zé,

✅ Do blog Mineiros na Estrada, sobre a Creperia Debret, o Rocambole e Cia, a pizzaria Seu Barthô e o Sapore D’Italia.


Ah! E se você já esteve em Tiradentes, compartilhe com a gente sua experiência nos restaurantes da cidade! Deixe seu relato/dica aqui nos comentários 😀

Author

Mineira, 31 anos, formada em Sistemas de Informação com Pós em Administração e Marketing. É apaixonada por viagens, principalmente aquelas que possibilitam visitar novos lugares e conhecer novas culturas. Passa horas na internet lendo relatos de outros viajantes e adora contar suas experiências nas redes sociais e no blog.

10 Comments

  1. Pingback: Roteiro de 4 dias em Tiradentes e São João del Rei, MG: dicas de onde se hospedar, comer e o que fazer. - Roteirando

  2. Realmente Tiradentes é um paraíso gastronômico! Não tem como ficar na dieta numa cidade dessas, gente!
    Não conheci todas as opções, ainda, pois também ficamos só por um fim de semana e as opções são muitas, mas realmente o Chico Doceiro é um espetáculo à parte!
    Já quero voltar logo, porque além de ter amado a cidade, já quero ter outras experiências gastronômicas 😍

  3. Haha… estava falando com a Vivi neste final de semana e ela está doida para comer uma comida mineira! 🙂 Esse post foi o pior (melhor na verdade… rs) agora. Quanta delicia junta.

  4. Parabéns pelo post! Estive em Tiradentes há muitos anos e achei a cidade um encanto. Infelizmente não foi uma viagem gastronômica como a de vocês, que delícia.

  5. Como a culinária mineira é maravilhosa, né? Tenho muita vontade de conhecer Tiradentes e outras cidades dessa região de Minas.

  6. Muito obrigado por citar meus posts Geisiele!
    Eu amo Tiradentes e sempre que posso dou um pulinho lá.
    Fiquei triste com a notícia da morte do Seu Chico, quando estive por lá pela última vez soube que ele estava doente e acamado, e agora pelo seu blog soube da morte dele. Adoro os doces do bolota.
    Um abraço!

  7. Ai que loucura esse post! Muita água na boca. Amoooo comida mineira. Você disse que tem culinária de todos os lugares, muitas opções de restaurante, mas acho que não iria abir mão do tutuzinho, do torresminho e do doce de leite. Também achei bem carinho aquele sorvete. Mais caro que nas melhores sorveterias aqui do Rio.

Write A Comment